sexta-feira, 28 de julho de 2017

ALERTA!!!



A CULTURA DA PREVENÇÃO 
TEM DE VENCER 
A TRADIÇÃO DO DESLEIXO


O TEMPO QUENTE E SECO ESTÁ DE VOLTA, CONTINUA O MATAGAL MISTURADO COM AS CASAS, O RISCO DE INCÊNDIO MANTÉM-SE ELEVADO NA MADEIRA.

NO SUL E NO NORTE DA ILHA PERSPECTIVA-SE O AUMENTO DOS DIAS QUENTES E SECOS, BEM COMO DA FREQUÊNCIA DO VENTO DE LESTE, O QUE JUSTIFICA UMA INCISIVA E PERSISTENTE CAMPANHA DE DIVULGAÇÃO DOS COMPORTAMENTOS PREVENTIVOS.

NÃO PODE HAVER TRÉGUAS NA NOTIFICAÇÃO DOS DONOS DOS TERRENOS PARA A LIMPEZA DO MATERIAL COMBUSTÍVEL.

AOS SENHORES E SENHORAS DO GOVERNO E DAS CÂMARAS TEMOS O DEVER DE EXIGIR MAIS INVESTIMENTO NA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E NA REQUALIFICAÇÃO DA PAISAGEM, BEM COMO A REDUÇÃO DOS GASTOS EM FESTAS QUE SE ATROPELAM NESTES MESES DE ESTIO PRÉ ELEITORAL.

NA MADEIRA A CULTURA DA PREVENÇÃO TEM DE VENCER A TRADIÇÃO DO DESLEIXO.

DIA MUNDIAL DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA - 28.07.2017

Raimundo Quintal

12 comentários:

Anónimo disse...

E diria mais: proibir lançamento de material pirotécnico durante o verão e interditar churrascos (quer em fogareiros ou não) na serras da Madeira. E multar os prevaricadores com pesadas multas. É essencial não esquecer que a NATUREZA da ilha da Madeira é a sua galinha dos ovos de ouro. É o que a diferencia de tudo o mais, e é o que atrai tantos turistas a esta ilha. Repito: NATUREZA! O desinvestimento, incúria e ignorância de políticos actuais e passados tem ser remediada e o povo educado, sob a pena de perdermos tudo.

Anónimo disse...

a luta tem de ser contra aqueles que querem destruir as serras do Funchal e nesta luta os adversários estão bem identificados o bando do Cafofo e o CDS

Anónimo disse...

As notificações para limpeza dos terrenos deveriam passar para a responsabilidade da GNR. O desleixo continua e os autarcas não querem perder voto chateando o pessoal. Estamos outro Verão entregue à nossa sorte.

Anónimo disse...

Eles querem é aparecer na TV. No resto querem que os "patas rapadas", na linguagem do sr ajj, se lixem!

Anónimo disse...

Pergunta-se:
toda esta LENGALENGA só tem justificação depois dos mandatos de vereador do AMBIENTE da CMF do prof. Dra. Raimundo Quintal ?

Anónimo disse...

Mas as Cmaras so atuam se os vizinhos reclamarem por escrito, gerando conflitos. Entāo as Câmaras nao têm poder para notificar autonomamente os proprietarios para limparem o mato?

Anónimo disse...

notificaram para limpar uns terrenos , contratei uma pessoa para fazer o serviço e pelas minhas costas a pessoa que denuncio queria aproveitar-se e falou com a pessoa que eu tinha contratado para limpar também os terrenos dela a minha custa , a pessoa contratada era de minha confiança e não aceitou aldrabice

olho aberto quando contratarem alguém

Anónimo disse...

O gado do Cafofo e do Ricardo Vieira vai resolver o problema come as arvores tenras e deixa o silvado.

Anónimo disse...

Concordo em absoluto doutor Raimundo Quintal.A dimensão das tragédias tem tido o dedo de quem não limpa os seus próprios terrenos.Os proprietários têm de fazer o que lhes compete. Não podem? Precisam de ajuda? Que haja políticas adequadas e os apoios devidos para quem precisa.
Mas que é de exigir limpeza, não há dúvidas.

Gaudêncio Figueira disse...

O anónimo das 0:21 é dos que acha que o Prof Raimundo é um profeta da desgraça.
Se nessa cabecinha oca resta algum bom senso convém levar em linha de conta os casos em que ele acertou em cheio.
No fim da borrasca fogem e vão rezar a "acto de contrição" para nos esquecermos da arrogância com que decidiram e insultaram quem tinha razão.

Anónimo disse...

Raimundo Quintal tem razão. Depois da desgraça todos têm solução, que mais não seja arranjar culpados e soluções impossíveis na hora. É preciso prevenir. É preciso limpar os terrenos.

Anónimo disse...

Sr. Gaudêncio, o Prof. Raimundo Quintal não é profeta da desgraça. Consegue ver mais à frente o que alguns cegos não conseguem nem querem ver.