segunda-feira, 24 de julho de 2017

RENEGOCIAÇÃO DE EMPRÉSTIMO EM SANTA CRUZ


PSD afirma que a renegociação de empréstimo no valor de dois milhões não constitui nenhuma substituição ao PAEL, que continua em vigor, nem sequer um novo empréstimo

Os deputados municipais do PSD em Santa Cruz aprovaram hoje, em reunião extraordinária daquele órgão autárquico, a renegociação do spread de um empréstimo de cerca de dois milhões de euros, de reequilíbrio financeiro, contraído na banca em março de 2014, tendo em conta que esta situação representa uma diminuição dos custos do município relativamente às dívidas existentes.

Contudo, não poderiam deixar de repor a verdade relativamente a uma notícia publicada há poucos dias, na qual era referida que a Câmara Municipal de Santa Cruz iria aprovar uma proposta do presidente, Filipe Sousa, para substituição da dívida do município ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL), por um empréstimo mais vantajoso, a contrair junto de uma instituição de crédito.
“A verdade é que, o que foi aprovado em reunião do executivo e agora em sede da Assembleia Municipal, foi a renegociação desse empréstimo no valor de dois milhões, não constituindo nenhuma substituição ao PAEL, que continua em vigor, nem sequer um novo empréstimo”, sublinham.
Os autarcas do PSD lamentam, por isso, que o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz continue a tentar jogar areia para os olhos dos munícipes, tentando dar uma imagem de recuperação financeira que não corresponde aos factos e deturpando a realidade, com o objetivo de retirar alguma vantagem política a 1 de outubro de 2017.
“A mentira tem perna curta e a verdade é que a estratégia usada por Filipe Sousa já não convence ninguém”, afirmam os deputados municipais, garantindo que não deixarão de denunciar estas manobras políticas por parte do JPP. 
Texto: PSD-M

2 comentários:

Anónimo disse...

Então o Calimero dizia que a dívida da Câmara estava paga e agora vem renegociar o spread?
E ainda há gente que acredita que uma Câmara sem receitas conseguiu pagar a sua dívida.
Não os despeçam agora em Outubro que vão ver o que é o populismo a governar.
Lembrem-se da Venezuela.

Anónimo disse...












Miguel Alves

11 h ·

..
O PAEL de Santa Cruz.
- Em devido tempo haverá boas notícias para azar dos PPD's de Santa Cruz, que para além da ordinária dívida que deixaram, ainda gozam com quem arduamente trabalha para esta meia dúzia de inconsequentes.
- O Sr. Presidente da Câmara de Santa Cruz, não tem culpa de quem publicou a notícia de há dias sobre o PAEL ter-se enganado, apesar de o texto enviado pelo gabinete da Presidência à redacção do diário não deixar margem para dúvidas de que efetivamente se tratava de uma notícia relacionada, não com o PAEL mas com os outros empréstimos denominados "Reequilíbrios" (dívida, como não poderia deixar de ser).
- Entretanto, tudo se esclarecerá. Ao PSD: tenham paciência, porque vamos resolver mas esta porcaria que deixaram.
Miguel Alves, vice-presidente da Câmara de Santa Cruz, com o pelouro das finanças (2017/07/24)


Este comentário do Vice Presidente tem uma piada enorme:

O Diário de Notícias é que fabricou a noticia mentirosa.
Afinal o presidente e a chefe de tudo (gabinete) não mentiram.
A Culpa foi do jornalista do DN que fabricou a mentira.

Dá para ver como este tipo de personagem reage. Nunca têm culpa de nada , são PUROS mas não são Habanos mas em situação de asneira não são eles os responsáveis.

bem feito para o DN que anda com este tipo de personagem ao colo.

Agora só falta o DN responder , mas creio que não vai porque não tem coluna vertebral e a sua hipoteca aos interesses financeiros leva a este tipo de situações.

Vergonha.

Olho Vivo