domingo, 20 de agosto de 2017

Autárquicas 2017


JPP RECEBEU SALDO NEGATIVO 
DE MENOS 14 MILHÕES
E CONSEGUIU MARGEM DE INVESTIMENTO 
DE 5,5 MILHÕES
Na apresentação dos candidatos à Assembleia Municipal de Santa Cruz, numa lista liderada por Júlia Caré, Filipe Sousa deixou números que provam o trabalho desenvolvido pela autarquia e pela gestão JPP nos últimos quatro anos.
O líder do JPP lembrou que recebeu a câmara com um saldo negativo de menos 14 milhões de euros, e, passados quatro anos, é com orgulho que deixa a autarquia com uma margem para investimento na ordem dos 5,5 milhões de euros.

PDM do Funchal – A necessidade de verificar


Nesta publicação vou argumentar que a informação base da proposta de um PDM deve estar publicada na internet. Neste documento vou tentar demonstrar essa necessidade.

Antes de continuar, um alerta

De acordo com o ponto 5 do ofício 5.613 de 25/05/2017 da DROTA, está escrito o seguinte:
Reiteramos que a delimitação do perímetro urbano não está suficientemente fundamentada, zonas com caraterísticas semelhantes estão classificadas de modo antagónico. Consideramos que as mesmas deverão ser reequacionadas de acordo com a legislação em vigor.”

sábado, 19 de agosto de 2017


Idalina pôs lugar à disposição
mas Cafôfo não aceitou





No círculo da vereação executiva do Funchal, está dado como certo que a vereadora com o pelouro do Ambiente, Idalina Perestrelo, pôs o seu lugar à disposição do presidente da edilidade na sequência do desastre do Monte, terça-feira. Ao que nos informaram, a também vice-presidente da Câmara estava igualmente na disposição de desistir do lugar na lista da coligação 'Confiança', continuidade da 'Mudança'.
Paulo Cafôfo recusou aceitar as propostas, pelo que Idalina continua em funções na vereação e no seu lugar da lista concorrente às autárquicas de 1 de Outubro.

Autárquicas 2017


Matadouro é simbolo da fraude política
- denuncia CDU


A CDU realizou hoje uma iniciativa política junto ao edifício do Matadouro, no Funchal.
Edgar Silva declarou que "o Matadouro é um dos símbolos da fraude política da Câmara do Funchal. Paulo Cafofo prometeu para o Matadouro as mais variadas ideias. Nada fez! É uma fraude porque prometeu a mudança e fez exactamente o mesmo que Miguel Albuquerque e o PSD na Câmara Municipal do Funchal.
Abandonaram o Matadouro na base de falsas promessas.

Autárquicas 2017


PSD defende nova imagem para o Mercado Agrícola 
e para o centro do Santo da Serra

O Santo da Serra precisa urgentemente de obras de requalificação, especialmente no Mercado Agrícola e no centro da freguesia.

Pábulo Freitas, candidato do PSD/Santa Cruz à Junta de Freguesia do Santo da Serra falava hoje em conferência de imprensa, junto ao Mercado Agrícola local, defendendo que é imperativo "dar melhores condições aos feirantes e  comerciantes" locais para que possam, de forma digna, escoar de os seus produtos e ter uma maior estabilidade financeira.

Autárquicas 2017


PTP propõe a criação de um Gabinete Municipal  de Saúde em Câmara de Lobos
Para fazer análises no Centro de Saúde do Estreito de CML é preciso os utentes fazerem fileira desde as cinco horas da manhã, sem garantia de serem atendidos


O candidato do PTP à Câmara Municipal de Câmara Lobos defendeu este Sábado, a criação de um Gabinete Municipal de Saúde em Câmara de Lobos, com o objetivo de promover melhores condições de saúde e  contribuir para o bem-estar físico, psíquico e social dos munícipes do Concelho.


O Arq. Pedro Miguel M. Araújo iniciou uma série de temas sobre URBANISMO e ORDENAMENTO DO FUNCHAL que, além de servirem de base para o Programa da Coligação FUNCHAL FORTE, também são importantes para o debate e discussão pública dos mesmos.
Deste modo, aproveitamos a disponibilidade oferecida pelo Fénix do Atlântico, de Luís Calisto,  para dar início a estas reflexões e ideias para a nossa cidade:

1.  INCÊNDIOS – SEGURANÇA DAS POPULAÇÕES
Faz este mês um ano dos trágicos incêndios que colocaram em perigo a população do Funchal, essencialmente os mais desfavorecidos e que habitam as zonas altas. O que falta fazer?
1. Criar uma zona agrícola entre as cotas 200 e 500 afastando as zonas urbanas e as populações das zonas florestais.

E seja o que Deus quiser!





O que mais faltava era agora
medir a tensão aos carvalhos




Ouvimos ontem num debate da RTP-M sobre a tragédia no Monte o bloquista Roberto Almada invocar, e muito bem, o Eng.º Henrique Costa Neves numa recente afirmação do antigo vereador laranja que de certo modo retira credibilidade a quantos desestabilizadores pedem a cabeça de eventuais culpados pelas mortes no Largo da Fonte. Costa Neves referiu-se realmente às características especiais do carvalho, que se pode apresentar com folhagem verdinha e com ares de boa saúde e afinal estar doente, prestes a desabar de cima em baixo. Recordámo-nos de que o presidente municipal Cafôfo, logo na tarde do fatídico dia, fez referência semelhante - o carvalho que caiu tinha copa verdejante e aparência salutar, quem podia adivinhar aquele desfecho?! 

Câmara hesita mas tenta safar-se






Embargo parcial ao Savoy


Parte II



O embargo táctico, parcial no espaço e no tempo, incidiu no lado da Imperatriz D. Amélia. Pois no lado do Infante, como nos vasos comunicantes, recrudesceu ontem o espavento de obras, camiões, poeiras e ruídos. Até a Rua do Favila foi fechada ao trânsito para facilitar a vida de suas excelências e a do Largo António Nobre está muito condicionada.

No episódio anterior da novela Savoy, que publicámos quarta-feira passada sob o título noticioso que acima reproduzimos, tínhamos ficado no desespero da Câmara do Funchal por causa da falta da assinatura de Domingos Rodrigues que era preciso carimbar no embargo parcial ao simpático mostrengo de betão. 
Agora, como certamente os Leitores souberam ontem à tarde, o embargo já foi 'decretado' mesmo. Pergunta-se: e como conseguiram a tão ambicionada rubrica de Domingos? Resposta: não conseguiram. O ainda vereador não se quis meter na fossada do Savoy e desapareceu para um passeio ali mesmo à China - e agora é o encontras o prof. Domingos!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Desabafo para ler nos próximos 3 dias



Pode ser que ainda vamos 
a tempo de salvar
um pouco do 'caldo entornado'




Vida normal é luxo inacessível aos madeirenses. Resta-nos aspirar a uma vida o menos anormal possível. 
Outrora, marginalizavam-se as elites por ciúme profissional. Era enxovalhá-as na praça para que fossem procurar vida além das Desertas, deixando a bicicleta nas mãos dos mesmos, sempre.
Hoje, com o poder e os tachos a saque, com os incompetentes da vida agarrados desesperadamente à bóia do carreirismo político, a juventude madeirense mais capaz percebe cedo que esta terra não é para competentes e qualificados. Então, por iniciativa própria, essa camada jovem manda à fava a guerrilha interna das jotas, bem como os aparelhos partidários e os falsos independentes, partindo em busca de realização profissional o mais longe possível da Tabanca.
Polícia, bombeiros e ambulância na Quinta Vigia!
Parece que foi incêndio na cozinha do palacete.

PTP acusa PSD de esbanjar dinheiro em obras que não são prioritárias
Quintino Costa diz que Pedro Coelho quer fazer obra só por vaidade pessoal


O candidato do PTP à Câmara Municipal de Câmara Lobos acusou esta quinta-feira, Pedro Coelho, "de querer fazer obra apenas por vaidade pessoal". Em causa está a requalificação do centro do Estreito de Câmara de Lobos, o qual os trabalhistas consideram ser uma obra desnecessária, tendo em conta as várias carências e necessidades da freguesia.



TRANSPARÊNCIA À MODA DE CAFÔFO

No Hotel Gorgulho as obras exteriores à torre já existente, mormente as viradas para a Estrada Monumental, pararam.
Claro que essas obras excediam todo o índice que se pudesse inventar com o sem novo PUI , ou agora PUG (com “G “de Gorgulho, por exemplo, se assim lhe quiserem chamar).
Pela foto podem ver, lá no alto no 5º piso, uma placa, talvez com os dados do licenciamento da obra.
É evidente que nenhum cidadão consegue decifrar o que lá esta escrito.
Portanto trata -se de mais uma demonstração da “transparência à moda de Cafôfo” que esta Câmara nos vem habituando – é o Savoy, é o Gorgulho , é o Lazareto...


João Teixeira

quinta-feira, 17 de agosto de 2017




 21 DE AGOSTO, DIA DA CAROCHINHA

Gaudêncio Figueira 

Esta data, no ano da graça de 2017, para os madeirenses em geral, e os Funchalenses em particular, é o dia da Carochinha. Ela encerra uma versão muito nossa da velha história da jovem que, tendo ido à missa, deixou o caldeirão ao lume e também um solene aviso ao glutão do seu príncipe encantado para que não lhe tocasse. Não resistiu o João. Tombou no caldeirão, como todos sabemos!

Este intróito provocará duas reacções nos leitores. Uns acharão uma perda de tempo prosseguir. Pois muito bem, parem a leitura. Outros, mais curiosos, gostarão de conhecer a fundamentação.

Os incompetentes e 'jogadores' são um perigo público!


Câmara passa licenças de arraial 
sem verificar a segurança

Mas também ninguém pediu nada...



A imprensa de hoje diz que na festa do Monte não havia bombeiros nem ambulâncias nem outras equipas de socorro em regime de permanência. Justificação da Câmara: não houve pedidos para prevenção de incêndios ou de socorro pré-hospitalar.
Pronto, a câmara está fora de questão. Ninguém pediu prevenção, não se trata da prevenção. Passam-se todas as licenças do arraial e que se dane a prevenção. Se acontecer alguma  coisa, os polícias deitam a mão e dão um jeitinho. Ah o Monte é zona florestal sujeita a incêndios, um perigo na zona das espetadas e das velas e das electricidades?
Está bem, era melhor haver bombeiros ali à mão, há sempre pânico...
Mas chega. Ninguém pediu nada à câmara. Ainda não ouviram? A explicação é clara. Ninguém pediu para vigiar plátanos, deixem-se de insistir em mandar a vereação pr'ao eucalipto e pr'ao carvalho.
O Cafofo tem mais que faça. Tratar do caso do Savoy com o Zé Avelino e os Calados leva  o seu tempo.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Câmara hesita mas tenta safar-se



Embargo parcial ao Savoy

Faltam um parecer vinculativo e uma licençazinha para o acrescento no lado da Rua da Imperatriz.

A história conta-se de uma penada. No final da passada semana, Paulo Cafôfo esteve reunido na Câmara com os operacionais do executivo mais próximos - tendo o Savoy em agenda. Tratava-se de tentar retirar a edilidade do sarilho que é deixar correr obras constantes de alterações de projecto sem que estas alterações tivessem um parecer prévio da Secretaria Regional do Turismo. 
Assim, depois de deixar andar a carruagem ilegalmente durante uns 5 meses, a câmara resolve mandar parar os cavalos no que diz respeito ao acrescento resultante das alterações virado para a Rua da Imperatriz.


O MONTE DOS VENDAVAIS



QUEM SÃO OS REGEDORES 
PARA ORDENAR PERITAGENS 
NA ÁREA CRIMINAL?


Segundo propalava o Mayor nos directos de TV e nas paginas branqueadoras de jornal, iam esta manhã lá para cima para o Monte uns especialistas, até em agronomia, para fazerem uma peritagem à queda do carvalho que matou 13 pessoas e feriu 50. E a gente a julgar que, havendo matéria criminal a investigar, aquilo era tudo vedado e só lá podiam entrar PSP, PJ e MP a fim de procederem ao levantamento de provas antes que alguém as estragasse, consciente ou inconscientemente! Não sei se estão a ver...

Vai-se aos factos e é um regedor de aldeia, metido até ao pescoço nas matérias criminais a investigar, a dar ordens num assunto de que (tal como em outros) não pesca a ponta de um chavelho. Ou seja, o Mayor manda mexer numa área delicada e ninguém o mete na ordem! Ou seja, fica o ladrão a vigiar a ourivesaria e o mal dele são batatas! Mas em que terra vivemos?
E depois vão os capangas profissionais dele deitando poeira dizendo que se aproveita o mal alheio para fazer política! Quando eles, pagos pela política, é que usam vítimas mortais como escudo para a sua incompetência e irresponsabilidade!

GASTRONÓMICA DO CANIÇO ADIADA 
EM RESPEITO PELAS VÍTIMAS DO MONTE
O Presidente da Câmara de Santa Cruz, após conversações com a equipa e as entidades envolvidas, decidiu adiar a Festa Gastronómica do Caniço, que tinha início amanhã, em respeito pelas vítimas da tragédia do Monte e com as suas famílias, bem como em respeito pelos três dias de luto regional que entretanto foram decretados.
O autarca pede a compreensão de todos os envolvidos no evento, nomeadamente dos comerciantes, mas acredita que a solidariedade e respeito que este momento de dor requere será um sentimento partilhado por todos.
Amanhã, o presidente vai reunir com os comerciantes e outras entidades, no sentido de explicar as razões deste adiamento e de planear nova data para o evento.
Mais uma vez, a Câmara Municipal de Santa Cruz endereça às famílias das vítimas o seu mais profundo pesar. 
Texto: CMSC

terça-feira, 15 de agosto de 2017


Albuquerque e Cafôfo!
Tenham vergonha
e demitam-se, !
O perigo não passou com este massacre - teme a Família Mendonça, única residente no socalco do Largo da Fonte e que nos cedeu estas elucidativas imagens da árvore fatídica.





Mais 13 cadáveres no currículo 
dos irresponsáveis que nos governam


Albuquerque, com as 13 vítimas do Monte ainda por enterrar, diz que as advertências feitas desde há muitos anos pelos populares não passam de especulação causada pelas emoções fortes deste fatídico dia 15 de Agosto de 2017. Cafôfo, depois de tantas horas calado a estudar a desculpa esfarrapada, vem dizer que a árvore que caiu é carvalho e não plátano, ou seja, os avisos que entraram na câmara não falavam da árvore verdinha por fora, aparentemente cheia de saúde, o carvalho que afinal veio a cair, matando 13 pessoas e ferindo meia centena.
...Se é que entraram queixas na câmara, porque o Cafôfo diz que entraram mas que não entraram. Como se estivesse a falar do Lazareto.
Para esta gente inútil e desqualificada que ocupa cargos de paróquia como se estivesse no Eliseu ou na Casa Branca, serve o que escrevemos no caso da palmeira do Porto Santo: que o mínimo que se esperava, na altura, era que Roberto Silva (nosso Amigo pessoal, então e ainda hoje) se demitisse imediatamente da presidência da Câmara, pelo menos enquanto decorresse o inquérito criminal às mortes ocorridas sob a árvore que caiu em noite de comício, e cujo perigo havia sido denunciado já.

Tragédia no Monte


Responsabilidades e Ilusões


João Barreto



Esta tarde, por breves instantes, tive a vaga esperança de que, finalmente, algum político desta terra mostrasse que conhecia o significado da expressão "assumir a responsabilidade". Esse homem, a vir a público, seria eternamente credor do meu respeito e admiração e julgo que do respeito e admiração de todos os madeirenses; mostraria ser feito da massa de que se constroem os grandes líderes.
Ilusão fugaz: ao cair do poente fui definitivamente desenganado: parece que, afinal, as árvores saudáveis e de copas verdes têm fanicos e desabam encostas abaixo, sem aviso e partindo-se como frágeis caniços. E a coragem dos políticos continua ausente em parte incerta quando as tragédias acontecem.
A memória das vítimas merecia mais!

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Autárquicas 2017


PTP quer devolver a beleza e a paisagem pitoresca 
das Ribeiras no centro do Funchal

Raquel Coelho propõe a replantação das buganvílias, pintura e apontamentos em cantaria na Ribeira de Santa Luzia e Ribeira de João Gomes 


A candidatura do PTP às Eleições Autárquicas no concelho no Funchal , realizou uma iniciativa esta tarde, onde propôs devolver a beleza e a paisagem pitoresca das Ribeiras no centro do Funchal.

Raquel Coelho, entende que a intervenção feita pelo Governo Regional na Ribeira de Santa Luzia e Ribeira de João Gomes, a cidade do Funchal, perdeu o ar secular e pitoresco de outrora".

Autárquicas 2017


Poços de rega: Câmara do Funchal 
não cumpre com os seus deveres
  

A CDU apontou, nesta tarde, no Concelho do Funchal exemplos bem concretos de como a Câmara não cumpre com os seus deveres definidos pelo Decreto Legislativo Regional n.º 20/89/M de 28 de julho, quanto às medidas de segurança nos poços de rega.
Muitas são as situações lamentadas de mortes de crianças ou de pessoas idosas em poços de rega. Há cerca de 30 anos que existe legislação regional para a prevenção de riscos nos poços descobertos. No entanto a Câmara Municipal do Funchal é na Região o caso mais escandaloso de incumprimento das obrigações das autarquias.


DESAPARECIDA EM COMBATE



A nova Secretária da Inclusão tem andado desaparecida. Uma pequena averiguação, junto de pessoas que trabalham em diversos departamentos daquela Secretaria, e ficámos com a certeza que a nóvel governante, saiu da Madeira EM FÉRIAS logo após a tomada de posse no já distante dia 27 de Julho. Pelos vistos começou já cansada. Voltou à Madeira durante 3 dias, um deles para ir a reuniões em Lisboa e logo depois regressou às férias. Há expectativa de que esteja de novo em funções após o feriado de 15 de Agosto. Com 2 semaninhas de férias após a posse, deve vir cheia de força. Oxalá. Aquela Secretaria estava habituada a uma chefe cheia de genica e que não parava um minuto. A ver vamos.

Sandra Rosa


Uma maldição para a ladroagem





Caro amigo Luís Calisto

Não quero abusar da tua disponibilidade em publicar os meus artigos, mas como sabes tirei umas pequenas férias no estrangeiro e na minha ausência, uns seres inferiores, talvez uma espécie de homos neanderthalensis desconhecida, algum larápio esfaimado ou um traficante frustrado de animais domésticos, tiveram a ousadia de se introduzirem pela calada no meu galinheiro, situado na Quinta da Nora (atrás do campo do Liceu) e apoderaram-se dum lindo galo que eu lá tinha. 
A bela ave foi-me dada por um amigo de Santana (o Jacinto, que também gosta de animais), em troca dum jeitoso galinho palheiro, chamado Iglésias (os meus animais têm todos nomes).

Autárquicas/Funchal


Rubina Leal vai transformar 
o Museu do Açúcar em Galeria de Arte
Transformar o Museu do Açúcar numa Galeria de Arte, privilegiando a exposição de obras da autoria de artistas regionais, nacionais e internacionais, foi o projeto apresentado hoje pela candidata do PSD à Câmara Municipal do Funchal, após uma visita àquele edifício.

Rubina Leal defende que, tendo em conta o espaço envolvente, aquele é o local “ideal” para a criação de uma Galeria de Arte Municipal, onde possa haver “exposições temporárias de artistas regionais, nacionais e até mesmo internacionais”.

Autárquicas na Ribeira Brava



DRUMOND UTILIZA ASSOCIAÇÃO 
PARA FAZER CAMPANHA


Miguel Costa


Luís Drumond é, simultaneamente, professor destacado e presidente da Associação Desportiva do Campanário que, como é do domínio de todos é uma instituição pública sem fins lucrativos. Assim sendo, nenhum dirigente pode ser remunerado no exercício das suas funções.
Todavia, Drumond, que deve trabalhar gratuitamente pela sua associação, é bem pago pelo governo regional para o fazer e, como se já não bastasse o enorme tempo disponível de que dispõe para fazer as suas corridinhas matinais em pleno horário que deveria ser de serviço, ainda utiliza a sede e recursos da mesma para fazer campanha política.

Pedido simples


Senhores do Banco de Portugal
É muito bom lavar a cara da instituição. Mas sem descurar o saneamento interno dessas contas e dessas teorias que o BdP aplica nos jogos financeiros da lusa praça. A ver se deixamos de andar a pagar os resultados tóxicos de uma banca privada com os quais resultados nada temos a ver. Obrigado.


ROSEIRA DO SENHOR SANTO CRISTO FLORESCE NO JARDIM DO TOJAL
 Reza a lenda que Madre Teresa da Anunciada (1658 - 1738) cultivou uma roseira no Convento Esperança, que lhe dava flores todo o ano para colocar junto à imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
Num dos claustros deste convento em Ponta Delgada ainda se mantém o caule seco da roseira que teria sido cuidada por Madre Teresa da Anunciada e continuam a florir roseiras da mesma variedade.
Algumas estacas foram oferecidas ao Engenheiro Agrónomo Manuel Moniz da Ponte, que as enraizou com sucesso.
Uma dessas roseiras veio para a Madeira em Maio de 2016. Foi plantada e carinhosamente cuidada no Jardim do Tojal, na freguesia do Faial.
Aqui, como em São Miguel, a Roseira do Senhor Santo Cristo floresce todos os meses, apenas com pequenos intervalos para retemperar energias.
Ontem amanheceu assim!

Girândola no Monte


SAVOY PARADO 
NO DIA DO MESTRE

Silêncio absoluto: nem marteladas nem serradelas nem brocadores. O mostrenguinho dorme em dia de trabalho.




Quem passar hoje na Imperatriz ou no Infante há-de reparar que as obras do nosso mostrenguinho estão paradas. 

Sábado, alertaram-nos: o Avelino mandou parar aquilo e os trabalhadores estão a ser distribuídos por outras obras. Como as pessoas gostam de fazer filmes, esquecemos o caso. 
Hoje, os barulhos que até nos próprios fins-de-semana incomodam a vizinhança pura e simplesmente desapareceram.
Deram-nos uma explicação para o silêncio sepulcral da obra numa segunda-feira: o patrão mandou o pessoal de férias por causa do feriado.

domingo, 13 de agosto de 2017

Autárquicas 2017


Damião Coelho avança ainda com parque de lazer nas Figueirinhas

PSD quer requalificação da estrada do Aeroporto

Damião Coelho, candidato do PSD à presidência da Junta de Freguesia do Caniço, propôs hoje, domingo, a requalificação da antiga estrada do Aeroporto, com criação de uma rotunda nas Figueirinhas, bem como a criação de um parque de lazer no Pico das Eiras, para além de um parque infantil no complexo habitacional local.

Autárquicas/Porto Moniz


RUI NELSON quer recuperar acesso antigo a São Vicente
 Candidato quer roteiro etnográfico com ligação a todas as freguesias

A candidatura do PSD no Porto Moniz defende a recuperação do caminho antigo que ligava aquele concelho a São Vicente, sublinhando que o mesmo é o eixo de ligação entre as várias freguesias do Porto Moniz.

Autárquicas 2017


Candidato Independente apoiado pelo BE à Câmara da Ribeira Brava será um lutador contra "desemprego, pobreza e precariedade"



O Bloco de Esquerda Madeira apresentou hoje o candidato apoiado por esta força política à Câmara da Ribeira Brava. Trata-se do Independente José Luís Jaleco, um pequeno empresário que vive e trabalha na Freguesia do Campanário e que elege como grandes prioridades da sua candidatura o combate aos males sociais de que o Concelho padece.

Filipe Sousa no Caniço


Parque Infantil da Assomada renovado
foi apresentado à população



A Câmara Municipal de Santa Cruz apresentou, hoje, o renovado Parque Infantil da Assomada à população. A infra-estrutura foi benzida pelo pároco local.
Na ocasião, o Presidente Filipe Sousa destacou a recuperação financeira do Município, reconhecida agora pela República, o que coloca Santa Cruz na lista das autarquias que recuperaram financeiramente ao nível nacional e que saíram, por essa razão, dos constrangimentos do PAEL.

Autárquicas/Câmara de Lobos


CDU ataca falta de saneamento 
básico no Garachico





A CDU esteve hoje no Sítio do Garachico, em Câmara de Lobos, abordando a problemática relacionada com a falta de saneamento básico na localidade. Foi porta-voz da iniciativa o candidato à Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Alexandre Fernandes.
É inadmissível que nos dias de hoje, em pleno século XXI, um aglomerado populacional com a dimensão que o Garachico tem, esteja privado de um direito que é o acesso a uma rede de saneamento básico, condição fundamental de desenvolvimento humano.

Autárquicas 2017


PTP quer melhores condições 
para os feirantes do Santo da Serra



A candidatura do PTP à Câmara Municipal de Santa Cruz , foi esta manhã à feira do Santo da Serra contactar com os feirantes que ali vendem os seus artigos e defender melhores condições para aquele espaço.
“Não existe feira na Madeira que atraia tanta gente como a do Santo da Serra. Os nossos agricultores vendem aqui os seus produtos e vêm pessoas de toda a ilha, e até estrangeiros, aqui comprar.”

Autárquicas 2017


Candidato JPP à junta da Camacha 
visita zonas altas da freguesia 
O JPP esteve, esta manhã, nas zonas altas da Camacha, mais concretamente no Rochão, para apresentar o candidato à junta daquela freguesia.
Na oportunidade, Pedro Fernandes assumiu o compromisso de dar o melhor em prol da Camacha.

Autárquicas 2017


Rubina Leal quer jovens 
a participar ativamente 
na política de  futuro do Funchal
Porque os jovens são “essenciais” para o desenvolvimento do futuro de qualquer Cidade, a candidatura do PSD à Câmara Municipal do Funchal quer colocar a juventude no “centro” das suas políticas para o Município.
Este sábado, Dia Mundial da Juventude, Rubina Leal anunciou num encontro com jovens, que aconteceu na Barreirinha, que o Funchal será uma “Cidade de Oportunidades” para os jovens  com apoios ao arrendamento jovem, bolsa de terrenos municipais para a construção de habitação própria, programas de incentivo ao emprego e ao empreendedorismo, incubadora de empresas e criação de uma Bolsa Universitária e um Fundo de Emergência Universitário.

Autárquicas 2017


Requalificação da vereda 
da Calçada da Caldeira 
arranca em Câmara de Lobos
Continuar a investir nas acessibilidades, que têm beneficiado não só explorações agrícolas como núcleos habitacionais, é a garantia deixada este sábado pelo presidente da Junta de Freguesia de Câmara de Lobos, Celso Bettencourt.
O autarca, que se recandidata em Outubro a novo mandato, lembrou que nos últimos quatro anos foram requalificações cerca de 60 acessos pedonais. 

Autárquicas 2017


João Gabriel apresenta medidas 
para combater êxodo em Santana

O PSD quer combater o êxodo rural, sobretudo dos mais jovens, em Santana. E aponta este propósito como uma das prioridades para os próximos quatro anos, se reconquistar a autarquia. Neste sentido, João Gabriel Caldeira, candidato à presidência da Câmara, anunciou ontem um conjunto de propostas que visam fixar os jovens e combater a sua emigração.

Autárquicas 2017


A urgência de um novo projecto 
para a Zona Velha do Funchal


A CDU esteve ao longo da manhã deste sábado em contactos com os moradores da Zona Velha do Funchal.
A falta de um plano estruturado de intervenção para aquela zona histórica da Cidade, a degradação a que a maioria dos edifícios tem sido votado ao longo dos últimos anos, o desenraizar da identidade que é tão característica desta zona da Cidade, bem como os problemas de insegurança e as dificuldades de acessos dos meios de socorro, a quem ali reside, fizeram parte dos problemas colocados.