domingo, 2 de julho de 2017

Lopes da Fonseca visitou 'Feira do Gado'


Líder do CDS-PP pergunta ao Governo
pelos postos de trabalho na agricultura


O presidente do CDS-PP desafiou este domingo o secretário regional da Agricultura a dizer publicamente quantos postos de trabalho criou o sector primário, desde 2015, e a indicar a taxa de execução dos fundos comunitários para a agricultura.
António Lopes da Fonseca visitou este domingo a Feira Agropecuária do Porto Moniz, mostrou-se agradado com as melhorias introduzidas pelo Governo Regional em todo o recinto do certame, elogiou o desempenho dos agricultores e o esforço que fazem para, com o seu trabalho nem sempre reconhecido, contribuírem para a economia regional e a humanização da paisagem, mas disse que é preciso fazer “muito mais”.
“O Governo Regional apresentou a nova raça de vacas limousine, é bom para melhorarmos a nossa produção, mas é preciso fazer muito mais pelo sector primário, pela agricultura e pela produção de carne onde, em alguns sectores, já fomos auto-suficientes”, declarou António Lopes da Fonseca, depois de percorrer o recinto e trocar impressões com agricultores e produtores.

O líder da oposição regional disse que o sector agroalimentar em Portugal continental está a crescer dois dígitos ao ano e por isso desafiou o Governo Regional a apresentar publicamente resultados concretos das suas políticas, uma vez que este quadro comunitário está a acabar e é importante saber de que maneira a Região tem sabido aplicar os fundos estruturais para o sector. 
António Lopes da Fonseca afirma que a agricultura tem muito para crescer mas entende que isso só será possível se o Governo Regional simplificar os projetos e colocar técnicos a ajudar os agricultores.
O presidente do CDS-PP fez-se acompanhar de vários dirigentes do partido: o secretário-geral, Pedro Pereira, os presidentes das concelhias do CDS-PP Santa Cruz, Pedro Freitas, da concelhia da Ribeira Brava, Rafael Sousa, e do deputado e candidato à presidência da Assembleia Municipal de Câmara de Lobos, Roberto Rodrigues.


Texto e fotos: PP

11 comentários:

Edumadeira disse...

O quadro de apoio está a terminar? Deve ter um calendário diferentes, ou não sabe nada da matéria, o que me parece ser a realidade. Lamentável tanta ignorância em matérias tão importantes

Anónimo disse...

O Lopes da Fonseca está largo, parece uma limousine.

Anónimo disse...

A acabar? querem assustar os agricultores? 2020

Anónimo disse...

Santa incompetência!!!!
... Já não bastava o partido ter um candidato ao Funchal (Barreto) muito fraco?! Pelos vistos o CDS continuará a andar pelas ruas da amargura durante muito tempo.

Anónimo disse...

O Salamanca em 2019 vai voltar a ter dois deputados na alr e de graças a Deus

Anónimo disse...

não são estes que querem colocar gado solto nas serras do Funchal para destruir a reflorestação?

Anónimo disse...

Vão pôr as vacas limousine do Betinhos na serra a comer giesta e carqueja ?
Coitaditas, ainda ficam esqueléticas e mirradas.

Anónimo disse...

o que não vi foi frango fumado

Anónimo disse...

Não foram defender o pastoreio selvagem na serra como o vosso deputado Ricardo Vieira defende no funchal em associação com o Cafofo.

Anónimo disse...

Ricardo Vieira não era filho do Sr que deu nome ao Jardim Botanico o tal que defendia a serra livre de cabras?

Anónimo disse...

Ao contrário do Secretário da tutela que estå bem gordo. Vive-se à grande por aquela secretaria.