quinta-feira, 13 de julho de 2017

Autárquicas/Santana



CDU aprova linha de acção 
em defesa das populações das zonas altas



A candidatura da CDU aos órgãos autárquicos do concelho de Santana realizou, no centro da Cidade de Santana, junto ao Centro de Saúde, uma acção de pré-campanha, para abordar os problemas que afectam a população do concelho na área da saúde. Na ocasião o cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Santana, David Monteiro, proferiu a seguinte declaração:   
“Estamos conscientes de que Santana é um concelho com pouca população.
Estamos conscientes da existência uma população envelhecida!

Mas, também estamos conscientes de que não pode ser esse o argumento para perdemos o serviço de Urgências 24 horas.
Santana tem uma população distribuída por uma vasta área, com acessos difíceis onde, muitas vezes, a deslocação do doente se faz mesmo por veredas até à via de circulação automóvel, dificultado e demorando a sua assistência. Se a tudo isto se somar uma urgência inexistente, vemos o tamanho do desrespeito pelo nosso POVO.
Não há argumentação que justifique tal carência.
O motivo é meramente ECONOMICISTA! Mas, não tem que ser o POVO de Santana a pagar os buracos orçamentais!
Somos cidadãos que cumprimos os nossos deveres, e como tal, exigimos os nossos direitos!
Há que revindicar junto do governo Regional a retoma deste serviço, pois com uma população envelhecida, é cada vez mais importante haver um serviço de saúde mais próximo do doente. Estas pessoas precisam de um apoio mais direto e personalizado, com um acompanhamento mais atento por parte de todos os intervenientes.
O mesmo se pode dizer para o transporte de doentes da unidade hospitalar do Funchal para Santana. Idosos, doentes e incapacitados não têm porque demorar tanto tempo a chegar às suas residências!
O executivo da Câmara Municipal de Santana não tem tido uma postura reivindicativa junto do Governo Regional para garantir o acesso à saúde a quem reside no concelho.
A CDU vai continuar a lutar para garantir que a reposição do Serviço de Urgências de 24 horas no Centro de Saúde de Santana seja uma realidade, bem como continuaremos a defender um serviço de transporte de doentes não urgentes que dê efectiva resposta as populações.
Somos de Santana, não somos madeirenses de segunda!”
Funchal, 12 de Julho de 2017

Texto CDU

2 comentários:

Anónimo disse...

E o pedido de desculpa aos portomonizenses? Partido demagogo e ultrapassado! Não vale tudo! Se querem ser respeitados respeitem os eleitores!

Anónimo disse...

Este senhor, mesmo não sendo natural de Santana, já fez mais pelo concelho do que qualquer membro do executivo!