sábado, 8 de julho de 2017


Autarquices 2017




A desventura dos outdoors

Caro Calisto, por estes dias, no Funchal, já a procissão vai no adro. Contam-se as espingardas nas hostes da equipa laranja assim como na equipa cagança para o combate que se avizinha. Os primeiros, freneticamente preocupados com a reposição dos seus capangas na cidade do Funchal, procuram promover a imagem de puritanismo da Nossa Senhora do governo; os segundos, preocupados com a quebra de voluntários para a campanha, fazem-se à vida por via da imagem do grande chefe (ou grande marioneta, conforme a leitura que se faça). 
 O grande obreiro das eleições autárquicas de 2013, Miguel Iglésias, que sozinho, na poltrona da sua sabedoria, venceu as eleições no Funchal, já colocou em marcha de guerra o seu comandante favorito, Paulo Cafôfo. Depois de lançados os outdoors que salientam os feitos do comandante, fica a cidade à mercê da tática jardinista; obras eleitoralistas, chamar a si os aspectos politicos positivos dos últimos anos e parasitar a imagem do candidato. 
 Ontem dei por mim a ponderar socraticamente o verdadeiro significado da desventura dos outdoors e concluí que não são o que deveriam ser, Assim sendo, os outoors que se seguem deveriam estar à vista de todos pois a palavra-chave "cumprimos" é deveras honesta nesta campanha, as razões é que nos deixam um tanto insatisfeitos. 

Sinceramente,
Miguel Sousa

PS: Deixo as legendas dos outdoors ao seu critério. 



14 comentários:

SIA disse...

estu á espera de um outdoor gigante em que cafofo venha repetir que a camara faz o funchal jazz por 1/3 do valor
Isso foi repetido hoje no DN
Mas será?

Uma conta simples:
Custo do Jazz no tempo de albuquerque 200 mil. Mas a receita de billheteira era da Camara

Com Cafofo- dà 100 mil em notas mais toda a receita de bilheteira publicidade receita dos bares ou seja tudo mais os 100 000 em cash

qual a receita de bilheteira? vejamos se tiver 12 000 entradas pagas a 15,00 mas que vamos fazer contas como se fosse a 10,00 dará 120 000,00
somae mais publicidade e receitas de bares uns 10 000 TEREMOS A BRINCADEIRA DE 230 000,00

A camara deixa de receber 130 000,00 e ainda dá uns trocos de mais 100 000,00

Ainda vai continuae a dizer que a Camara faz melhor que antes e só gasta 1/3?



Anónimo disse...

12000 entradas pagas? Deve ser para rir...
este evento criado para satisfazer o gosto pessoal e erudito do actual presidente governo com o nosso dinheiro, não deve ter mais que 3000-4000 entradas pagas e qt mt o dobro de visitantes, sim que o resto é tudo gente fina que não paga, só convites

Anónimo disse...

EH EH EH EH O "Cantador" do Cafôfo é o verdadeiro chefe da cidade. Um paspalho cubano que agora apregoa o madeirense.

Anónimo disse...

O homem que f**** a coligação e afastou aqueles que genuinamente estavam na coligação porque acreditavam no projecto. Foi afastando um a um até restar os que estão por obrigação partidária ou os que têm algo a ganhar.

Anónimo disse...

Teno assistido as apresentações da Laal e é confrangedor ver o isolacionismo que esta votada. Por outro lado cultiva o sentido do eu, eu e na apresentação das freguesias os candidatos ficam em 2o plano. Isto anuncia derrota e começa a passar ja nas hostes isso mesmo.

Anónimo disse...

Esse é o verdadeiro presidente da camara , o outro é merionete , Iglesias na próxima terça feira recebe de novo os tubarões da LPM para combinar a estratégia de difamação dos adversários.
Atenção Carlos Pereira está incluído nos adversarios

Anónimo disse...

O Dr. José Miguel Mafra Iglésias é um génio político e os funchalenses (e até os madeirenses) deviam agradecer-lhe o facto de ele ter escolhido a Madeira como sua terra adoptiva. Verguem-se perante este vulto da política nacional, ó reles gentalha.

Anónimo disse...

A LPD já começou a trabalhar na RTP/Madeira com o M. Cunha para limpar a imagem do Cafofo. A LPD gabinete de propaganda mais caro do País pago pelo Cafofo também anda a preparar uma campanha negra contra Gil Canha, Carlos Pereira, Ricardo Oliveira do DN, e Luís Vilhena, todos adversários acérrimos de Cafofo.

Anónimo disse...

Não sei se perde as eleições. Talvez não. Mas notoriamente existem menos pessoas disponíveis para a campanha. Os que deram o coiro em 2013 foram esquecidos. Cafôfo cuspiu no prato de onde foi alimentado. Um líder que se aproveita do capital humano para se empoleirar aos seus ombros e subir na carreira, desprezando depois os seus apoios, não é líder nenhum.

Eu, O Santo disse...

Concordo plenamente com o anónimo da 13:21. "Um líder que se aproveita do capital humano para se empoleirar aos seus ombros e subir na carreira, desprezando depois os seus apoios, não é líder nenhum."... por alguns comentários que tenho visto cá no blog, Albuquerque também não é líder.

Anónimo disse...

Voto em cafofo por uma simples razão.
Albuquerque e Rubina o que fizeram enquanto presidente e vereadora na câmara? E como presidente e secretária neste governo?
Na minha opinião nada. Só promessas.
Então, deixo lá estar cafofo para não entregar mais poderes a este PSD. entregar de mão beijada os destinos da nossa terra e da nossa cidade nas mãos desta gente depois do que nós teem feito nos últimos dois anos?
Votei armas, avião cargueiro, subsídio mobilidade, votei em quem afirmou que tudo estava controlado nos incêndios,votei em quem não ouviu o povo e decide mudar o nome do nosso aeroporto como se fosse sua propriedade...
Agora vou votar em quem promete ciclovias, pistas de atletismo, parque estacionamento praia formosa (prova que está feita com Gil Canha) e fora o que ainda há de vir.
Em consciência... Cafofo.

Anónimo disse...

Dr? Agora qualquer chanfrado com uma licenciatura é doutor?

Anónimo disse...

Ó das 22.06, não esquecer o meu pedido do campo de golfe no Funchal.
Um campo público, não aquela coisa dos ingleses no Palheiro Ferreiro.

Anónimo disse...

Eu voto Rubina Leal, em consciência, pois é uma pessoa que tem mais que provas dadas do seu fantástico trabalho, quer como Vereadora, quer como Secretária Regional, é uma senhora sempre atenta aos problemas da população! Só quem não conhece a sua forma de trabalhar ou quem tem medo de perder o seu "tacho" é que dúvida e manda "farpas" à Dra Rubina Leal!