quinta-feira, 6 de julho de 2017

CDU previne


Avaliação da situação e medidas relativas 
à prevenção de incêndios


                A CDU agendou para hoje, dia 06/07, um ponto da Ordem de Trabalhos da Câmara Municipal do Funchal denominado “Avaliação da situação e medidas relativas à prevenção de incêndios”, procurando obter, quando se aproxima rapidamente a passagem do primeiro ano após os terríveis incêndios de 2016, informações concretas e qual o ponto da situação relativamente a um conjunto variado de questões, a maioria delas incluídas numa resolução apresentada pela CDU em Setembro de 2016, nomeadamente no que concerne à vigilância e meios de proximidade de combate a incêndios, limpeza de terrenos com particular incidência nas zonas de risco, estado da rede de bocas-de-incêndio, preservação do Parque Ecológico, identificação dos equipamentos públicos da cidade situados em zonas de risco, planos de emergência dos equipamentos públicos e grandes estabelecimentos privados.

            Importa referir que algumas medidas foram implementadas, embora, em alguns casos, com atrasos significativos, nomeadamente ao nível da limpeza dos terrenos (com mais de 600 notificações enviadas), do levantamento das bocas-de-incêndio e do seu estado (ainda em fase de finalização nas freguesias de Santo António e São Roque), acções de formação quer de bombeiros, quer de outros funcionários camarários, para além de diversas iniciativas relacionadas com o controle de infestantes e a aquisição de equipamentos diversos para o Parque Ecológico.
            No entanto, em questões mais profundas e essenciais como o é o caso do reordenamento florestal, continua a não existir uma articulação visível entre o Município e o Governo Regional.
            É, pois, com algumas preocupações que encaramos este período estival. Em Agosto de 2016, o Funchal viveu um dos períodos mais negros da sua história e os ensinamentos retirados devem servir essencialmente para que exista uma clara vontade política e sentido de responsabilidade na implementação de medidas que impeçam que situações como as do Verão passado voltem a assombrar o Funchal e as suas populações.


Funchal, 6 de Julho de 2017

P'la CDU/Madeira

8 comentários:

Anónimo disse...

A CDU no seu papel confortável de braço armado do psd o camarada Jerónimo tem de cá vir ver o que está Malta anda a fazer...

Anónimo disse...

A CDU vai ter o seu pior resultado de sempre ao insistir neste candidato.

Anónimo disse...

Para não falar do candidato no Porto Moniz, mas isso já nem entra para estatística! Porque se procurasse saber quem realmente ele é, jamais alguém lhe dava tempo de antena! Triste aceitarem qualquer coisa para cabeça de lista de um partido que merecia algum respeito!

Anónimo disse...

O Ricardo Lume é que devia ser candidato à Câmara! Jovem, competente e trabalhador.

Anónimo disse...

Haver a possibilidade de votar num partido anti-democrático e apoiante de regimes ditatoriais e assassinos pelo mundo é uma aberração.

Anónimo disse...

Libertaram algum esqueleto de dinossauro? Já havia seres com óculos no Plistocénico?

Anónimo disse...

Estes ainda não organizaram uma manifestação pró Maduro aqui na Madeira.
Para quando será ?

Anónimo disse...

A CDU hoje limita se a fazer o jogo do psd que o digam os escritos daquele engenheiro que escreve no DN aquele que é da CDU e trabalha para o novo hospital... assunto a aprofundar...