terça-feira, 11 de julho de 2017



O Príncipe das Cinderelas


Dionísio Andrade*

Só cá faltava o nosso "príncipe" que conseguiu a proeza de calçar o mesmo sapato em duas cinderelas (Berardo e Albuquerque) ao mesmo tempo! O drº Ricardo Vieira enquanto advogado do srº Joe Berardo, e ao mesmo tempo como vereador do CDS na CMF, pensa que está a tratar do caso do "Savoy", como se fossemos um bando de atrasados mentais ou de burros! Bem sei que o srº conseguiu a proeza de negociar um terreno, lá para os lados das Romeiras, um autêntico "abica burros" pelo mesmo valor que um terreno do quarteirão do Savoy, numa permuta vergonhosa que penalizou em muito a cidade do Funchal.
O drº Ricardo Vieira veio se insurgir contra "as carpideiras" que agora atacam o Savoy, num artigo de opinião no Funchal Notícias". Quando se começou a "cozinhar" o Savoy, o senhor Vieira deveria imediatamente suspender o seu mandato de vereador na CMF, ou até mesmo renunciar o mandato, para que outro eleito do CDS tivesse liberdade em consciência decidir o que era melhor para o Funchal e seus munícipes. Não é bloquear, e vir agora dizer que "não participou nas decisões do licenciamento por razões de incompatibilidade", como um "rato de sacristia" que está atrás do biombo, à espera que termine o banquete do senhor, para juntar as migalhas que ficam pelo chão! Eu estou farto de ver eleitos pelo povo irem para as autarquias e governo, tratar de assuntos de particulares. É por isso que a "mamadeira", expressão do meu amigo Juan Fernandez, é uma coutada de meia dúzia de endinheirados, e o povo na sua ignorância e simplicidade vai confiando o voto nestes "falsos representantes do povo"!
O drº Ricardo Vieira tem o desplante de afirmar que na altura, o projecto cumpria com as exigências do PUI (Plano de Urbanização do Infante que ele também ajudou a engendrar), ou seja faz-se um fato à medida do cliente, "roubando" tecido nas proximidades, como foi a inclusão dos terrenos do Parque de Santa Catarina no PUI, e depois chama-se o cliente para vir vestir o fato! Um PUI que teve como único beneficiário o srº Joe Berardo e srº Horácio Roque! 
O drº Ricardo Vieira também diz no meio de um "chorrilho de asneiras", diz que o PUI esteve em discussão e não se lembra de ninguém se ter insurgido. O senhor anda a comer muito queijo, ou então quer nos passar um atestado de incompetência! Para lhe avivar a memória, o drº Gil Canha e o drº Baltazar Aguiar foram à CMF há 8 anos atrás, e dizer que aquilo era uma loucura, e se os senhores vereadores queriam ficar ligados àquele crime urbanístico, com uma tarja enorme com a foto da maquete do "monstro" que se queria implantar entre a Av. do Infante e a Rua Imperatriz D. Amélia. E o único vereador a defender o mamarracho nessa reunião foi o senhor, que devia estar com o bico calado porque era advogado do promotor. Você devia ter vergonha de sua escandalosa promiscuidade, misturando a sua vida profissional com o cargo de vereador! (Quem anda a pregar moral em Igrejas e no Paço episcopal, isto fica-lhe mal)
Outra pérola do drº Vieira é afirmar que "É um disparate e não tem qualquer sentido diabolizar os planos de urbanização e adiar que o PDM nos salva"! Pois é drº Vieira! Os "patos-bravos" gostam muito dessa teoria porque tem sido através desses expedientes, que têm rebentado o Funchal e destruído muito património histórico, como sejam prédios do século XVIII e XIX.
Mas vendo bem as coisas, os senhores políticos não são os únicos responsáveis pelo nascimento destes "mamarrachos"! Como já afirmei no debate promovido pela Ordem dos Arquitectos na semana passada, o Ministério Público e os Tribunais são os principais responsáveis por estas aberrações, porque se tivessem feito o seu trabalhinho e "engavetado" meia dúzia de autarcas e governantes nada disto acontecia! Ou a violação das leis, PDM's e regras urbanísticas é permitido apenas para os príncipes do dinheiro?

* Presidente da Associação COSMOS, Associação de Defesa do Ambiente e Qualidade de Vida

33 comentários:

Anónimo disse...

Ah mãe c'u niervos! O srº jornalista Dionísio Andrade num espaço de 3 dias deu um porradão em 2 advogados e 2 deputados. Olhe, eu nã queria ser advogado ou deputado neste momento nesta terra, senão corria o risco de também apanhar uma sova! credo em cruz!

Anónimo disse...

É complicado ser sacristão nesta paróquia.

Anónimo disse...

Eu acho que o artigo do srº jornalista Dionísio Andrade foi muito violento! O drº Ricardo Vieira que cumpre sempre com os seus deveres religiosos não merecia este ataque feroz no Fénix! O srº Dionísio tem de se confessar porque a sua alma e o seu coração precisam de perdão e misericórdia!

Anónimo disse...

Discurso de um lambe botas...responde-lhe: LINDO. LINDO! E que tal todos os renovadinhos confessarem-se, que tratam mal os trabalhadores nos serviços do GR, ALM, que fazem trafulhices, despachos, mails, ridiculos, que colocam os trabalhadores mais qualificados nas prateleiras, que todos os dias fazem burrice, que destruiram serviços, incorrendo em crimes contra o Estado, que adoram show off, o faz de conta, que os sites intitucionais parecem uma casa dos segredos, ou big brother, com imensas fotos e o cortar de fitas...um terra de novela mexicana!!

Anónimo disse...

Temos tudo para sermos felizes e realizados. Bom clima, boa paisagem, um mar azul à nossa volta, noites aprazíveis e uma gente doce e agradecida. Mas há um elemento que, atingindo uma minoria, afecta toda a sociedade madeirense e a corrói: a inveja.
Tenho seguido neste espaço único de debate e reflexão que é o Fénix do Atlântico as aparições do Sr. Dionísio de Andrade. E, mesmo ao mais distraído dos leitores, há uma coisa que não escapa: o Sr. Dionísio de Andrade, jornalista de pergaminhos, foi tomado pela inveja e move-se no espaço público em função do despeito.
Ultimamente deu-lhe para atacar a mais impoluta classe da nossa sociedade: os Advogados.
Não há pachorra para isto. O Sr. Dionísio de Andrade, se quiser, ataque à vontade padres pedinchões, construtores civis, médicos marceneiros, mediadores imobiliários, taxistas ou quem mais lhe der na veneta, mas deixe em paz aqueles que ainda fazem alguma coisa pela justiça na nossa terra, muitas vezes em pura perda e com sacrifícios das suas famílias - os ADVOGADOS.
Com este escrito Dionísio de Andrade atingiu o limite. Chegou a hora do nosso bastonário responder em nome de toda a classe!

Anónimo disse...

O CDS sempre fez o seu papel , com Ricardo Vieira ou com José Manuel Rodrigues , o partido das negociatas.

Anónimo disse...

O comentário das 19:52 só pode ser para rir às gargalhadas, espere: hahahahahahahahaha

Anónimo disse...

Lol
Qual porrada? Anda a dormir , o Dr Ricardo Vieira e o Dr José Prada passam por cima deste homenzinho que não diz coisa com coisa

Anónimo disse...

Tem toda a razão no que diz, mas acha que o nosso Bastonoria deva perder do seu tempo para responder a este Trazan comuna de meia tigela? Nem merece atenção do Fenix...

Anónimo disse...

O anónimo das 19:52 vem para aqui branquear o papel de advogados, como o dr. Ricardo Vieira que sempre defendeu os grandes promotores, como o caso do hotel CS e agora da troca do terreno de ratos por mais construção no aborto do Savoy. A ordem tem de intervir para expulsar advogados que comentam idiotices!

Anónimo disse...

Na inauguração do Savoy, o Iglésias e o Ricardo Vieira vão cantar aleluia em honra da viloada.

Anónimo disse...

Eu também considero que o srº Dionísio Andrade já ultrapassou todas as medidas. Em menos de uma semana, este já é o segundo ataque a uma classe prestigiada e honrada, e não há ninguém que consiga travar este srº jornalista? Não compreendo o que é que este senhor tem contra os advogados? Alguém tem de fazer alguma coisa para não haver um terceiro ataque a esta classe muitas vezes humilhada.

Anónimo disse...

um aumento permitido pelo Cafofo a este prédio horrível corresponde a um total de 19000m2 de construção isso dá em média para 190 apartamentos T2, estou a fazer bem as contas?

Anónimo disse...

O dr. Ricardo Vieira sabe é cantar nas catedrais do dinheiro.

Anónimo disse...

O nível por aqui é fraco o pessoal não compreende ironia.... não vale a pena lolololll

Anónimo disse...

Anónimo das 21:20

Mais dois com perdas de memória do que fizeram e fazem, quer dizer.

Anónimo disse...

E o hino à sabujice do FN? Só faltou uma ode ao deputaod da oposição favorito do Único Importante...

https://funchalnoticias.net/2017/07/11/cronica-urbana-arquitetura-e-a-filha-prodiga-da-engenharia/

Anónimo disse...


O melhor está para vir que é um chorudo pedido de indemnização do promotor à Câmara Municipal do Funchal.

O Secretário Regional do Turismo no seu recente comunicado foi claro. Chamou mentiroso a Cafôfo. Escreveu e sublinhou que o último contacto que a secretaria do Turismo teve com este processo foi em 2009.

Ou seja, Cafôfo quando prorrogou a licença em 2015 não solicitou parecer ao Turismo e deveria e pior que isso quando está a permitir que a construção se faça com mais de 100 quartos que a licença de 2009, com base num requerimento que entrou na Câmara do Funchal em Março deste ano e que nunca foi aprovado na Câmara do Funchal, também não objecto requereu o devido parecer da secretaria do turismo.

E não é que o Novo POT, recentemente aprovado na Assembleia Legislativa Regional não permite hotéis com mais de 80 quartos a não ser em circunstâncias que não se aplicam neste caso. E não permite aumento de capacidades em quartos a não ser em situações em que já havia capacidades já aprovadas, o que não se verifica.

Ou seja, mesmo que a Secretaria do Turismo estivesse com vontade de branquear a Câmara do Funchal de Cafofo, aprovando a nova capacidade, a lei não lhe permite.

Em resultado, não estou a ver como será esta obra licenciada, como se poderá sair deste imbróglio.

Com perto de 150.000 milhões de euros investidos já no terreno e na obra, o promotor tem toda a legitimidade em se virar para a Câmara do Funchal e pedir responsabilidades.

Anónimo disse...

Deixe-se de tretas, Dionisio, seja consequente, queixe-se a procuradoria geral da república ou ao ministério público.
Nem precisa de inventar, o Prada já lhe deu vários argumentos para embargar a obra e mandar alguém preso.
Já aqui vi escrito que também por causa do novo POT não vai ser possível o <turismo licenciar a obra e que o AFA pode pedir indemnização a Câmara do Funchal
Caso contrário, são balelas e mais balelas Para provar que está vivo. Há eleições na Cosmos?

Anónimo disse...

Boa ideia tem o comentador das 07:22 é apresentar queixa no Ministério Público! Mas a pessoa mais indicada é o drº José Prada que tem os documentos todos e os estudos todos feitos para embargar a obra, e além disso é advogado, melhor do que ninguém para fazer esse trabalhinho do que ele! Ou será que o senhor comentador das 07:22 é o José Prada?

Anónimo disse...

Mas quem no seu perfeito juízo apresenta queixa no Ministério Público sobre violação das regras urbanísticas e violação de PDM's? Só se não tivesse bom da cabeça! Levam sempre uma banhada do MP- Veja-se o caso da Quinta do Lorde e do Dolce Vita! Há gente aqui que não está a ver bem o filme onde está metido. Mais a mais, o srº jornalista Dionísio Andrade acusou o MP e os tribunais de nada fazer para travar estas aberrações urbanísticas. As queixas vão parar ao caixote do lixo desde que tenha a ver com os "tubarões do betão"!

Anónimo disse...

Atenção, quem disse que ia apresentar queixa no MP foi a Violante. Ela já foi? O Danilo foi com ela ou foi sozinha?!

Anónimo disse...

Sr. Dionisio, já que está contra desde o início, porque não se queixou nos tribunais, na judiciária, na procuradoria, no ministério público?
Isso é que era uma prova de vida da Quercus.
Mas ainda vai bem a tempo.
Ou tem medo de machucar a geringonça do Cafofo no Funchal?
Pode-se gostar ou não gostar do mamarracho - para mim é horrível, mas, violação da lei e até crime parece-me que apenas haverá a parti de 2015 até à data actual.Mande investigar o que se passou na CMF em Novembro e Dezembro de 2015.
E o que lá se passa agora.

Anónimo disse...

Ficou ciumento por o Prada em dois artigos ter descoberto o que você nestes anos todos não conseguiu ver?
Sempre pode contratá-lo para apresentar queixa, talvez ele ofereça os seus serviços.
Ao contrário do sacristão Ricardo Vieira, o Prada em 2009 não era nem vereador, nem deputado municipal. Por isso, não poderia ter votado contra ou se abstido, quando aprovaram o plano de urbanização do Infante em 2008 que originou depois a aprovação do mamarracho.
Olhe, quem se absteve na altura, foi o Arq. Vilhena. Que hoje tem a lata de dizer que não sabia sobre o que estava a votar. Ou seja, votou de cruz. Já então era Maria vai com as outras. Agora a outra é o Carlos Pereira....

Anónimo disse...

Dionisio, não deixe a Violante ir apresentar a queixa sozinha
Ela vai roubar-lhe todo o protagonismo.
Mas não se esqueça de na queixa requerer que investiguem o que se passou na CMF no final de 2015 e o que se passou neste ano sobre o Savoy. Se quer ter algum sucesso ...

Anónimo disse...

Apresente você a queixa pois a Violante não vai fazê-lo, quer apostar?
Já devem ter sensibilizado o marido, mandatário da Confiança para não fazê-lo, pois, se ela o fizer quem vai sair bem chamuscado é Cafofo e companhia.
Ou embargue a obra.
Isso é que era um grande feito que os funchalenses ficavam a dever à Cosmos e a si
Se forem apenas artigos sobre o Savoy no Fenix, prefiro 10 vezes mais os do Prada. Não são apenas considerações abstractas como os sues. Tem factos, aponta as violações da lei, etc.

Anónimo disse...

Há aqui um senhor sempre a defender o srº José Prada, e sempre com os mesmos argumentos! Querem ver que o senhor é o mesmo José Prada? Ou será que anda à "gosma" de algum trabalhinho no escritório de advogados?

Anónimo disse...

Eu tenho uma solução para o Savoy! Visto que aquele mamarracho é muito parecido com um navio, visto do mar, parece aqueles transatlânticos, ou vapores do Cabo; coloquem umas chaminés em cima do prédio, e se algum turista perguntar o que aconteceu, digam que foi um navio que encalhou trazido por um tsunami. O Savoy com umas chaminés poderá ficar muito parecido com o Queen Elisabeth II.

Anónimo disse...

Ou eleitores preocupados com o estado da região que só querem o bem desta

Anónimo disse...

Porquê ? Tá com inveja senhor Carlos Rodrigues/ Jaime Ramos Júnior?

Anónimo disse...

Os Lesados (e Pseudo-lesados) do BANIF não vão durar para sempre...

Anónimo disse...

Vejo aqui muita gente a instigar o srº Dionísio Andrade a apresentar queixa no MP! Devem pensar que ele é burro? Ele e o Gil Canha já não sabem o que se passou com o processo "Cuba Livre", e os processos da Quinta do Lorde e do Dolce Vita? Em todos eles o MP deu sopa! Eu já vou a correr para lá... não querem ir comigo?

Anónimo disse...

O dr. Prada que avance com o processo, já que acha que há matéria para tal! Ou vai ficar-se pela conversa, como um fariseu? Se não o fizer, só demonstra que esta conversa toda é areia para os olhos do Povo...