domingo, 9 de julho de 2017

Opinião


Pradaria verdinha!
  
Dionísio Andrade*

Hoje de manhã quando me deu vontade de ir à casa de banho, peguei no DN para ver se havia muito "branqueamento" do que se passa de trágico nesta "mamadeira", uma expressão que tem direito de autor, e pertence ao meu amigo Juan Fernandez. Chamou-me à atenção a fotografia do "mamarracho" do Savoy comentado pelo Drº José Prada digníssimo deputado do PPD desde o tempo do jardinismo e apoiante de Miguel Albuquerque, um dos "carrascos" do Funchal do século XXI, e um dos principais responsáveis por este aborto a par do Profº Paulo Cafôfo! 


Logo que vi a sua fotografia por baixo do "King Kong" senti uns suores frios, e pus-me a pensar: - Nós activistas ambientais que andámos há vários anos a lutar contra este, e outros atentados urbanísticos, com vários comunicados da Associação Ambientalista COSMOS, da qual sou o presidente, com várias conferências de imprensa contra esta desorganização urbanística-intestinal, com acções em tribunal para parar com a destruição do nosso património ambiental e paisagístico, com presenças na reunião de câmara para alertar o Presidente Miguel Albuquerque e sua vereação para o crime que se estava a cometer, e nunca em nenhum destas acções vi o srº Prada nem os actuais campeões do património, a contestar esta aberração urbanística! 
Na passada 6º feira, dia 7 de julho, mesmo com a "patinha" partida, arrastando-me a todo o custo, como um animal ferido, lá compareci na Ordem dos Arquitectos para debater esta "desgraça " que a todos vai nos arruinar, e pensava eu, que iria encontrar o srº deputado do PSD, ultimamente muito activo a "disparar" a sua arma de artilharia unicamente contra a “Murdança cafofiana”.  Mas não vi o srº Prada a contestar esta aberração urbanística e apontar os seus responsáveis, porque há responsáveis! 
E como sou jornalista, e sei que a comunicação social na "mamadeira" está praticamente amordaçada a troco do vil metal, e as minhas palavras nesse debate foram censuradas, aqui vai o "míssil terra-ar" para quem quiser o apanhar: Eu referi nesse debate, que o principal responsável pelo aparecimento destes "mamarrachos", e violação dos Planos Directores Municipais, e outras regras urbanísticas são o Ministério Público, que tem o dever de nos representar quando em causa está a violação das leis, e acusar quem prevaricou; e os Tribunais, o dever de os julgar e condenar. A COSMOS tem uma acção em tribunal contra a Quinta do Lorde, e até ao momento não se passou nada! Se os tribunais na "mamadeira" tivessem condenado os autarcas que fazem estas violações, como aconteceu em outros concelhos do país, com penas de prisão e perdas de mandato, garanto-vos que não iria aparecer mais nenhum Savoy!
E o srº Prada agora aparece como o paladino defensor das regras urbanísticas!  Olhe drº José Prada! Crie uma associação de defesa das regras urbanísticas, porque os "patos bravos" vão continuar com a sua saga destrutiva!

* Presidente da Associação Ambientalista e Qualidade de Vida, COSMOS

46 comentários:

Anónimo disse...

O Sr. Prada e outros renovadinhos deviam estar calados e ...levar o sei que é para isso que se mantém à tona.

Anónimo disse...

O problema dos renovsdinhos é não terem vergonha na cara e julgarem que os outros são tontos e alicinados como eles em outubro vão ter um desgosto graças a Deus

Anónimo disse...

Mas a verdade, verdadinha, é que a assinatura para construir o Savoy é a do Cafofo. Se ele quisesse era só não ter assinado e Puffff. Não havia Savoy! Uma coisa é querer outra é fazer, e isso meus amigos, quem fez, por mais neoblanc que queiram deitar, é exclusiva responsabilidade de Cafofo e seus muchachos!

Anónimo disse...

•••há quem à custa dos "renovadinhos" ... dos "lesados do BANIF" "vá fazendo pela vida"

Anónimo disse...

Empurrar a culpa para o Cafofo é de uma grande desonestidade intelectual! fizeram, no mandato do Albuquerque, planos de urbanização para construírem volumetrias absurdas, aprovaram inclusive o projeto do novo Savoy! e depois, o Cafofo é que deveria declarar a caducidade da licença, para evitar obra! Isto é a mesma coisa que ser contra o aborto, e não usar preservativo de propósito, para depois abortar...palhaços!!!

Eu, O Santo disse...

Concordo plenamente com a parte do MP.

Anónimo disse...

Alguém deveria enviar este artigo de opinião para a Procuradoria Geral da República, para o Presidente da República e para a Assembleia da República para os senhores em Lisboa verem porque razão os "mamarrachos" vão surgindo na Madeira como é o caso do Savoy, Dolce Vida, Quinta do Lorde, moradias VIP e outras aberrações urbanísticas sem que os tribunais e o MP ponham cobro a esta anarquia urbanística!

Anónimo disse...

É que não se aproveita nenhum, nem JM, nem DN, nem RTP Madeira!

Anónimo disse...

Por muito neoblanc que você e os seus amigos renovadinhos queiram deitar, isso é pura mentira e quem criou de forma mafiosa este mamarracho sabemos Mt bem quem
foi. Não há vergonha realmente. Muito bem esteve o Sr Dionisio Andrade com o seu texto

Anónimo disse...

O Cafofo é muito pior do que todos os que lá andaram antes , só em três anos deu cabo do Funchal e autorizou , sim foi ele que autorizou , aquele mamarracho.

Anónimo disse...

"E como sou jornalista, e sei que a comunicação social na 'mamadeira' está praticamente amordaçada a troco do vil metal"

O povo foi enganado pelos políticos. Pelo Albuquerque que não cumpriu as promessas eleitorais. Em vez disso anda a amparar o jogo dos interesses instalados prejudicando assim os madeirenses. E o povo também foi enganado pelo Cafôfo que também não faz nada de jeito e só gasta dinheiro em festivais.

Como se isso não bastasse agora o povo também é enganado pela comunicação social. Que tristeza. Como é que Madeira vai sair deste nó cego?

SIA disse...

Sobre o Savoy já sabemos que uns vao atribuir culpas ao cafofo outros a Albuquerque, mas a verdade é que só um esta´a ganhar Avelino Farinha
Nesta de acusaçoes de e para, tudo isso é conversa fiada e sem qualquer efeito pratico. Se alguem pode fazer alguma coisa seria o MP, mas vai investigar? Tambem já vem tarde

Anónimo disse...

Dionisio tem absoluta razão. Quando estavam a congeminar o crime, vocês alertaram mas ninguém fez caso, agora até a Violante quer fazer um livro para lavar a sujidade do Cafofo e toda a gente abre o bico!

Anónimo disse...

E vão ter no hotel lojas, supermercados e os estabelecimentos que levaram com o barulho e ruido do estaleiro do hotel vão agora comer com concorrência feroz de fast food e guerras de preços. Não voto mais neste Cafofo, prefiro morrer...

Anónimo disse...

É duma desonestidade sem limites, dizer que a culpa é do Cafôfo. A culpa é da anterior vereação.A culpa é de Albuquerque e da sua equipa. Senhor Prada não tape o sol com a peneira, que o povo já o topou.

Anónimo disse...

Mas a verdade verdadinha é que a assinatura para construir o Savoy é do Albuquerque.O Savoy é da exclusiva responsabilidade do Albuquerque e dos seus muchachos. Não há neoblanc que braqueie a paternidade do mosntro.

Anónimo disse...

O Albuquerque é o papá e o Cafofo pariu a criança, com muita alegria, diz ele, porque até disse no Diário que estava contente e que seria uma grande coisa para a cidade... o aborto!

Anónimo disse...

Morre que não se perde nada! Mas que estupidez gritante...

Anónimo disse...

Mandem para o MP e para a Procuradoria o preocesso do Savoy, mas não se esqueçam de pedir para alargar âmbito da investigação ao que se passou nos corredores da CMF nos idos de Dezembro de 2015: que correria para prrrogar a licença de obras e para o que se passou agora com aumento de área de construção, de implantação e de quartos.
Não é por nada, mas apenas por estes temas é que a investigação é pertinente

Anónimo disse...

Tanta verborreia Dionisio e nada.
Nem uma palavra para contrariar o que o Prada escreveu nas duas partess do Progrnitor do Mastodonte.
Custa assim tanto admitir que ele tem razão?
Que o Cafofo podia não ter prorrogado a licença? Que o que está a ser feito é muito mais do que estava previsto em 2009 e que a CMF está autorizar que se façam as obras sem decidir formalmente.

Anónimo disse...

A maior responsabilidade do Savoy é do a Cafofo, não há máquina de lavar, lixivia ou detergente que branqueie a paternidade do mamarracho

Anónimo disse...

O Dr. Prada estava fora da Madeira. Por acaso vi-o embarcar na 6a feira de manhã para Lisboa.
Mas se estivesse no lugar dele não ia a um debate organizado apenas para branquear a actuação de Cafofo neste processo para ouvi-lo falar, a uma bióloga e a um engenheiro, em defesa acérrima da CMF sem perceber nada das regras da edificação urbana. Olhe, o vereador Domingos que lá esteve, esteve calado que nem um rato. Tera sido por ter peso na consciência?

Anónimo disse...

Ao comentador das 7.04. Essa está boa! O que o drº Prada disse os ambientalistas estão fartos de dizer há vários anos! O que o drº Prada quer agora é aproveitamento político do caso, mas quando foi para lutar contra o mamarracho, Prada este calado que nem um rato, a exemplo de outros que agora dizem-se defensores do património e urbanismo! Vão mas é passear!

Anónimo disse...

Dionísio,

Eu estava no debate da Ordem dos Economistas
Foi você que fez coro com o casal Matos no debate da Ordem dos Arquitectos?
então foi isso? já percebi o filme todo.
A bióloga e o engenheiro sem perceberem patavina do que estava em causa defenderam o Cafofo com unhas e dentes. Nem foi necessário ao vereador Domingos Rodrigues, que também lá estava, abrir a boca. Será que ele, ao contrário de Cafofo, está incomodado com o que se passou na câmara de Cafofo?
Você também defende que Cafofo não poderia fazer nada em 2015 como ele disse, limitando-se a prorrogar a licença. Foi isso que a bióloga defendeu em defesa do Cafofo.
Você também defende o aumento da construção do número de quartos, sem nada estar autorizado pelo Turismo? Foi isso que o engenheiro defendeu.
Se você defende isso, é bem pior que o Dr. Prada que vem denunciando - E MUITO BEM - pois já se percebeu que andam todos muito nervosos

Anónimo disse...

Leia com atenção os artigos do Prada neste blogue sobre o mamarracho. Ele chama-lhe mastodonte.
Veja lá se ele branqueia o licenciamento de 2009.
Não vê lá uma frase nesse sentido.
Ele denunciou o que se passou na Câmara do Funchal em 2015, quando da prorrogação da licença e o que se está a passar agora com mais área de construção e mais quartos em construção não licenciados. Vocês da Cosmos deviam ser menos obtusos e ver em todas as direcções. Se não gostam, mesmo que tenha a assinatura e marca dos vossos, deviam denunciar.

Anónimo disse...

Dionísio,

Recomendo que faça duas coisas, isso é que seria uma prova dee vida da Cosmos, e não este artigo:

- Junte-se à queixa da bióloga Violante Matos que ela vai fazer no MP e na PGR (será que vai mesmo). Solicite que tenham em atenção, especialmente,

a) ao que se passou nos corredores da CMF na 2ª quinzena de Novembro/primeira quinzena de Dezembro, quando Cafofo e a sua vereação prorrogaram a licença de obras
b) ao que se está a passar agora para a câmara de Cafofo não fiscalizar e constatar que está a ser construído no local (a até talvez mais) que o que foi apresentado no requerimento de Março deste ano na câmara que não foi licenciado na amara nem mereceu o parecer do turismo

- Embargue a obra


E vai perceber se os culpados são o Governo ou a autarquia anterior se é esta autarquia de Cafofo.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Queixe-se ao Ministério Público, à procuradoria, aos tribunais.
O Prada, nos dois artigos que escreveu neste blogue, deu boas razões para ter sucesso nessas queixas.
Basta juntá-los aos seus requerimentos.
O Prada fez toda a papinha, o trabalho de casa que a Cosmos devia ter feito.
Pobre a mal agradecido, sr dionisio

Anónimo disse...

Ao comentador das 10.16 Essa é boa. O que o Dr. Prada escreveu nos dois artigos aqui no Fenix e nesse comentário a uma foto no Diário de Notícias, nunca foi dito pelos ambientalistas.
Leia e releia o que escreveu o Prada. Não escreva asneiras.

Anónimo disse...

Estou farto de oportunistas e parasitas políticos!

Anónimo disse...

Já vi que o que aqui tem sido escrito pelo srº Prada, ele nunca esteve com o srº Miguel Albuquerque, nem nunca o apoiou! É preciso ter uma grande lata, ou pensar que somos todos um bando de mentecaptos, ou burros!

Anónimo disse...


Não sou advogado do Zé Prada. Ele não precisa disso.

Mas ele, ao contrário de outros, não se colocou em bicos de pés, para que lhe dessem este ou aquele tacho. Tem um bom escritório de advocacia, com clientela que vem do pai, há muitos anos, que soube acarinhar e manter. É deputado, pelo PSD-M há muitos anos.

Podia, como muitos outros, não estar para se chatear. Era-lhe mais cômodo assistir a tudo sem se manifestar.

Se tem vindo a escrever nos últimos tempos aqui no Fenix lá terá as suas razões. Porque são questões jurídicas e tem visto as leis serem muito mal tratadas. Porque quer desmascaram o Cafôfo tantas sãs as mentiras ditas por baixo daquele sorriso pepsodente. Porque quer ajudar a Rubina a ganhar a Câmara que encabeça a lista do PSD, o seu partido de sempre. Porque, porque. Podem ser muitas as razões.

Deve estar a fazê-lo de forma pessoalmente desinteressada. Julgo que não quer ir para vereador, nem tem vida para isso.

E, já agora, para os que se esquecem do percurso dele mais recente no PSD-M, colando-o aos Renovadinhos, fiquem sabendo que ele era o presidente do conselho de jurisdição quando o AJJ era o presidente do partido. Apesar de muitas pressões vindas de todo o lado - todos se lembram - ele cumpriu a lei e os estatutos do partido e não expulsou do partido o M Albuquerque e outros como AJJ e muitos outros queriam. Teria sido mais cómodo ter cedido a AJJ e seus seguidores. Não teria passado pelo que passou, pelo enxovalho que tentaram...

Não creio que tenha apoiado ninguém nas directas do PSD. Se alguém apoiou deve ter sido o seu amigo de sempre, Manel António Correia.

Se entretanto Miguel Albuquerque manteve-o na lista do PSD, não foi por ter sido seu apontaste, mas porque lhe reconheceu capacidade e competência para isso.

Portanto, ele não precisava de estar ao lado do M Albuquerque ou de outro lado qualquer para escrever o que escreveu.

Tem todo o direito para escrever o que escreveu das mentiras do Cafôfo sobre as contas da Camara, das mentiras do Cafôfo sobre não ter podido deixar de prorrogar a licença do Savoy.

Até acho que no PSD-M actual há quem entenda que ele não deve escrever sobre o Savoy....

Zé, escreve sobre tudo o que entenderes por bem. Eu, por mim, estou a gostar e muito.
Vejo muita gente nervosa.
Se bem te conheço, deve estar a te dar enorme gozo.
Continua, amigo. Não sabes quem eu sou, porque se soubesses, tenho a certeza que me darias uma bronca por estar aqui com estes elogios.

Anónimo disse...

Dionisio vermelhinho,

Era obrigatório ir ido ao debate? Não estamos na União Soviética!

De certeza que o Prada deu o seu tempo por muito mais bem empregue. Para ouvi-lo, à biologia Matos, ao engenheiro Matos, que agora são cafofianos de nascença, depois de terem recorrido quase todos os partidos, dizerem balelas e se meterem em temas sobre os quais nada sabem.

O Prada terá tido as suas razões para não ter ido ao debate. Mesmo que estivesse aleijado, de um asa e não da pata, como você, se estava fora da Madeira, como alguém disse que estava, nem a voar dava para cá chegar...

Você até pode ter razão no que fala sobre o Savoy, mas não tem rigorosamente nada a ver sobre o que escreveu o Prada. Ou você que ter a exclusividade sobre o tema Savoy?

E se está deveras preocupado com o Savoy, meta uma acção em tribunal. Se calhar, é melhor contratar o Prada, pois, pelo que ele escreveu, pode ajudá-lo a ganha-la


Cumprimentos rosas anti Mudança/Confiança

Anónimo disse...

E mais nada...
Para não falar que o prada falou em termos jurídicos e não de tretas do ambiente que ninguém quer saber , só estes iluminados!

Anónimo disse...

Mas é mentira ou verdade?
Deixem se de tretas e admitam que o Prada falou a verdade e qu cafofo poderia ter feito MUITO mais e NÃO FEZ NADA!

Anónimo disse...

Bem , depois de ler tantas anormalidades por aqui decide para intervir acerca do assunto em questão. Então lá vai :

1) Senhor Dionisio , recomendo-lhe a leitura atenta aos artigos escritos por José Prada, visto que o senhor parece não ter feito a interpretação correta (ou então não lhe convinha ). O que Prada respondeu foi puramente a questões jurídicas (argumentos esses que a COSMOS não soube elaborar nas queixas que fez )...

2) Se não fosse tão ingrato aproveitaria o Trabalho que o Dr fez , já que os senhores não o souberam fazer da melhor maneira...

3). Cafofo disse mal do savoy na sua primeira campanha , teve oportunidade de sair bem neste professor prorrogando o projeto mas NÃO FEZ NADA!

4) Prada nunca foi apoiaste de Albuquerque , nunca fez campanha por este aquando das eleições internas .Simplesmente fez cumprir os estatutos do partidos , suportando ameaças pessoas vindas de AJJ e Joao Cunha e Silva...

5) Para quem diz que Prada é apoiante de Miguel Albuquerque basta ler o que foi dito neste blogue sobre os almoços recorrentes deste com Manuel António e Companhia para ver que está a ser preparada (e bem) uma tomada no partido de todos nós , que é o PSD!

6) Este texto escrito por este senhor que ninguém conhece de lado nenhum (mas eu conheço a sua inveja de há muitos anos ) mostra um completo ciúme pelos artigos de Prada estarem a ter impacto na sociedade e na imprensa ao contrário das posições da sua "associação" desconhecida, mas outra coisa não seria esperar já que o Prada é mais conhecido e mais confiável que está COSMOS ou lá como se chama hahah


Agora responda Sr Dionisio ...

Anónimo disse...

Muito bem dito, grande verdade!
Sublinho a parte que diz que existem alguns no PSD-M que não querem que o Prada escreva estes artigos !
Grande Prada, continua assim que ainda vais mais longe !

Anónimo disse...

Aí que o Dionisio vai ficar ainda mais nervoso depois deste comentário!!
Hahahah lindo

Anónimo disse...

Oh senhor Dionisio, o Prada disse algo de errado??
Falou sobre temas jurídicos que o senhor e a sua associacaozinha nunca souberam aprofundar tão bem!! Grande Prada, continua a falar com o Manuel António que consegues tirar o lugar ao Albuquerque! Conta com o povo ao teu lado!

Anónimo disse...

Grande Dionísio! Grande Dionísio! Vocês do PND e da Cosmos é que alertaram a populaça para esta desgraça, o Gil foi mais o Baltasar para a reunião publica da Câmara há oito anos alertar para o caixote. Eram loucos! Agora aparece o Prada e já é o herói juntamente com a Viola. P. que os p... a todos!

Anónimo disse...

Isto é deitar fogo à peça, parabéns Dionisio porque tocaste na ferida, os lambuzas do DN chamaram o Prada mas não chamaram as pessoas que lutaram anos contra o aborto. Deviam embrulhar peixe com o DN ou tapar vidros de lojas vazias com o pasquim!

Anónimo disse...

Como teria sido tão bom, ter ouvido a srª Violante de Matos e o srº José Prada quando começou a ser congeminado o "mamarracho" do Savoy em 2009 nas catacumbas da CMF? Com esses pareceres técnico-jurídicos do srº Prada, teriamos de certeza impedido este "aborto" nado-morto! Afinal o srº deputado tinha a solução e esqueceu-se de mostrar em tempo útil? E a srª Violante de Matos também poderia ter apresentado queixa no MP no tempo do Miguel Albuquerque e esqueceu-se de o fazer? Dai-me paciência Nosso Senhor Jesus Cristo para aturar estas balelas, e estes oportunistas!

Anónimo disse...

Porque razão Danilo Matos o guardião do património regional não abriu o bico em 2009? Porque razão a Violante não atacou a troca com o abica burros no pico das Romeiras nem atacou o Cafofo quando no DN disse que o projecto era um mais valia para a cidade?

Anónimo disse...

Está aí uma bronca para rebentará.

O melhor está para vir que é um chorudo pedido de indemnização do promotor à Câmara Municipal do Funchal.

O Secretário Regional do Turismo no seu recente comunicado foi claro. Chamou mentiroso a Cafôfo. Escreveu e sublinhou que o último contacto que a secretaria do Turismo teve com este processo foi em 2009.

Ou seja, Cafôfo quando prorrogou a licença em 2015 não solicitou parecer ao Turismo e deveria e pior que isso quando está a permitir que a construção se faça com mais de 100 quartos que a licença de 2009, com base num requerimento que entrou na Câmara do Funchal em Março deste ano e que nunca foi aprovado na Câmara do Funchal, também não objecto requereu o devido parecer da secretaria do turismo.

E não é que o Novo POT, recentemente aprovado na Assembleia Legislativa Regional não permite hotéis com mais de 80 quartos a não ser em circunstâncias que não se aplicam neste caso. E não permite aumento de capacidades em quartos a não ser em situações em que já havia capacidades já aprovadas, o que não se verifica.

Ou seja, mesmo que a Secretaria do Turismo estivesse com vontade de branquear a Câmara do Funchal de Cafofo, aprovando a nova capacidade, a lei não lhe permite.

Em resultado, não estou a ver como será esta obra licenciada, como se poderá sair deste imbróglio.

Com perto de 150.000 milhões de euros investidos já no terreno e na obra, o promotor tem toda a legitimidade em se virar para a Câmara do Funchal e pedir responsabilidades.

E agora Cafôfo?

Anónimo disse...

Agora o José Francisco chama-se Dionisio Andrade?

Anónimo disse...

Dionísio tem razão, como é jornalista do contra, a televisão dos Sousas nunca lhe chamam para nada. UMA PROVA do servilismo que vive a região. Gente honesta e frontal não tem lugar nos altares da comunicação social.

Anónimo disse...

Vamos Prada! Não ligues a este comuna de trazer por casa. Continua a falar com o Manuel António porque a vossa hora está para breve amigos ! Saudações Sociais Democratas!