quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Autárquicas 2017


Rubina Leal entrega lista de equipa mobilizada, competente e honesta para devolver o progresso ao Funchal


Uma candidatura de pessoas “mobilizadas”, “competentes” e “honestas”. De pessoas “altamente qualificadas”. Foi esta a lista que a candidatura do PSD à Câmara Municipal do Funchal oficializou esta quinta-feira no Tribunal Judicial do Funchal.
A cabeça de lista pelo Funchal, Rubina Leal, aproveitou a ocasião para falar da importância das Eleições Autárquicas do próximo dia 1 de Outubro. “Não são uma brincadeira”, vincou. 

“Estas eleições são muito importantes, porque está em casa causa o futuro do Funchal”, explicou, falando da urgência de “devolver” à Cidade a “dinâmica e o ritmo” que tinham, antes destes últimos quatro anos.

“Nós tivemos ao longo destes quatro anos uma cidade estagnada, uma cidade em que não há projeto, uma cidade em que o executivo mantém constantemente a sua máquina de propaganda”, apontou, definindo a atual governação como uma grande mentira.

“Aquilo que eu digo é sobre o que está aos olhos de cada um. Fala-se de reabilitação urbana, mas não há um único prédio reabilitado. Fala-se em devolver os munícipes o IRS e aquilo que foi devolvido não foram os 5% como tinha sido anunciada, mas apenas 1%”, continuou Rubina Leal, criticando ainda a falta de investimento na habitação social.

“O que se tem assistido, é um sem número de promessas que não têm sido cumpridas. É tempo de dizer basta”, disse a candidata social-democrata, enumerando as propostas que já deixou para o Funchal iniciar um novo ciclo, para que a Cidade retome o do dinamismo e o progresso que já viveu.

A devolução do IRS às famílias, e o apoio a empresários e comerciantes, através da retirada do imposto da derrama, que foi introduzida pelo atual executivo, foram algumas das ideias elencadas. “É preciso lembrar que foi este mesmo executivo que implementou a derrama, contribuindo para aumentar as despesas dos nossos comerciantes e empresários”, disse, garantindo que vai acabar com esse imposto para estimular a economia e promover o emprego.

Na área social, Rubina Leal falou das várias políticas que pretende implementar no concelho, reforçando que a equipa que a acompanha vai trabalhar em prol de todos os funchalenses. “São pessoas com provas dadas, e vão trabalhar em prol de uma cidade mais dinâmica. Uma cidade que seja para todas as famílias e para toda a população do Funchal.”
Texto e foto: PSD

24 comentários:

Anónimo disse...

Vão ser todos varridos pelo furacão Cafofo. Não vai sobrar um pé de laranja de pé. Fujam, laranjinhas, fujam. Em breve vão perceber com quanto paus se faz uma canoa.
As eleições estão no papo.
Daniel T. B.

Anónimo disse...

Vão em frente. Cafofo nao fez obra. Funchal andou para trás.Rubina é que é um Furačão com enorme capacidade de trabalho.
Lembram-se de alguma Obra de Cafofo?
Ah apenss estacionamento para Motas.
Bem, na verdade nem isso é uma obra.

Anónimo disse...

Não me revejo que todas as pessoas que integram a candidatura sejam honestas. Se a Rubina ganhar vai descobrir que estou falando a verdade. Rubina cuidado com as falsas aparências.

Anónimo disse...

Esse sr Jaime freitas...humilha-se para quê? Jogado para canto como secretário regional,jogado para uma escola como simples professor,segunda ou terceira escolha para são Martinho. Vergonha. O meu voto não leva.
Rubina, acha que por levar mais acompanhantes que candidatos ganha as eleições?
Percebi a foto, estão bem posicionados para o tiro ao alvo,abriu a época de caça? O arquiteto da câmara bem precisa de uma pista de atletismo, está assim meio para o quadrado. Com toda essa gente a carregar pedra a ciclovia era um instante.
Agora o ferry já é para ficar resolvido depois das eleições?
Aí povo enganado. Será que ainda não se fartaram das promessas desta gente?
Barco, aviões, subsídio mobilidade,ciclovias,pistas de atletismo,clubes de tiro.
Será que ainda não se fartaram da porrada que teem feito?
Subsídios para barcos,obras nas ribeiras, medicação nos hospitais,parque estacionamento hospital continua igual, sinalização via rápida,os incêndios que estavam controlados,as últimas aquisições do governo com chorudos vencimentos a cubanos, construção do novo hospital,as culpas do hotel savoy,a praça do mar tirada ao povo e entregue aos pestanas,o nome do aeroporto imposto por Miguel como se esta ilha fosse dele sem que os madeirenses fossem tidos ou achados.
Mal por mal voto CAFOFO. Ao menos o poder fica dividido.




Anónimo disse...

Poder dividido so dà Bronca, como na Ponte Nova. Tudo parado...
Melhor convergência de objetivos é o que se pretende com resultados praticos e uma cidade harmoniosa.
O Cafofo recebeu uma cidade linda que murchou.

Anónimo disse...

O camarada Daniel não desarma.
Sempre pronto a defender a sua dama, Cafofo, e restante tralha cafofiana.
Mal, muito mal, anda o Zé Chico. Calado que nem um rato, deixa os cafofianos sem defesa, mandando para cima do camarada Daniel as despesas da casa.
Qualquer dia o Zé Chico leva com uns patins. E merecidamente.

Anónimo disse...

Jaime Freitas foi um secretário medíocre, que não tinha nenhum poder.
O deputado J P Marques é outro medíocre, que se esconde naquela aparência de arrogante. Também está na foto o vogal do SESARAM, e todos sabemos o estado da saúde na região, tal como o de S Roque, autêntico papa tachos.
Candidatura de "pessoas honestas e altamente qualificadas"? Não conseguia melhor Rubina?

Anónimo disse...

Mais impressionado do que com a equipa, fiquei com a impreparação do discurso da candidata: desestruturado, desarticulado, notando-se a ausência de prévia preparação.
Sempre pensei que este tipo de evento, de efetivo lançamento da candidatura, merecia umas horas de preparação de um discurso com uma mensagem estruturada, sistematizada, para mobilizar massas.
Não foi isso que aconteceu (infelizmente): ouvi um amontado de queixas que já cansa, mesmo sendo verdade.
Começo a acreditar que já não temos, nem a este nível, a qualidade, o cuidado, o rigor, o conhecimento do protocolo, exigível a quem vai representar o povo.

Anónimo disse...

Leal ao Funchal porque a cidade precisa de se reerguer do colapso dos últimos 4 anos.
Sou funcionário da câmara e posso afirmar que foram 4 anos a trabalhar para a propaganda, 4 anos a procurar números, processos e gatos do passado para poderem divulgar na comunicação social esses elementos com um toque de distorção para enganar a opinião pública, 4 anos a tentar perceber quem se dava com o executivo anterior para poder colocar na prateleira, independentemente da sua utilidade profissional, 4 anos a dizer "se antes faziam porque é que agia não podemos fazer?", 4 anos a enxovalhar os profissionais desta casa, encostando-os e contratando empresas e estagiários para fazerem os seus trabalhos na versão MUDANÇA, ou seja, sem pareceres de quem já trabalha á tantos anos, com conhecimento do que é legal, porque isso não interessa nada...
Foram 4 anos duros em que, pouco do que ainda se fez deve-se aos funcionários que foram espremidos como laranjas, que trabalham até as tantas porque as coisas são decididas á última da hora, sem pés nem cabeça, e como muitos dos funcionários ou estão encostados ou estão de baixa, os que ficam são tratados como escravos.
Por tudo isto, por terem sido 4 anos de caça as bruxas, a cidade ficou parada e as únicas obras da autoria do Cafôfo que se conhecem são uma pedra lançada no meio do nada e uns placardes espalhados pelas zonas altas a anunciar obras.
Eu votei Mudança porque queria conhecer uma alternativa política que fosse uma lufada de ar fresco para a cidade, mas percebo que infelizmente não temos alternativa política no Funchal, porque asneiras todos fazem, pelo menos que as façam com trabalho em prol dos munícipes.
Um Funcionário Camarario á beira dum ataque de nervos com tanta inércia

SIA disse...

Votar em cafofo para que? Presidente da Camara ? Não. Melhor seria desde logo votar Miguel Gouveia e cafofo para vice presidente que é o que vão votar. Cafofo não será presidente da Camara. Cafofo vais lá estar a promover a sua imagem e correr depois para o governo. Foi mesmo Cafofo quem já o disse mais que uma vez. A única duvida é que Ele Sendo Mentirouso Nao Seja Assim .

Anónimo disse...

Esta Rubina Leal é um espetáculo, se s cartazes dessem votos já não era necessário os Funchalenses irem as urnas.
Aquilo 50 por cento do espaço disponível é para ela e os restantes 50 para os outros todos.

Só que nos cartazes com os idosos faltou explicar aos mesmos que foi o chefe nacional do seu partido PSD, o qual andou a paparicar no chão da lagoa que deu um forte corte nas Reformas os colocando a pão e agua e sem dinheiro para comprar medicamentos com isto ocasionando mortes precoces.

Nos cartazes com as crianças faltou lhes dizer porque os seus pais ficaram desempregados tendo de entregar a casa aos Bancos e o porque de muitas delas viverem com pais separados.

A cara sem vergonha consegue ser maior do que o espaço da Ilha.

Anónimo disse...

Os fariseus do PSD, prontos para massacrar o povo e o velhinhos nos Centros de Dia, para votarem no dente ralo da Leal. Afinal a dita cuja esteve no municipio e o que fez?? Show off para as fotos, e aparecer nos jornais! E agora no DN, compraram algumas folhas para o suposto ferry (fantasma)!! Onde anda o dito?? Mas os patas rapadas, abriram os olhos e das vossas promessas estamos fartos!! Tristes figuras os seus candidatos, competentes onde ?? Nos tachos do GR, ALM e alguns da CMF, uns meninos e meninas arrogantes, prepotentes, que tratam os colegas nos respetivos locais de trabalho com desprezo...lambe botas!!

Anónimo disse...

O PSD FOI O PRIMEIRO PARTIDO A PROPOR, EM 2012; A DERRAMA NO FUNCHAL
Importa recordar que a CMF não respeitou uma norma do Plano Oficial de Contabilidade das Autarquias Locais (POCAL) na conta da CMF relativa ao ano económico de 2012, por ter orçamentado a mais, em termos de receitas, o montante de 2.606.813,00 euros (derrama que depois não veio a ser cobrada). Nesta data Miguel Albuquerque era presidente e Rubina Leal vereadora a tempo inteiro.
Afinal o PSD já foi a favor da aplicação da derrama.
A derrama é um imposto cobrado, somente às empresas que tiverem lucro fiscal e um volume de negócios superior a 150 nil euros. Será que uma empresa com saúde financeira não pode pagar 100 ou 200 euros anuais de derrama, contribuir para o orçamento municipal?
Ontem a candidata Rubina Leal criticou a derrama, quando este imposto, não representa qualquer dificuldade para as Empresas Regionais, é somente 0,5 por cento dos lucros que é a taxa cobrada.

Anónimo disse...

Ilustre jornalista, Luís Calisto, se tiver disponibilidade investigue se o Pedro Gomes, Presidente da Junta de Freguesia de São Roque e também da Casa do Povo da mesma Freguesia, actual adjunto do Secretário Regional Sérgio Marque, e ex-administrador do Jornal da Madeira, não assinou a declaração de aceitação, entregou toda a lista e respetivas declarações assinadas, excepto a sua, com uma clara reivindicação: teria que passar para os quadros. Como devem-lhe ter realizado o seu desejo, assinou a declaração e será o candidato da lista de pessoas muito corretas e honestas.

Anónimo disse...

Ilustre Miguel lá está você outra vez a baralhar as contas.
Não confunda os eleitores e conte tudo: o PSD propôs a derrama sim, em 2012, mas recuou antes de a por em prática.
Seja honesto e não invoque o incumprimento do POCAL pois basta um eleitor mais atento ler os relatórios dos orçamentos elaborados pelos magos das contas da câmera para ver que esta equipa não cumpre com o POCAL desde 2013. E mais não digo; deixo para o tribunal de contas

Anónimo disse...

Acho muito piada; o IMI baixa 20€/ano e fazem uma publicidade danada porque baixaram o IMI para a taxa mínima; a derrama são 100€ ou 200€ anuais e não é nada demais.

Anónimo disse...

Lamento que a Dra. Rubina - pessoa por quem nutro grande respeito e consideração desde os tempos do Palácio de São Lourenço - tenha escolhido uma "amiga histérica e show off" que no tempo das eleições Albuquerque\Manuel Antonio tanto disse acerca da sua reputação em alto e bom tom. Agora anda de pulseirinha Leal ao Funchal, à espera que não lhe tirem o tacho.

Anónimo disse...

Completamente de acordo.

Anónimo disse...

Concordo plenamente comentador das 09:56!
Venha rápido para a CMF Dra. Rubina!
Precisamos de si!

Anónimo disse...

na foto vê-se gente muito gorda ... deveria frequentar ginásios antes do período eleitoral para trabalhar a imagem e dar mais fôlego na campanha ... tal como o faz gente que vai à praia antes do Verão ...tal como o fazem equipas dos ralis ...

Anónimo disse...

Oh maluco, vais chorar no dia 1 de outubro...
Força Rubina. Tira-me este careca da CMF!

Anónimo disse...

PSD que destruiu a Classe Média, nunca mais........................
Até me dá vómitos ver este emblema no Boletim de Voto.

Deixaram 94,6 Milhões de Euros em divida, será que construíram um Aeroporto no Funchal e eu como todos os residentes ainda não viram?
E ninguém vai preso.

Anónimo disse...

Gostei dessa de terem construido um Aeroporto no Funchal.
Isso foi Visão Global(como diz o outro da pta sol)já prevendo o de Sta Cruz estar inoperacional por causa dos ventos e resolvendo o caso neste momento.
Só que como diz a canção: Procuro mas não te encontro!!!!!!!!!!!!!!
Lá que a divida ficou, ficou.............

Anónimo disse...

Cheira a tachos!