sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Autárquicas 2017



ex vereador da Câmara Municipal do Funchal e cabeça de lista da coligação FUNCHAL FORTE, Gil Canha, foi o porta-voz de uma iniciativa levada a efeito esta manhã, junto do Edifício Anadia.
O objectivo foi denunciar o desleixo e negligência grave da actual administração camarária de Paulo Cafôfo, relativamente à segurança da cidade e dos seus cidadãos.
No tempo da administração de Miguel Albuquerque foi permitido a instalação criminosa de um tanque de gás sobre o leito da Ribeira de João Gomes, para fornecer energia a um edifício de conhecidos Empresários do Regime. A Câmara albuquerquiana licenciou o Edifício Anadia com tal excesso de construção que não restou espaço para instalar o tanque-de-gás, e a solução, na altura, foi ceder um espaço público para os privados montarem uma infra-estrutura perigosa, ainda para mais, numa zona de alto risco. Aliás, aquando da aluvião de 20 de Fevereiro de 2010, o tanque foi parcialmente danificado o que causou grande alarme e inquietação pública.
Em 2011 foi construído no Jardim do Campo da Barca, mesmo em frente ao Comando da Polícia, um tanque-de-gás que iria servir para substituir este, que é um verdadeiro barril-de-pólvora em cima da ribeira. Mas nem Miguel Albuquerque nem Paulo Cafôfo mexeram uma palha para resolver este problema que ameaça a cidade” acusa Gil Canha.
Enquanto os cidadãos são bombardeados todos os dias com propaganda oca e populista, os problemas mais graves da cidade são remetidos para segundo plano. Não se compreende como é que passados 6 anos após a construção de uma alternativa mais segura a Câmara Municipal e o Governo continuem a negligenciar um assunto tão importante. Isto só tem um nome - incompetência!”
E adianta que não vai atrás de mentiras nem de falsos argumentos para justificar “a preguiça institucional da autarquia. Transmitiram-me que a razão para a Câmara não ter atuado ainda, é porque ainda não se iniciaram as obras na Ribeira de João Gomes. Ora isto é uma falácia escandalosa, porque o pequeno pipeline em miniatura que irá ligar o tanque-de-gás, actualmente situado na Rua da Infância, até o edifício Anadia tem de ser obrigatoriamente montado afastado dos muros da ribeira e na zona onde ele cruzará com o canal, terá de ter válvulas de segurança em ambos os lados, para conter o gás em caso de ruptura” argumentou.
Por essa razão “suspeita que provavelmente os tais empresários do regime não querem gastar dinheiro e que estejam à espera dos dinheiros públicos para resolverem um problema que é deles. E o que esta Câmara tem feito até agora é precisamente proteger os grandes interesses e por isso não querem mexer no assunto!”, sentenciou.
Repórter Funchal Forte

12 comentários:

Anónimo disse...

Será mais uma "mentira do gil"? Não me parece, porque o tanque de gás está lá à espera de uma próxima enxurrada! É o facilitismo do mentiroso do cafôfo! Ainda vai conseguir dizer que o tanque de gás não está lá, como disse que não havia projecto para o Lazareto! "Não vamos discutir uma coisa que não existe",lembram-se desta frase do srº cafôfo?

Anónimo disse...

Boa tarde Gil bem vindo de volta, força contra essa mafia

Anónimo disse...

Como é que a polícia deixou um bomba relógio ser montada em frente ao comando para fornecer gás a um prédio privado? na minha casa não cabe a bilha de gás, posso instalar no jardim do vizinho?!

Anónimo disse...

Os henriques que resolvam o problema. ali é que não pode ficar e o Cafofo é igual ou pior que os psds. Engana cristos

Anónimo disse...

Lembram-se???? No 20 de Fevereiro andou um grande tanque a se passear pela cidade e provocou o pânico porque se pensava que era o tanque do Anadia.Só numa terra de matarruanos é que se monta um tanque privado em cima duma ribeira. Tenho dito!.............

Anónimo disse...

O tanque do temporal do dia 20 de Fevereiro estava dentro da ribeira. Este tanque, como facilmente se pode ver na fotografia, está, sob a estrada, em cima desta. Embora poderá ser mais seguro colocar num outro local. Fico triste que todos queiram fazer do jardim do campo da Barca o local onde colocar os tanques de gás, já lá tem um da PSP.

Anónimo disse...

Anónimo das 14:48 o tanque que está no jardim do Campo da Barca não é da PSP. Foi montado lá de propósito para substituir o que está em cima da ribeira, só que nem o Cafofo nem os Henriques ainda o ligaram. PERCEBEU?

Anónimo disse...

Quem estava a dirigir a Camara e que deu estas autorizações aquando da construção do Edificio?
Quem estava a dirigir a Camara no 20 de Fevereiro de 2010?
De certeza que não foi eu... nem o Cafofo
Também tenho chulé nos sapatos.... a culpa será do Cafofo?

Vergonha das vergonhas é passado quase 8 (OITO) anos e ainda estarem patentes aqueles muros laterais das ribeiras mais parecendo que os turistas estão na Siria.
No tempo da Rubina/Albuquerque aquilo era tudo um facilitismo tremendo e agora veem atirar areia e descambar nos outros.
Quem foi o Pai, a Mãe e os Padrinhos desta Hetacombe?

Anónimo disse...

O Parque do Campo da Barca brevemente terá nova denominação, vai chamar-se Campo das Armadilhas de Gás! Agradeça ao srº Cafôfo e ao srº Albuquerque, Rubina e Comª Ldª.

Anónimo disse...

Cafofo, Albuquerque e Jardim são tudo umas boas rolhas.A lamber empresários aldrabões são uns campeões.

Anónimo disse...

No próximo 20 de Fevereiro amarrem o Cafofo ao tanque de gás.

Anónimo disse...

Se construíram um para substituir este porque razão não andam com o trabalho. O que a Câmara diz disto?