segunda-feira, 7 de agosto de 2017


Informação
Tendo surgido dúvidas insistentes levantadas pelos nossos comentadores sobre a identidade do protagonista da peça "Um caso em São Martinho", pedi ao autor da mesma peça que se pronuncie sobre o assunto. Comuniquei-lhe que o post, que fora publicado com documentos anexos, voltaria à montra do Fénix depois de confirmado quanto ao nome do protagonista ou devidamente corrigido pelo autor, Paulo Freitas.

4 comentários:

Anónimo disse...

O protagonista e o jose castanha. O vogal da junta que diz que e voluntario mas que recebe 1900 euros de salario. E também o homem que anda a enganar as mulheres da Nazaré e que escravatiza os ocupacionais. Atencao que os ocupacionais são desempregados desfavorecidos ao qual o senhor faz deles escravos da sua politica de vilão. Por outro lado atenção a uma Rita Gonçalves que e uma candidata a junta que tem uma agencia de viagens a "venda das viagens" na rua da Conceição que e quem organiza as viagens da junta de freguesia de são Martinho. Resumindo escândalo absoluto.

Anónimo disse...

Brincadeira, comissão das viagens

Anónimo disse...

Os PSD's andam muito nervosos, as juntas do PSD nem compram viagens...são todas oferecidas...
Os militantes do PSD que estão em diferentes Empresas do Governo Regional e no Governo Regional e nas Juntas dispensam o seu ordenado... até os reformados do PSD, que sempre fizeram carreira politica no Governo Regional, na função pública, nem recebem o ordenado mínimo.
Devem julgar que os Funchalenses são estúpidos e nem se lembram do Pimenta de São Martinho, não tem memoria.

Anónimo disse...

Anónimo de 8 de agosto de 2017 às 23:33

E a porcaria continua a mesma, só acrescentou uma cor. Para Mudança esperava-se muito mais (mas não do mesmo).