terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Dois Pontos



GERINGONÇANDO

João Barreto
joaobarreto2p@gmail .com

O melhor amigo de Costa é Marcelo e o melhor amigo de Marcelo é Costa. Enquanto esta bela amizade durar, temos governo. O que, diga-se, não é coisa pouca quando por essa Europa fora os governos vão tremelicando à conta de extremistas e radicais. Em Itália, por exemplo, está tudo pendente de um palhaço armado em político. Por cá, os políticos vão-se armando em palhaços e, com a resiliência de nove séculos, o povo português vai fingindo que não dá por nada.
Dizem as sondagens que o inefável Marcelo (não resisto ao adjetivo queirosiano) tem 97% de aprovação popular. Não tivesse empresa de estudos políticos e afins questionado as pessoas presentes na sede nacional do PSD, à Rua de São Caetano à Lapa, e o resultado seria “bokassiano”. Mérito da inesgotável energia do nosso presidente e da sua inegável vontade de desfazer todas as iniciativas que Passos Coelho tenta esboçar. A boca que metia ventoinhas e cataventos saiu muito caro. Se Costa mata, Marcelo esfola e a geringonça, mesmo sacolejando e arfando entre os apertos do PCP e as lombas do BE, lá vai “cantando e rindo” como se dizia noutros tempos.
Marcelo tem, como objetivo mal disfarçado, derrubar Passos Coelho. Cá estaremos, atentos, à espera do que se seguirá quando, finalmente, o PSD escolher uma nova liderança. Será que a geringonça vai “gripar”?

RECAUCHUTAGEM
O Sr. Dr. Cunha e Silva saiu, finalmente, do cantinho ignoto onde se tinha refugiado a lamber as feridas das últimas diretas do PSD. Usando as colunas gentilmente cedidas pelo DN veio até, imagine-se, elogiar as políticas de António Costa e do seu governo de esquerda.

Temos assim, em alternativa à renovação de Albuquerque, a recauchutagem. Aguardamos, ansiosamente, os próximos capítulos, certos de que as eleições autárquicas do próximo ano definirão, entre ganhos e perdas, a estratégia dos vencidos, mas não convencidos. Entretanto, como dizem os nossos conterrâneos oriundos da pátria de Bolívar: “apurate, Chamo!”

3 comentários:

Anónimo disse...

Esse já se apurou há muito "chamo"
Vai mirando....hahaha que ele vai gozando...hahahaha

Anónimo disse...

Acho que deviam propor para cabeças de lista nas autárquicas os candidatos das últimas diretas do PSD: o Miguel de Sousa por Santa Cruz, o Manuel António pela Ponta do Sol ou Funchal, o Cunha e Silva por Santana ou Funchal e o Sérgio Marques pelo Funchal!
Aproveitar o capital humano!

Anónimo disse...

o cunha pensa que o pessoal ja se esqueceu das suas obras de enterro financeiro? É melhor hibernar....