sábado, 20 de maio de 2017

Árbitros regionais são bombo da festa




Os homens do apito ao serviço do futebol madeirense queixam-se de que estão a cobrir pessoalmente as despesas inerentes ao seu trabalho, já que os vencimentos a que têm direito são pagos sempre com grande atraso - quando são pagos. Além disso, banalizaram-se os maus tratos a quem dirige os jogos, não só com as perseguições e agressões registadas em campo mas até com ameaças nas redes sociais. Os próprios pais dos jovens jogadores complicam desmesuradamente a vida aos homens da arbitragem, incentivando à agressão. Fartos de serem os 'patinhos feios' do futebol regional, chegou a hora de dizer 'basta!' É o que refere um árbitro que, pedindo anonimato por causa das represálias, faz o desabafo que transcrevemos a seguir.  



Os árbitros actualmente estão a pagar para arbitrar, tendo que adiantar do seu dinheiro para gasóleo e alimentação, recebendo apenas 2 ou 3 meses depois. Assim vão sustentando o regional. O último pagamento foi referente a Março.
Mais: há verbas das épocas 2010 e 2011 que os árbitros não receberam. Alguns estão com 2000€ e 3000€ para receber. Esta situação já se prolonga durante 6 anos, com promessas de pagamento. Estamos fartos de promessas, queremos receber.
Além destas situações financeiras, o sector passa uma fase de muita violência, havendo ameaças nas redes sociais e interferências na vida pessoal. Nos jogos, somos enxovalhados e ameaçados principalmente pelos pais dos atletas, que se esquecem de que fazemos parte da formação dos seus filhos e contribuímos para a sua aprendizagem. Quando algo corre mal nos jogos somos os primeiros a reconfortar os jogadores. Ensinamos-lhes partes dos regulamentos que eles não sabem e, mais importante, preservamos a sua integridade física. Algo esquecido pelos pais, que incentivam por vezes à violência. 
A mentalidade é ganhar e ganhar. Chega-se ao ponto de insultar o treinador dos educandos pelas suas decisões técnicas.
Quando nós, árbitros, erramos, somos apelidados de ladrões, apesar de acertarmos  95% das decisões durante jogo. O ser humano é falível e nós também erramos. Mas tentamos sempre melhorar. 
Como os atletas, nós temos objetivos de subir. Queremos fazer o melhor, algo por vezes esquecido. 
Esta época, vivemos cenas violentas e cada vez mais as vamos viver, devido à mentalidade existente em algumas pessoas que em nada dignificam o futebol e prejudicam os clubes e a competição. Os próprios pais fermentam a violência porque, devido à crise económica, todos querem que os filhos sejam jogadores profissionais.
Os clubes deviam ser os primeiros a tentar resolver os problemas da arbitragem. Há árbitros pouco motivados, alguns a sair no fim das épocas devido às condições adversas. 
Os pais deviam receber formação porque a maioria desconhece as leis do jogo e por vezes gera-se violência por causa disso. Os pais, nos benjamins e nos infantis, deviam arbitrar os jogos sendo uma maneira de mudarem de mentalidade, porque então iriam dar mais valor aos árbitros.
Se a mentalidade mudasse, os clubes poupavam dinheiro em multas e policiamento e quiçá houvesse um aumento do número de árbitros, principalmente jovens.
Termino dizendo que estamos fartos de ser "o patinho feio" do futebol e se as condições não melhorarem e as questões financeiras não forem resolvidas, a próxima época não arranca com árbitros oficiais, podendo atrasar assim o arranque da temporada. Ou então vão para a outra hipótese de haver jogos com adeptos a apitar ou com árbitros que já não estão no activo, como sucedeu na última greve.
A maioria dos árbitros sente-se injustiçada e maltratada. É preciso dizer basta!!

6 comentários:

Anónimo disse...

Perguntem ao marote se tem algum em atraso...

Anónimo disse...

Apoiado.
Há que haver respeito e consideração pelos árbitros.Por parte de todos.
Pagar a tempo e horas é uma obrigação.

Anónimo disse...

Concordo com o que diz Sr Arbitro mas.........
Tambem é preciso dizer que, existe Srs Árbitros a brincar com o trabalho realizado nos clubes.
Estando semanas a trabalhar uma equipa, para chegar ao jogo e os Sr árbitros simplesmente ( sabe Deus porque ) resolvem :Ameaçar toda agente com cartões , usa critérios completante distintos de situação para situação. Inventam faltas ,panaltis, foras de jogo onde mais ninguém viu . Meus amigos querem ser respeitados têm que se dar ao respeito .
Conseguem ter a capacidade de castigar uma equipa inteira ate um clube e seus associados mas ninguém os castigam quando fazem porcaria !!!
Certo errar é humano!!!

Anónimo disse...

Façam greve !

Anónimo disse...

proxima epoca nao deve começar....

Anónimo disse...

os arbitros sao culpados por nao pararem!