sábado, 27 de maio de 2017

Liceu soma e segue




Liceu ganha RS4E no Porto Santo e conquista os três primeiros prémios de inovação



Foi uma semana que permitiu consagrar os estudantes da Escola Secundária Jaime Moniz como inovadores no design de projetos de tecnologia. Pela primeira vez, o Liceu conquista os três primeiros e únicos prémios da competição regional de empreendedorismo que decorreu esta semana no Porto Santo, com o nome “RS4E-Road Show for Entrepreneurship/2017”.


O evento mobiliza mais de uma centena de estudantes das escolas da Madeira com o objectivo de apurar as ideias mais originais em termos de investimentos, tendo por base uma proposta de modelo de negócio, da autoria dos alunos. Os estudantes da Jaime Moniz conquistaram os três únicos prémios, com uma aposta forte na originalidade em novas tecnologias.

O primeiro prémio foi atribuído aos alunos da Jaime Moniz, Bruno Rodrigues, Francisco Freitas, Hugo Fernandes, Afonso Gonçalves e Guilherme Jarimba, da turma 6, do 11.º ano, orientados pela docente de Filosofia, Fátima Meneses. A ideia que arrebatou o primeiro lugar designa-se “Hot Four Power”, ou seja, um dispositivo instalado no telemóvel q   ue aproveita a energia para carregá-lo, tal como acontece com os automóveis. O prémio é uma viagem destes alunos a uma capital europeia, desta vez a Lisboa.

O segundo prémio foi também conquistado pela turma 5 do 10.º ano, da Jaime Moniz, orientada pela professora de Educação Física, Maria José Barreto, com uma proposta designada “Triplanner”, uma aplicação para os telemóveis que permite mostrar a ilha da Madeira aos visitantes e proporcionar-lhes uma melhor orientação nesta descoberta. Um prémio distinguido com 500 euros para o grupo de alunos criador, Anabela Teles, Daniela Alves, Sofia Nunes, Dinis Canha e Guilherme Gregório.

O terceiro lugar foi conquistado novamente pela ESJM, pela turma 3 do 11.º ano, a cargo da docente Fátima Meneses, com o projeto “Aquamotos”, da autoria dos alunos João Rocha, Jorge Silva, Alexandra Sousa e Sara Gomes. Trata-se de um dispositivo (phones) a usar pelos praticantes de natação, facultando-lhes informações úteis sobre o número de braçadas, a possibilidade de seguir a orientação dos treinadores, bem como a ligação ao telemóvel individual do praticante da modalidade. O valor do prémio foi de 200 euros.

Ao longo dos anos, os professores têm vindo a orientar os alunos para a participação nesta iniciativa no sentido de desenvolver a criatividade e ideias originais de negócio, tendo depois os próprios estudantes desenvolvido os projetos, com grande motivação e criatividade, pelo que, segundo os docentes orientadores, “o mérito é todo dos alunos”.

Refira-se que esta iniciativa decorreu nos dias 25 e 26 deste mês, no Porto Santo, e os prémios foram entregues pelo secretário regional da Economia, Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, esta sexta feira, fechando assim a XII edição do RS4E, projeto financiado por fundos comunitários.

Recorde-se ainda que este projeto tem vindo a ser desenvolvido pela Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Startup Madeira, com o principal objetivo permitir que jovens a frequentar diversos estabelecimentos de ensino básico, secundário, profissional e superior da Região tenham um primeiro contacto com o mundo do empreendedorismo.



Texto e fotos: Liceu

1 comentário:

Anónimo disse...

Estranhei a maioria na foto serem raparigas e os prémios serem dos rapazes....falta de empreendedorismo feminino?