segunda-feira, 29 de maio de 2017

Exportar mais e criar emprego


Deputado Paulo Neves defende política fiscal amiga das empresas exportadoras 
de Vinho Madeira
 
Paulo Neves, deputado do PSD/Madeira na Assembleia da República reuniu hoje com Chris Blandy, administrador da Madeira Wine Company, para abordar o tema da exportação do Vinho Madeira, defendendo uma política fiscal amiga das empresas exportadoras.
“O PSD tem defendido na Assembleia da República uma política fiscal que apoie as empresas exportadoras, porque temos a consciência que o País precisa de vender mais, precisa de criar mais emprego e isso consegue-se através do aumento das exportações”, referiu Paulo Neves.

Durante o encontro Chris Blandy e Paulo Neves elogiaram o excelente trabalho que o IVBAM (Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira) tem vindo a desenvolver a nível da promoção do Vinho Madeira nos mercados externos.

Mas é preciso mais. Para Paulo Neves é essencial a descoberta de novos mercados e o aumento das vendas nos mercados de exportação de Vinho Madeira, destacando a reunião que manteve a semana passada com a Encarregada de Negócios da Embaixada dos Estados Unidos. “Alertei a Embaixada para a importância dos Estados Unidos nos apoiar na promoção do Vinho Madeira no mercado norte-americano, onde já estamos estabelecidos mas onde se pode vender mais”.

Chris Blandy, por seu turno, prevê um crescimento nas exportações do Vinho Madeira, não só nos mercados estabelecidos como a Inglaterra, a França, Suíça, Bélgica e Japão, como também noutros mercados asiáticos, nomeadamente, na China – através de Hong Kong – e ainda na Coreia do Sul, que também apresenta um bom potencial. “São mercados extremamente interessantes e os Estados Unidos é um mercado que apresenta um potencial para crescer ainda mais”, concluiu este produtor de Vinho Madeira.

Nesta visita à Madeira Wine Company o deputado social-democrata à Assembleia da República destacou, ainda, a evolução positiva da venda de Vinho Madeira. “Nos primeiros 4 meses deste ano exportou-se mais 6% de vinho Madeira e aumentou-se as receitas em 9%, em relação a igual período do ano passado.”


Texto e fotos: PSD

20 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Paulo, já tens autonomia fiscal ou juntaste-te ao Miguel de Sousa e sua promessa que ia embora depois de conseguir a reforma fiscal na RAM. Tudo boa gente.

Anónimo disse...

O sector dos Vinhos aumentou as suas receitas em 9% num ano e o deputado Paulo Neves quer ajudar os empresários do sector a ganhar mais. Como? Reduzindo a factura fiscal, ou seja, reduzindo a contribuição que este sector dá para o orçamento regional, que paga saúde, educação, apoios sociais, etc.
Senhor deputado Paulo Neves, você é UMA MENTE QUE BRILHA TANTO QUE ATÉ ENCEGUEIRA UMA PESSOA!

Anónimo disse...

O problema é que não existe produção suficiente para gerar mais exportações e mais emprego na área do vinho. Esta fantochada deste deputado mostra bem a ignorância que vai naquela cabecinha, ou o encontro serviu apenas para propaganda barata.

A Madeira produz entre 3 a 4 milhões de litros de vinho por ano e para se ter uma ideia deste valor cito a Casa Agrícola Ermelinda de Freitas, que sozinha, produz e vende 10 a 12 milhões de litros/ano, e possui quase o dobro de toda a área de plantio de vinha existente na ilha da Madeira. Deste parece-me, salvo melhor opinião do sr Deputado, o aumento de exportações não é realmente muito significativo no panorama vinícola regional.....

Anónimo disse...

Senhor Calisto, porque é que não foi publicado o meu comentário sobre a MENTE BRILHANTE deste senhor deputado? Acha ofensivo eu dizer que a proposta dele representa tirar dinheiro às escolas, aos hospitais e aos lares de idosos para dar mais dinheiro aos senhores empresários do vinho?

Anónimo disse...

Folclore do caraças.
....E tem um gajo de assistir a "coisas" destas porque não tem meios, poder, independência, autonomia, liberdade, dinheiro, para dar um grito do IPIRANGA....
(Ahhhh Paulinho Neves...ainda me lembro do nosso tempo da APEL....Já eras político na altura! Por isso agora agora ganhas um milhão e eu 1 tostão!
(mas não esqueças porém que o meu tostão vale incomensuravelmente mais do que o teu milhão! ...... (Só para quem acredita na ressurreição!)....como eu já não vou acreditando, acho que te safaste bem! Goza pois a vida e vai lá fazendo esses fretes!!)

Anónimo disse...

Mais propaganda para vilhão ver e para dar também uma ferroada ao AJJ.
Meninos que a vossa vidinha não tarda anda para trás.

Anónimo disse...

O grande problema é que existe uva a mais para a procura da produção de vinho.
O vinho Madeira tem um problema comercial. E só quando se investir muito na promoção, e se conseguir aumentar muito as vendas, é que se poderá escoar toda a uva.
Basta ver que qualquer casa de vinhos tem stocks que dava para produzir vinho Madeira durante 4 a 5 anos, sem necessidade de comprar uva.

Anónimo disse...

Quando Cardoso Jardim vai de viagem, o nível do Renovadinhos baixa a olhos vistos.
Ficam uns escritos feitos à pressa e mal amanhados, para serem publicados diariamente.
É preciso rever a estratégia.

Anónimo disse...

"Deputado Paulo Neves defende política fiscal amiga das empresas exportadoras

de Vinho Madeira"

PUDERA!!!! Depois de emborcar uns copos do Madeira qualquer indivíduo diz tamanho disparate ... boa! Chris

Anónimo disse...

Este cavalheiro é mais um dos crânios desenterrados pelos renovadinhos que tem a mesma agenda ideológica neo liberal da dupla de ma memória passos/ portas cruzes que isto já não é o meu partido

Anónimo disse...

Anónimo das 09,15h
Este comentarista já deve ter batido o record de asneiradas que vem para cá postar todos os dias e a todas as horas.
Oh Homem muda de vocabulário e arranja um trabalho mais digno e de utilidade para a Sociedade.
o Tacho a quanto obrigas!!

Anónimo disse...

Então ressabiado das 14.38,

Tens que admitir que o Renovadinhos perde qualidade quande o teu chefe vai para fora.
Eu sei que não deves ser muito exigente literariamente, e a ti qualquer coisa serve.
Mas, reconheçamos. Apesar de vociferar ódio por todos os lados, Cardoso Jardim é capaz de bem melhor do que hoje vem lá escrito.
Assim até o Cervejeiro só leva ao de leve.
Para mim, já não preciso de arranjar mais nada. Basta-me a utilidade de vir para aqui malhar nos ressabiados, cafofianos e verdinhos.

Anónimo disse...

Estes senhores deputados são eleitos com os votos da viloada e dos "patas-rapadas", e depois no poleiro vão defender os grandes senhores do dinheiro! Bem feito! Carrega a canga por mais algum tempo! Não fosses burro ou cavalo de carga!

Anónimo disse...

É certo porque a única coisa que vcs sabem fazer é malhar põrk governar ter ideias estratégia é zero e estes 2 anos são a prova disso até agora vem o grande secretário do turismo dizer o que toda a gente já sabia que as viagens da TAP são caras??? Como se ele não tivesse nada a ver c isso. Vergonha e cousa que os renovadinhos não tem

Anónimo disse...

Está confirmado. Cardoso Jardim deixou uma resma de escritos para irem sendo publicados diariamente, na sua ausência.
Hoje, é vergastada nos Prada, simples, sem elaboração.
Coisa fraca para o seu potencial.

Anónimo disse...

Olha o comentarista anterior por acaso hoje acordou cedo, mas com a mesma cassete de sempre e os neurónios em baixa.
Sinal que não houve trabalho noturno, portanto hoje não será nada postado de contentores de lixo, derrames agua, etc.
Os Leitores irão verificar...

Anónimo disse...

Errata:
No comentário das 17.11, onde escrevo " malhar nos ressabiados, cafofianos e verdinhos", queria escrever "malhar nos renovadinhos, ressabiados, cafofianos e verdinhos".
Anarquia sempre.
Agora vou fazer a sesta. Foi uma noite sem dormir para espalhar lixo na cidade, e fazer derrames de água.
Que canseira. Ufa !
Mais logo acordo para ver as guerras de comentários de ressabiados, cafofianos e renovadinhos mais JSD. E continuo rindo, especialmente vendo o Cardoso Jardim estrebuchando nos seus escritos.

Anónimo disse...

E porque não começar a exportar Poncha, um produto nosso, sui-generis que iria beneficiar muito a industria da cana sacarina e é uma bebida moderna que está no top.

Anónimo disse...

Por acaso, gosto deste deputado, das suas ideias e da forma como as expõe!

Anónimo disse...

Concordo!