quarta-feira, 19 de abril de 2017

Congresso estranho no PS-Madeira



Carlos Pereira prepara eleições internas 
e reunião magna para Julho

Os estatutos recomendam datas, mas neste caso trata-se de segurar o lugar de líder depois das enigmáticas autárquicas.

Um congresso partidário nada tem de estranho, sobretudo se calendarizado segundo os estatutos em vigor - como é o caso. Carlos Pereira foi eleito presidente dos socialistas madeirenses no Verão de 2015 e parece natural que a eleição interna e a reunião magna sejam marcadas para Julho próximo, dois anos depois. Só que as agendas partidárias precisam de ser delineadas em função de outros acontecimentos importantes, como as eleições a que cada partido concorre. Ora, pelo que se percebe, Carlos Pereira pretende as eleições internas para líder justamente em vésperas da entrega de listas para as autárquicas.
Estranho.
Depois de dois anos em São Bento, distante do partido que lidera, situação bizarra a que se juntou agora a sugestiva digressão pelas Áfricas atrás do Presidente da República, Carlos Pereira mete internas e congresso em pleno calor da pré-campanha. Ideia peregrina que surge depois de ele mesmo ter encomendado sondagens sobre as regionais de 2019 em tempo de tratar das autárquicas de 2017.
O ponto é esse. O actual presidente não quer deixar decisões internas para depois das próximas municipais, em Outubro. Aí poderia cair do posto, o que continua a ser o mais certo. Com reeleição agora (se não tiver um desgosto inesperado), conta garantir o cargo até ao Verão de 2019, altura para dizer que, ao contrário do que defende hoje, não cabe abrir corridas internas, que é preciso unidade a caminho dessas regionais. 
Como também haverá nacionais por essa altura, faz ele as listas para os parlamentos de cá e de lá, metendo o seu nome algures para mais quatro aninhos a viajar.
Para já, os comissários socialistas regionais devem estar prestes a receber convocatória para uma reunião da Comissão Regional, com data de 24 de Abril. É já agora. Um dos pontos dos trabalhos é precisamente a marcação de internas e congresso. Será que Carlos Pereira pensou bem no que lhe pode valer o tipo de estratégia que escolheu para se agarrar ao poder interno? Será que a Comissão Regional, com os seus votos, é que o vai salvar do 'espalhanço'?

9 comentários:

Anónimo disse...

Carlos Pereira é uma lapa, já chega, vamos lhe fazer a folha.

Anónimo disse...

Recebi a convocatória, pensa que é mais esperto do que todos...vai levar para tabaco.

Anónimo disse...

eeeeee os comentadores do Cafofo e o delegado dos cubanos , já entraram em ação

Anónimo disse...

O PSD também fez no incio deste ano

Anónimo disse...

Gostaria de saber com que dinheiro o Carlos Pereira vai realizar o Congresso.
Saiu nos Jornais a noticia que o Director Geral Luís Patrão do PS/Rato,confirmou que o PS deve milhões, e que se encontra com muitas dificuldades e já ouve cortes em várias coisas, então perante este cenário como é que como vai buscar o dinheiro para pagar uns largos milhares para o Congresso?
Só existe uma maneira de o Carlos Pereira ir buscar o dinheiro, prometer aos amigos bons tachos e em troca....mais não digo, para entendedor meia palavra basta!
O Pereira está tão agarrado ao Poder que vai fazer de tudo para não perder o Lugar!


Anónimo disse...

Carlos Pereira faz um golpe à Theresa May. Ou à Erdogan? Està a ficar tudo muito parecido. Que tristeza. Fica difícil continuar a lutar por uma Madeira melhor. E por um mundo melhor.

Anónimo disse...

E o jackpot da assembleia não dá para o congresso ?

Anónimo disse...

Com estas manobras de bastidores fica bem patente para toda a gente que o PS-Madeira não se preocupa com os madeirenses, mas sim em manter o status quo dos seus dirigentes, com as mordomias a ele associadas.

Anónimo disse...

Não é nenhuma manobra de bastidores. É apenas cumprir o que está no estatutos.
Não saber isso e comentar, é próprio de ignorantes impertinentes.