segunda-feira, 17 de abril de 2017

Um porta-a-porta saía mais barato!



Mãos largas a norte


No universo dos quase 2800 habitantes do Concelho de Porto Moniz, o município do socialista Emanuel Câmara, contratou por ajuste directo (a mesma empresa que cria o logo do "Fica na Cidade" do candidato de António Costa ao Funchal). Esse ajuste directo tem a módica quantia de quase 100 000,00 € a um duo-empresial do arco socialista, no meio de algumas consultas a empresas da mesma linhagem - pois tudo vai dar ao mesmo - um plano de divulgação/sensibilização ambiental.
Se por absurdo, cada habitante de Porto Moniz vivesse isolado numa casa, mesmo fazendo um porta-a-porta, a "EMBALAR" o munícipe, não sairia mais barata essa "sensibilização"?

K-nortenho

15 comentários:

Anónimo disse...

Devia era embalar os pepedes todos enviar para a china...

Anónimo disse...

Quase 100.000€ não senhor, a esse valor acresce o IVA a taxa legal, o que da a nórdica quantia de 120.000,00€.

Anónimo disse...

É preciso arranjar fundos para a campanha eleitoral que aí vem.
Estes socialistas são todos muito transparentes nas contas, e na gestão rigorosa nem se fala.
Aprenderam com o Filipe Menezes no Porto Santo.

Anónimo disse...

Curiosamente a mesma empresa que a ARM do Governo Regional contratou para uma campanha semelhante. Será que o duo socialista já anda a receber prendas antecipadas do futuro presidente do Governo ???

Anónimo disse...

Sai a a cerca de 35 € por munícipe. Coisa pouca em tempo de vacas magras...
E já agora, isso serve exactamente para quê?

Anónimo disse...

Já agora, este link: http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=1146681
pode ser o fio de uma meada interessante de seguir sobre as ligações das empresas do candidato a vereador que não assumiu porque ficava sem os negócios. Neste link o contrato é entre uma Associação da qual o tal senhor é Vice-Presidente e assina contrato com a empresa da esposa. Até pode ser considerado normal e legal mas se se explorar um pouco mais veremos uma série de outras empresas que coincidem nos convites e concorrências mas que estão todas ligadas entre si pela mesma personagem: BKat, Almasud, Satelite of Love, Joint Culture e uma Bizex entre tantas outras, ao gosto e necessidade de cada freguês.
Até uma Associação de Cooperação Ibero-Eslava teve o condão de ganhar uma adjudicação, a primeira e única da sua história no desdobramento de contrataualização da APCA para o mesmo projecto de cultura madeirense. Teia complexa mas não muito difícil de deslindar.
mais um link para melhor perceber: http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=272961

Anónimo disse...

Essa empresa está ligada a um Senhor que ja foi Jornalista ha uns 15 anos, está relacionado com a produção de eventos multimedia , festvais de musica, e afins, e preferiu fazer negocios com os municipios, nomeadamente o do Funchal do que ser Vereador da cultura. A sua mulher é que está à frente.
Problema não é da Empresa. Mas sim de quem os contrata em ajuste direto.

Anónimo disse...

O socialismo do Mauricio é faturar. O resto é para os parolos.

Anónimo disse...

Parece que, uma vez chegados ao poder, a tendência da generalidade dos políticos é adoptar decisões que, em termos de opinião pública, se identifica como de uma total ausência de fundamentação técnica, interesse público ou até do vulgo “bom senso”. Uns mais que outros, uns mais graves que outros, mas acontece todos os dias.
Tudo por ser sabida a subsequente impunidade dos seus actos. Mesmo em sede de voto. Nada se paga, mesmo em termos políticos, tudo prescreve. É isso que caracteriza os tempos atuais e independentemente de cores partidárias.
A própria comunicação social em outros tempos tudo faria por denunciar estas situações. Hoje, a comunicação social nada investiga, nada denuncia (excepção ao Fénix!). E a impunidade continua…Então a Norte… Vão lá ver o Município vizinho…

Anónimo disse...

Fui ao perfil do Carlos Rodrigues para ver se o Maurício andava por lá a fazer barulho outra vez, e nada... Queria ver qual a justificação dele para aparecer uma empresa de produção de vídeo - que por acaso também é dele - numa consulta para trabalhos de impressão.

Parece que esta ele não vai explicar... :(

Anónimo disse...

Deviam fazer um cartaz gigante a denunciar isso, porque aqui no Porto Moniz ninguém sabe dessas patifarias.

Anónimo disse...

Ele concorre contra si próprio e ganha sempre. Com a vantagem de saber os valores que envolve em cada Uma. Fantástico

Anónimo disse...

O EMANUEL CÂMARA COMPARADO COM O FILIPE MENEZES É UM SANTO, PARA NÃO FALAR QUE É COMPETENTE.

Anónimo disse...

Tacanhez não tem cor partidária!
Aconselho-vos a conhecer o projeto em questão de perto e a falarem depois.
Há muitas mentes nesta terra a precisarem urgentemente de ser recicladas.

Anónimo disse...

100 mil euros para 3000 habitantes dá para dar um curso personalizado de ambiente a cada habitante!