segunda-feira, 24 de abril de 2017




SECRETÁRIO REGIONAL DO TURISMO
NO ENCERRAMENTO DA APELarte


O quarto e último dia da APELarte será também um dos mais preenchidos desta iniciativa da Associação dos Antigos Alunos da Escola da APEL (AAAEA). O encerramento do evento, que contará com a presença de Eduardo Jesus, Secretário Regional do Turismo e Transportes, será também uma ocasião dedicada à Escrita, uma das áreas em destaque naquela que será uma semana recheada de actividades e de demonstrações artísticas.



Para o efeito, os Antigos Alunos irão reunir escritores madeirenses de renome, como Irene Lucília, Cláudia Faria, António Barroso Cruz e Henrique Amoedo, que tomarão parte num diálogo moderado por Eduardo Quina. Mas, antes da troca de ideias, haverá lugar a uma actuação da banda ‘Stardust Acoustic Project’, que tem conquistado um espaço muito próprio junto do público madeirense.    

Depois da conversa com os escritores, será tempo para mais um momento artístico, mas, desta feita, com o grupo ‘Dançando com a Diferença’ que darão corpo a uma actuação d’ ‘Os Bichos’, baseada na obra homónima de Miguel Torga. 

As actividades realizadas pela AAAEA entre 2 e 5 de Maio constituem a segunda fase da APELarte, que teve início em Janeiro, com a realização da Exposição ‘Déjà-Vu (1)’, no Museu Henrique e Francisco Franco, que juntou trabalhos de Henrique Franco às interpretações de alunos do 10º ano do Curso Científico-Humanístico de Artes Visuais da Escola da APEL e a obras dos artistas plásticos Luís Paixão e Diogo Goes.


Além de um Ciclo de Conferências, o programa organizado pela AAAEA, sob a curadoria de Diogo Goes, artista plástico e membro da Direção da Associação, inclui, ainda, uma exposição artística denominada ‘Déjà-Vu (2)’, assim como atuações teatrais e saraus de dança expressiva contemporânea.
Texto AAAEA  

1 comentário:

Anónimo disse...

Será que vai ser anunciado, uma vez que não foi efetuado o Festival da Luz e existia verba para esse grande acontecimento, o melhor destino a ser dado ao mesmo que seria:
- Porque não pensar e executar a transformação dos Postos de Iluminação Publica existentes na Marginal e outras localidades próximas que neste momento são coisas muito banais que se veem em muitas ruas de varias cidades em Postos de Iluminação Esteticos com Obra de Arte, uma coisa só nossa, originais, com nível artístico dignos desta Ilha e da sua Capital.
Existem em varias cidades do Mundo este tipo de postos que são um autentico regalo para quem tem oportunidade de verificar e para dar um mero exemplo vejam o que se passa em Palma de Maiorca.
E nós até temos muitos estilistas como é o caso de Fátima Lopes, Nini entre outras, façamos um concurso de ideias!
Vamos vestir a nossa Capital com uma roupagem nova e isto não é da competência da Camara mas sim do Secretário do Turismo, até porque é ele da Economia que superintende tanto a EEM como o Turismo.
Pois mas trabalhar e criar inovações não é com ele, este mais um Show Off Man que se integra muito bem na equipa do Miguel/Rubina.