segunda-feira, 10 de abril de 2017

JPP volta a 'estacionar' no hospital



Madeira continua com o estacionamento do hospital mais caro do país.
Promessas do Governo PSD, só no papel


O JJP esteve hoje, novamente, junto ao estacionamento do Hospital Dr. Nélio Mendonça para lembrar ao Governo Regional que continua a não cumprir as promessas feitas aos madeirenses e porto santenses.


Este problema foi levado à Assembleia Legislativa da Madeira, por parte do Grupo Parlamentar JPP, estando já publicada a recomendação, desde julho de 2016, em Diário da República, no sentido de que o Governo Regional providencie as devidas diligências com vista à redução do preçário praticado neste estacionamento.
“O Governo Regional prometeu que, até o dia 31 de março a situação seria alterada. Estamos a 10 de abril e nada foi feito. Nada. Ora estamos perante um Governo PSD que é mentiroso e que tem levado esta bandeira da mentira” salientou Cátia Pestana, porta-voz da iniciativa.
Esta situação demonstra “desrespeito pelas situações reais da população, por aquilo que afeta, diariamente, os madeirenses e porto-santenses. Estamos perante um Governo que não tem sido capaz de respeitar a palavra dada e a palavra votada pelo próprio partido”
O estacionamento do Hospital, pelo fim a que se destina, providencia um serviço necessário à população “seja utente, familiar ou profissionais que ali trabalham”, sendo incompreensível os valores praticados “que são os mais elevados do País e, inclusivamente, da Europa”.
Este assunto tem sido agenda do JPP há mais de um ano. Inclusivamente, houve uma reunião com o Secretário Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, em outubro de 2016. Desta reunião resultou o compromisso da parte do Governo Regional de, até o fim do mês de março, haver alterações nos preçários praticados, facto que não se verificou.
“Estamos perante um contrato que foi mal negociado por parte do Governo e já é tempo deste Governo PSD assumir a sua responsabilidade”, ao invés de serem os utilizadores do estacionamento a pagar, diariamente, estas más opções de gestão do Governo Regional.
Texto e foto: JPP

10 comentários:

Anónimo disse...

De facto é um roubo.
A verdade é que ninguém vai ao Hospital "porque gosta", vai-se por necessidade seja ela qual for, e aproveitarem-se das maleitas das pessoas para explorarem-nas, não lembra ao Diabo.
Haja um pouco de consciência, já que de juízo, parece não haver.

Anónimo disse...

estes para apresentar de trabalho até repetem até á exaustão aquilo que já outros disseram , antes destes apareceu o Coelho com a mesma denuncia.
Vejam lá se trabalham e são originais

Anónimo disse...

O Partido dos Irmãos Sousas andaram a concorrer por todo o lado, europeias, nacionais, nos Açores, e só não apresentaram candidatura em Marte, porque os marcianos não têm eleições. Depois levaram um porradão em todos os lados, e agora regressam com o rabo entre as pernas ao reduto de Santa Cruz.Até o Funchal deixaram para o Careca. Como é bom levarem nas orelhas para apreenderem!

Anónimo disse...

Olha, oh ppd atrás, pelo menos nas nacionais foicaram à frente do CDS do rodrigues, já não foi mau, pois não? Agora o teu albuquerque vai cucar para longe...

Anónimo disse...


Se a prática de intimidarem trabalhadores e ameaçarem com processos disciplinares e colocarem em "prateleira " os contestatários é uma forma de estar a gerir a causa pública , acompanhados de intenções de obrigar pelo número de cada trabalhador a ter que estar em jantares é a forma prática de atuar destes verdes imaginem se pudessem concorrer a mais câmara o que não seria ?

A verdade é que estes verdinhos não têm pessoas por cada município para formarem candidaturas autónomas.

E não têm mais pessoas porque o que têm são pessoas de Santa Cruz que não é correto candidatar a outras localidades.

O circulo de crescimento está fechando a vai chegar ao dia desse círculo se fechar até na sua freguesia.

Parece que está para breve sentir o saber de cair na oposição e aí é que vamos ver a capacidade de governar na oposição.

Vamos devagarinho e devagarinho ajudar a fechar o círculo.

Santa Cruz livre de gente com esre calibre é necessário.

Anónimo disse...

Parece-me que os administradores,o pessoal dirigente, os médicos,os chefes, e alguns enfermeiros em breve terão o seu problema resolvido... e os pacientes e os utentes???

Anónimo disse...

O anónimo da 11:, deve ser o Nélio, ex coordenador cultural da imperial, ou da olavania, assim nunca nais chegam lá

Anónimo disse...

Estacionamentos, uma das causas fraturantes dos JPP.
Dêem um subsídio ao povo de S. Cruz, para quando vier ao hospital poder estacionar.

Anónimo disse...

Isso de ameaças com os trabalhadores, bullying e de processos disciplinares, o GR e ALM, fazem-no diariamente, perseguem pior que a Pide...

Anónimo disse...

O desespero renovadinho a tentar tomar conta do blogue com comentários Lolol e lixado ser aldrabao né?