quarta-feira, 26 de abril de 2017

Little Morocco



CMF licenciou tendinha por quanto tempo?

Com mais três ou quatro tendinhas podemos criar a Pequena Marrocos ou Little Morocco (inglês serve melhor o Turismo do Funchal), diante da Sé. Digamos que a CMF está apenas a duas, três tendinhas de cumprir - com o zelo a que nos habituou - algo inovador para a cidade, para os munícipes e turistas.

Um belo cartão de visita. Os meus parabéns ao Presidente da Câmara e equipa.

A tendinha está licenciada por quanto tempo? Não quero perder oportunidade fazer novas e bonitas fotos da Sé.

Cumprimentos,
Ricardo Vares

8 comentários:

Anónimo disse...

passei lá as 13.30 (de 26/6)e não vi nada disso,...e já estão a reclamar como que uma tendinha fosse um problema para cidade,... ha certas pessoas que passam a vida a ver defeitos,...para postarem na net
enfim....!!!!!

Anónimo disse...

Uma tendinha, que é fácil de ver, é do mais transitório que há!
Vale tudo e mais além para o bota abaixo.É isto que temos?

Anónimo disse...

deve ser uma das tais 1000 novas empresas que o cafofo criou .

Anónimo disse...

Será mais um posto de turismo cafofiano, ou uma tenda para apoio ao empreendedor ?

Anónimo disse...

Ainda bem que isto como diz o cronista foi licenciado pela Camara porque se fosse pela APRAM do Secretário dos Barquinhos Voadores eram colocados SOFÁS como aqueles que foram autorizados na antiga Praça do Mar.
Bom aqui ainda se compreendia a colocação dos Sofás que era para as pessoas aguardarem pela abertura da Catedral.

Anónimo disse...

Há tempos andava pela zona um colchão que diziam ser do vereador sem abrigo.
Podem os cafofianos pedir-lhe emprestado, numa das suas ausências para tratar de assuntos familiares, segundo o Cafofo.

Anónimo disse...

Comparar o impacto visual duma tenda a frente da Se Catedral com uns sofás num sítio que nada tem de cultural será ignorância ou muita vontade de tapar o sol com a peneira????

Anónimo disse...

A Tendinha é para o vereador Sem Abrigo se deitar porque vai ser corrido pelo Cafofo.