sábado, 23 de fevereiro de 2013

AMBIENTE



Mais 1100 plantas contra a desertificação



Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha – 23.02.13


Cinquenta e dois voluntários, entre os quais um grupo de hóspedes do Hotel Royal Savoy, estiveram hoje empenhados na luta que a Associação dos Amigos do Parque Ecológico vem travando contra a desertificação no maciço montanhoso do Pico do Areeiro.
No Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha e na extremidade mais alta do Parque Ecológico do Funchal foram cuidadosamente colocadas no solo mais 1100 plantas de quatro espécies indígenas.
Entretanto, um mês antes do início da primavera, os goivos-da-serra (Erysimum bicolor) começaram a florir e a pintar com as cores da vida a serra calcinada.

Saudações ecológicas,
Raimundo Quintal

Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha – 23.02.13




-Loureiros (Laurus novocanariensis)-23.02.13

Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha-23.02.13









Goivo-da-serra (Erysimum bicolor)-23.02.13

Campo de Educação Ambiental do Cabeço da Lenha-23.02.13

1 comentário:

OLima disse...

Tomei a liberdade de fazer a devida referência no Ondas3
http://onda7.blogspot.pt/2013/02/graciosa-lidera-reciclagem-de-papel-e.html
Bem hajam.