terça-feira, 21 de fevereiro de 2017



FACT CHECK III

A BANDEIRA DA MOBILIDADE


A propósito da cerimónia de hoje na CMF com o hastear de três bandeiras, uma delas representando a mobilidade, recordo-me que em 2013 em plena campanha, Paulo Cafôfo CANDIDATO foi até as zonas altas, meteu-se num autocarro para ver o estado dos transportes públicos – leia-se da Horários do Funchal.
 A conclusão de Paulo Cafôfo CANDIDATO foi “a CMF não pode ficar à margem da gestão dos transportes públicos e da mobilidade da cidade. Queremos assegurar um serviço público que seja de qualidade e no interesse das pessoas.”
Passados três anos Paulo Cafofo PRESIDENTE teve uma postura contrária àquilo que defendeu em campanha. Com a entrada em vigor do Regime do Serviço Público de Transporte de Passageiros, as portas estavam abertas para a CMF assumir as competências e atribuições que lhe estavam atribuídas por lei.
Mas Paulo Cafofo PRESIDENTE, aquele mesmo que 3 anos andou de autocarro pelas zonas altas, demonstrou uma falta de sensibilidade humana e política, em pleno Natal, deixando os funcionários da Horários do Funchal sem resposta, sem saberem se teriam ou não emprego dali a um mês. O Sindicato Nacional dos Motoristas deslocou-se propositadamente do Continente até a Madeira para pedir explicações ao autarca, sempre sem resposta, e até ameaçaram com manifestações à frente da Câmara e greve.
Depois de todo o transtorno, Paulo Cafofo PRESIDENTE quebrou o silêncio (tarde e mal). Paulo Cafofo PRESIDENTE disse que a CMF não iria assumir quaisquer competências em matéria de serviço público de transporte de passageiros, delegando as competências no Governo Regional.
FACT
Veja aqui a viagem na HF, as declarações e outras notícias de Paulo Cafôfo CANDIDATO:
http://www.dnoticias.pt/impressa/hemeroteca/diario-de-noticias/547457-cmf-assume-competencias-nos-transportes-publicos-BLDN547457
CHECK
Veja aqui o que aconteceu à HF e aos trabalhadores da HF com Paulo Cafôfo PRESIDENTE:
P.S. É muito estranha esta política de mobilidade feita por Paulo Cafôfo à revelia dos interesses dos comerciantes e da população. Estamos todos ‘agradecidos’ por mais esta machada na mobilidade onde o que conta são os ‘Kick’ & Ride e os estacionamentos para as motas. Parabéns pela bandeira da mobilidade Sr. Presidente!


Miguel Costa 

11 comentários:

Anónimo disse...

Vejo que o autor é extremamente sensível a nível humano e político. E gosta de puxar a brasa à sua sardinha.

Anónimo disse...

Prémio de acessibilidade homem... não mobilidade

Anónimo disse...

O que eu vejo...è só fachada e promessas não cumpridas .
Mais do Mesmo, Não.
Funchal parou no tempo.
Está tudo igual ou pior relativamente há 3/4 anos.
Ruas por calcetar-o troço do colégio ao Zarco é uma vergonha. A estrada monumental é um atentado ao turismo
Sinalização horrível

Anónimo disse...

O Cafofo é só garganta e papel de Diário

Anónimo disse...

o pouco que Cafofo agora apresenta foi feito na altura de Miguel Albuquerque , a unica inovação é a propaganda a peso de ouro no Diario do Blandy , de resto a cidade parou e empobreceu para os estrangeiros poderem enriquecer.

Anónimo disse...

Mas este Cafôfo tem cá uma lata. Depois do desenrolar do caso Horários do Funchal, ver o vídeo deste senhor a andar de camioneta é de chorar a rir hahahahahahhaha hahahahhahahaha.

Anónimo disse...

Existe uma pessoa da autarquia do Funchal, que já foi do mercado lavradores que anda a organizar palestras no PSD para Lixar o Presidente Cafofo e toda a sua equipa. Quem adivinhar ganha um premio......

Anónimo disse...

Vai aqui uma "marcação serrada" ao Cafofo....Ate tem um iluminado que diz que o anterior presidente fez um excelente trabalho, valha me nossa senhora, esse Sr. o que fez pela Autarquia mais o chefe de gabinete foi deixar uma grande divida para os contribuintes pagar.
Nunca sérvio a CMF, sérvio foi o seu umbigo e o dos amigos, ou por outra o nariz.

Anónimo disse...

Porque razão não deixam a Miss Campanário viajar em paz nos autocarros?

Anónimo disse...

O Cafôfo pelos vistos só paga dívidas. Investimentos ele não faz. Nem sequer em marketing, muito menos em vídeos de auto-promoção, nem em sondagens para efeitos pessoais. Também não investe em PUB para calar o DN.

Ainda estamos para ver a dívida que este senhor vai deixar em 2017 para o próximo presidente da câmara, visto que o trambolhão no índice de transparência municipal foi estrondoso.

Se com a transparência de Albuquerque havia dívida e Cafofo teve de pagá-las, nem quero imaginar as dívidas que este executivo vai deixar a quem vier depois.

Uaaaa mãe!

Anónimo disse...

Só no Diário de Noticias é que não existe divida da Câmara. Jornalismo de chacha.