quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Os especialistas do juízo estão de baixa?



Neste momento não há um único psiquiatra a dar consultas do Departamento de Saúde Mental da Região




No debate mensal com o Presidente do Governo Regional, realizado esta manhã, no Parlamento da Madeira, os deputados do BE denunciaram que neste momento, dos dois únicos médicos psiquiatras que prestam serviço no setor público, um está de licença de paternidade e o outro suspendeu as consultas para fazer serviço nas urgências.
Por isso, denunciou o deputado Roberto Almada, os mais de mil utentes que eram atendidos no Departamento de Saúde Mental não têm acesso a qualquer consulta no setor público da saúde na Madeira. Por outro lado, o parlamentar bloquista recordou que quase um milhar de pessoas que eram atendidas no Departamento de Saúde Mental não têm qualquer consulta há mais de um ano "o que faz com que as pessoas estejam desesperadas e, muitas delas, tenham descompensado". O Deputado Rodrigo Trancoso confrontou Albuquerque com o facto de alguns governantes regionais defenderem que o custo com a construção do novo Hospital da Madeira deve ser suportado a 100% pelo estado o que, para o BE, é inaceitável pelo facto do governo regional não poder desresponsabilizar-se de tal obra.
Texto BE

6 comentários:

Anónimo disse...

E porto sANTO?!? Tabem temos loucos aqui!
E mais nao temos dentista nem á previsao para quando vamos ter vergonha!!!!

Anónimo disse...

E na assembleia regional, não há nenhum médico para loucos de serviço ?
É que trabalho não falta.

Anónimo disse...

De facto, a "saúde mental" foi muito proveitosa a certas declarações de incapacidade profissional a algum político, que agora é autarca do BE. Não é?

Anónimo disse...

Não me digam que foram todos trabalhar como "assessores" do governo. Anda tudo louco? Asneira atrás de asneira... agora fazem leis para cobrar taxas em terrenos privados? Mas não se informam antes de legislar? É demasiado amadorismo... ou loucura!

Anónimo disse...

o vitalício Almada está mesmo a precisar de um médico desses.

Anónimo disse...

Enlouqueceram com o Governo