sexta-feira, 12 de maio de 2017

O caso do "roubo histórico"

  
Terrenos da Cancela
JPP vai até às últimas consequências 
pelo Povo de Santa Cruz


 
O Juntos pelo Povo (JPP) deslocou-se ao Parque Empresarial da Cancela para denunciar a “vergonha que ali se passa” e para deixar uma garantia ao Povo de Santa Cruz:
“Enquanto representante máximo deste concelho, não me vou cansar, vou denunciar este roubo histórico, promovido por altas instâncias do governo regional e pelo conselho de administração, uma quadrilha nomeada pelo governo, para roubar o Povo de Santa Cruz. Isto não tem perdão.”


Filipe Sousa, líder do JPP e autarca de Santa Cruz, refere-se ao caso dos terrenos do Parque Empresarial da Cancela, cuja venda “o governo regional tem negociado com empresas deste parque empresarial, na calada da noite”, quando a propriedade pertence, comprovadamente, ao município.
“Nós não vamos baixar os braços. No início desta semana desencadeei contactos com órgãos de soberania da Região e do Estado, no sentido de denunciar esta pouca vergonha. Iremos apresentar dados comprovativos deste roubo, feito por pessoas que recebem avultadas somas mensais pagas pelo erário público, enquanto desrespeitam os representantes eleitos pelo Povo. Iremos até às últimas consequências para que o Povo de Santa Cruz seja ressarcido de toda a garantia financeira, por via da alienação deste espaço”, assegurou Filipe Sousa.


Texto e fotos: JPP

18 comentários:

Anónimo disse...

Força Presidente, vá em frente!

Anónimo disse...

Vai queixar-se do Governo???
Mas não foi o Tribunal que decidiu?
Então está a chamar "ladrão" ao Juiz e à Magistratura.
O Governo tal como qualquer cidadão, recorreu aos Tribunais para defender a sua posição, e ganhou. Quanto muito, pode e deve recorrer da decisão, agora andar a chamar "nomes" ao Governo e à pessoa do seu Presidente, isso já cai noutra alçada.
Não pense que é na praça pública com conferências de imprensa que se resolve isto. Vivemos num Estado de Direito e é nos lugares próprios que isto se julga.
Não seja Chavista, um populista e agitador.
Já está ficando pior que o Coelho.

Anónimo disse...

Avante camaradas verdinhos.
Em frente contra os tribunais. Revolução sempre.
Aí está o vice para o comunicado, e o escritório bem pago quer é acções destas. É dinheiro em caixa.

Anónimo disse...

Quem ouve o sr Filipe ainda pensa que realmente têm razão e foi aqui cometida uma ilegalidade, em vez do que realmente aconteceu: um processo em Tribunal, do qual resultou uma decisão vinculativa para os seus destinatários. Ponto. Não há cá teorias da conspiração que colem, senhor presidente....

Anónimo disse...

Normalmente quem entra num processo para perder, diz que vai "até às últimas consequências".
É um clássico.

Anónimo disse...

Estão no fim, a gastar os últimos cartuchos, estes rapazitos nem deviam concorrer, tal será a derrota, pois a amargura custará mais a rier

Anónimo disse...

A justiça manipulada pelo PSD! Na Madeira nada funciona, tudo controlado, o pensamento, jornais, povo manietado, uma plena ditadura!

Anónimo disse...

Uma gaivota voava, voava...

Anónimo disse...

Mas qual ditadura?! Você diz o que quer na rua, nos facebooks e no emprego, não diz? Compra os livros e vê os filmes que quer, não vê? Vai aonde lhe apetece, não vai? Esta demagogia barata já cheira a mofo.

Anónimo disse...

E o JPP quer os terrenos para quê? Para aprovarem projetos para mais uma bomba de gasolina? (há um projeto para mais uma bomba de gasolina com o entreposto mesmo ao lado) É para isto que querem os outros terrenos?
O ordenamento do território na Câmara de Santa Cruz está caótico! Precisamos de caras novas, com mais visão e competência.

Anónimo disse...

A Madeira vive uma ditadura disfarçada de democracia, pois tudo o que diz, pode corresponder a verdade, mas se disser o que pensa, perseguem- no e a sua familia, no trabalho, colocam-no na prateleira, por arguidos do Cuba Livre e do Panama Papers, tudo para ir de atestado e deixar o local de trabalho, berros, ameaças destes corruptos e seus capangas. Mesmo aue mantenha-se passivo, sem fazer ondas tb todos os telefones, computadores, sob controle, o rol de malvadez ainda vai no adro, porque pela frente sorrisos e por detras facas espetadas nas costas, portanto inde anda a tal liberdade que fala??

Anónimo disse...

Ó das 15.10, peça que lhe traduzam o texto a ver se percebemos o que é que quer dizer.

Anónimo disse...

Mais um que se licenciou da "Escola de São Miguel Alves", padroeiro dos revoltados incompreensíveis. Até lhe dava um 5, mas como não está tudo em maiúsculas, só posso dar 4.

Anónimo disse...

Como as vossas licenciaturas renovadinhos, nas universidades aberta e da madeira, onde predomina o facilitismo, por isso toda a vossa burrice e afundam diariamente a Madeira. Os cargos de destaque do vosso desgoverno, tem como dirigentes muitos com essas licenciaturas facilitistas de universidades sem credibilidade!

Anónimo disse...

Compreendeu muito bem o texto acima, apesar de algumas falhas ao escrever feito pela pessoa das 15h 10m!! Por isso a sua resposta, afinal se na Madeira reina a democracia, porque o S.R.das Finanças foi chamado ao Parlamento Europeu para ser questionado sobre a Zona Franca da Madeira, os Panama Papers e a fuga de milhares de euros desta Praça Financeira? Um vexame para esta terra, quanto mais falam, mais se enterram.Corruptos!!

Anónimo disse...


Estes verdes são mesmo Doutorados, em incompetência e tentativa de enganar o povo.

Vão a Tribunal pedir para o governo pagar o terreno e dizer que a Madeira Parques não deve mandar em espaços de Santa Cruz.

Resultado : Perderam a ação com ao famosos advogados dos 771 mil euroooooos, sim perderam a ação com estes grandes advogados trazidos para a câmara pelo Vice, o tal que nada tem a ver com nada e tece grandes comentários de honestidade pública e verticalidade sem pau no sitio e de dentro de momentos vai desancar já neste comentário. Sim esse que era ajudante de notário e fazia escrituras.
Tudo limpinho limpinho que nem o Jesus conseguia melhor.

Perderam a ação em tribunal agora dizem que o tribunal e o Governo roubou-lhes o terreno.

Isto é mesmo de brandar aos céus , deviam era dizer que foram roubados pela incompetência da sua defesa em tribunal, claro não é ?

Aproposito estamos esperando que o Presidente faça a justificação dos terrenos dos pastores do Santo da António da Serra o tal que a Câmara nunca demonstrou qualquer elemento de posse e vamos ver quem são os tristes das pessoas que vão fazer declarações falsas e depois vão ser julgadas por falsas declarações sim isso é que vai ser lindo de ouvir o que eles mais tarde vão dizer

Vamos esperar por mais este roubo ao povo de santa cruz.

Acordem e comprem espelhos para poderem ver o que são - incompetência do pior.

Anónimo disse...

Ja apilarem ui ladrons ?

Anónimo disse...

E essa auditoria à Câmara para condenar os ladrões do PPD, quando é que fica concluída?
Já ganharam algum processo? Qual?
Só conversa fiada para adormecer o boi.
Ai meu rico dinheirinho gasto com advogados do "contenente" para nada.
Isso dava para tanta coisa.