quinta-feira, 4 de maio de 2017

PCP denuncia situações graves


Dia Regional do Bombeiro:

Precariedade e Inaceitável Exploração

  


Neste “Dia Regional do Bombeiro” o Grupo Parlamentar do PCP/Madeira denuncia a existência de situações de grave precariedade e de formas de inaceitável exploração de trabalhadores que exercem a prestação de serviços como bombeiros.


O problema mais grave que hoje se denuncia reporta-se aos “Bombeiros do Aeroporto”. Exercendo serviço de socorro e como serviço de salvamento e luta contra incêndios, apesar da elevada formação especializada que é exigida aos “bombeiros do aeroporto”, mais de 60% do corpo de operacionais nos Aeroportos da Região Autónoma da Madeira são trabalhadores que exercem funções em regime de precariedade e recebem salários que correspondem a 1/3 do valor auferido pelos efectivos. Aliás, quanto a esta situação de precariedade e de escandalosa exploração laboral os Aeroporto desta Região Autónoma constituem a única zona de Portugal com esta situação que atenta contra aquele que deveria ser um digno estatuto de bombeiro.
Face a esta situação, o Grupo Parlamentar do PCP decidiu requerer uma urgente tomada de medidas político-legislativas no sentido de que sejam efectivadas políticas regionais mais conformes com o obrigatório respeito pelos trabalhadores que exercem serviço de socorro, como é próprio dos bombeiros e do seu estatuto.
Texto PCP

Sem comentários: