domingo, 5 de fevereiro de 2017

No Centro de Câmara de Lobos



PCP aborda agricultura familiar 
O PCP esteve na manhã de hoje no centro da Cidade de Câmara de Lobos, com o objectivo de abordar o não cumprimento da promessa de criação de hortas sociais. A iniciativa comunista contou com a voz de Alexandre Fernandes, deputado municipal em Câmara de Lobos nas declarações à comunicação social.
A actividade no Concelho de Câmara de Lobos é marcadamente agrícola, contudo, há uma grande faixa da população que não tem possibilidade de aceder a espaços de cultivo devido a uma urbanidade já muito presente.
O PCP apresentou uma proposta de recomendação na Assembleia Municipal no âmbito das políticas de agricultura familiar e que consistia na criação de hortas sociais que tinham como objectivo ajudar, num momento particularmente difícil da economia das famílias. A nossa proposta foi recusada usando a argumentação que o Município, em conjunto com a Investimentos Habitacionais da Madeira, já tinha um plano definido no intuito de criar espaços onde as famílias mais carenciadas, ou a viver situações de desemprego, pudessem assim complementar a sua economia familiar.
Passados quase quatro anos, não existem hortais sociais, a Câmara Municipal de Câmara de Lobos prossegue com uma política de assistencialismo social, que não deixa de ser importante, mas nesta situação específica prefere dar o peixe em detrimento da cana para pescar. Os munícipes continuam a nos procurar, perguntando para quando as tão desejadas hortas sociais.
Como habitualmente, o PCP voltará a insistir junto da Câmara, mais concretamente na Assembleia Municipal onde estamos representados, a fim de ver este anseio da população concretizado.

Texto e foto: PCP

Sem comentários: