quarta-feira, 5 de abril de 2017




A Ratoeira do Munícipe





Nos tempos do Estado Novo, a propaganda era requintada e seguia um certo ritual protocolar. Fazia-se uma cerimónia solene com o lançamento da primeira-pedra, e após a obra pública concluída, fazia-se nova cerimónia festiva, e assim se fazia render o peixe.
Na semana passada, o sr. Prof. Paulo Cafofo, na companhia do sr. Primeiro-ministro, repetiram os gestos e os modos do Doutor Oliveira Salazar, lançando uma lasca de pedra no meio dum poio de hortaliças, nos Viveiros, mas com um pequeno senão: a obra ainda não tem o visto do Tribunal de Contas, uma minudência institucional que no tempo do senhor de Santa Comba seria considerada uma heresia.
Seguidamente, a mesma comitiva salazarenta foi, em passo-de-corrida, inaugurar com pompa e circunstância a nova Loja do Munícipe (não sabemos se houve brindes com espumante Terras do Avô, do que tivemos conhecimento é que a autarquia gastou uma pipa-de-massa numa capa propagandística no Jornal do Blandy), uma instalação de atendimento luxuosamente decorada e equipada com computadores topo-de-gama – equipamentos e softwares instalados pela inocente MCComputadores, conhecida ex-empresa do administrador do Diário de Notícias, José Câmara. (Atenção ao prefixo ex)
O mais caricato é que esta orgia de despesismo público foi para inaugurar um belo “Ferrari” equipado com uma caríssima centralina, mas sem motor, caixa de velocidades e transmissão, no fundo, um embrulho ricamente empapelado sem nada dentro. E explico porquê:
Em Outubro de 2013, antes de tomar posse como vereador da famigerada Coligação Mudança, fui a expensas minhas ao Continente, mais propriamente à Câmara Municipal de Cascais, para me inteirar tecnicamente dos passos que tinham sido dados por esta autarquia para a total desmaterialização processual. Isto é: depois da autarquia de Oeiras, a Câmara de Cascais era a segunda autarquia do país (Setembro 2010), a iniciar todo este complexo processo de simplificação e desburocratização administrativas, criando uma plataforma informática que permitia não só maior transparência, mas também agilização e tramitação interna e externa de todo o procedimento administrativo municipal. Resumindo, não entrava papel na autarquia, acabava-se de vez com os pesados e volumosos processos, que exigem força humana para movimentá-los, como também grande espaço físico para arquivá-los, e assim todo o ciclo de vida de produção documental do município (papelada) passou para suporte electrónico, muito mais fácil de manusear, anotar e despachar.
Mas este recurso a novas tecnologias tem de começar obrigatoriamente na área do urbanismo, porque é aquela que intrinsecamente contém maior complexidade. Deste modo, em finais de 2013, na Câmara Municipal do Funchal, começámos a dar os primeiros passos para esta modernização administrativa, com a adjunta da presidência, dra. Filipa Teixeira, a preparar os “alicerces informáticos” onde assentaria toda esta complexa estrutura electrónica. Aliás, a própria Legislação, como o DL n.º 555/99, de 16 de Dezembro, adaptado à região pelo DLR nº 37/2006, de 18 Agosto, já o exigia.
Infelizmente, com a nossa “defenestração” todo o trabalho foi para o lixo, não só os estudos para a desmaterialização das reuniões camarárias (ainda são feitas anacronicamente a papel e a caneta, sem um sistema integrado on-line, no qual os vereadores com os seus PCs poderiam consultar, submeter e votar/deferir electronicamente os processos), como também todos os esforços que estavam a ser feitos, para se criar uma Loja do Munícipe genuína, onde por exemplo, os munícipes entregariam obrigatoriamente os seus projectos ou operações urbanísticas em CD/DVD ou PenDrive, (obras de edificação; obras de demolição; loteamentos; requerimentos e certidões), que depois sofreriam posterior tramitação electrónica, desde a sua análise até o deferimento técnico, com as diferentes fases a serem autenticadas e validadas por assinatura digital. Os processos seriam rápidos e transparentes, e qualquer munícipe na sua casa, sentado confortavelmente no seu sofá, poderia acompanhar com o telemóvel todo o seu processo, sem se sujeitar ao actual labirinto burocrático cafofiano.
Infelizmente, esta Câmara de incompetentes gastou 2 milhões de euros num cenário pomposo, numa obra de fachada, quando poderia ter dado passos significativos na reforma e modernização do sistema, e, mais confrangedor ainda, é saber-se que a nossa autarquia tem o seu arquivo quase todo ele digitalizado e um Sistema de Informação Geográfica (SIG) super-carregado de informação electrónica, dois vectores essências para o arranque e suporte da desmaterialização. 
Para finalizar, a Câmara de Cascais, na criação do seu balcão de atendimento exclusivamente electrónico, gastou em 2010, no projecto “Cascais Mais Perto”, a quantia de € 501.712,48 tendo recebido co-financiamento comunitário no âmbito do QRN/Por Lisboa, no valor de € 114.000,00 mas como não tinham o seu arquivo digitalizado e necessitavam de aperfeiçoar e ampliar a sua plataforma electrónica, gastaram mais € 701.269,65 onde voltaram a usufruir de uma comparticipação comunitária de 40%. Isto é, criaram uma verdadeira Loja do Munícipe onde não entra um papel, por menos de metade do valor que o sr. Cafofo derreteu na sua Loja do Faz de Conta.
Esta brincadeira eleitoralista do sr. Cafofo com o apoio tácito do sr. António Costa merecia uma profunda investigação do MP e uma auditoria do Tribunal de Contas. E modelos para comparação de custos não faltam, basta ver os exemplos das câmaras municipais de Sintra, Seixal, Loulé, Ílhavo, Vizela… que modernizaram os seus balcões electrónicos, racionalizaram os seus recursos, promoveram a desmaterialização efectiva e reduziram o tempo de resposta aos seus munícipes, sem este postiço e caríssimo forrobodó cafofiano.
Gil Canha
   

31 comentários:

Anónimo disse...

Se é assim...Cafofo no seu pior, o que nao espanta, pois tudo é fachada e promessa de curta memória.
Sr Gil ia bem na lista da Rubina, pois ja foi militante do PSD de Jardim.

Anónimo disse...

O dr. Jardim inaugurava obra pronta estes são pedras.

Anónimo disse...

Sr. Chega de ser ressabiado, criticam o cafofo por tudo e por nada, até já anda amigo do PSD como o Coelho só para trocarem informações para derrubar o Cafofo... francamente

Anónimo disse...

O sr. Gil não se pode esquecer, que a obra ficou mais cara do que nas outras câmaras do nosso país, porque para a ilha temos de pagar o transporte, lolol!! Dá dó!!!!

Anónimo disse...

estes não inauguram pedra , comentador das 0951 , estes ( Cafofo , Gouveia e Iglesias ) inauguram despesa e propaganda no Diário ( mais despesa para uns e lucro para outros)

Anónimo disse...

Porradão bem dado, já desconfiava que aquilo era uma obra de fachada agora fiquei com a certeza.

Anónimo disse...

Gostei da Câmara de Incompetentes. Tenho um processo que ninguém despacha. Os direitos do municipe não respeitam?

Anónimo disse...

A vida está complicada Gil Canha, não?
Não há maneira do Gil Canha vender os Terrenos da Prebel??
Vai haver dias melhores e tenha esperança que brevemente se resolverá.
Até o Bacalhau Madeirense não os quis. Em ultimo caso aproveite os Subsidios e faça um Aguapark ou então aquela casa das meninas que na semana anterior tinha-se referido.
E o terreno junto ao Pavilhão e ao Liceu? Estou a ver que profissionalmente a coisa está complicada, não dá nada para vendedor.
Como dizia o comentarista das 08,59h como já foi militante de vários partidos incluindo o PSD, aproveita a boleia e entre no comboio da Rubina, mas não se esqueça de passar por S Roque do Faial.

Anónimo disse...

Quem tb deve ir na lista da Rubina Leal todos os individuos do Cuba Livre e dos Panama Papers, que o DN de hoje fala....

Anónimo disse...

Como a denúncia é bem fundamentada, aparecem uns comentadores a partir para o ataque pessoal.
É o habitual, nesta aldeia. Ao menos que desmentissem apenas UM dos factos aqui referidos pelo Gil Canha. Mas não conseguem...

Luís Oliveira

Anónimo disse...

Mais uma Crónica de Escarnio e Maldizer do duo de ressabiados: Gil Canha/Dionisio Andrade.
Ontem foi o Dionisio, hoje o Canha, amanha voltará a ser o Dionisio, estou ansioso para verificar.
Realmente Sr Canha como já diziam no tempo do meu falecido Avo:
Quem nasce Lagartixa nunca chega a Jacaré! Nem que seja o vosso caso que já rodou em vários partidos inclusive o PSD que deixa seres humanos morrerem por falta de Medicamentos.
Sinceramente, o Sr Canha não acha que foi um erro de casting ter chegado a Vereador? Se lá ainda estivesse, mais de metade das Empresas no Fx já tinham fechado e tinha afugentado o turismo.
Acha que tem capacidades alguma vez para chegar a vereador? A melhor coisa que o Cafofo fez, foi lhe mostrar o olho da rua, por isso todo este ressabiamento diário que tem. Depois de amanha deve vir aqui criticar por na Av Luis Camoes se encontrar uma embalagem de Rennie no chão e a Camara não ter mandado ninguém lá proceder a limpeza.
Como dizia o Jorge Jesus nem com mais 10 vidas se algum dia chegará novamente a Vereador nem que seja por uma semana, aproveite e disfrute dos 5 minutos que lhe dão no Parlamento porque a partir de 2019 será um apagão.
Já agora e para este duo de maldizeres e sabichões que aproveitem atualmente a grande janela de oportunidades que existe e Emigrem para a Venezuela que neste momento terão imensa sorte.
Já cansa não Sr Gil e o que ainda teremos de aguentar até Outubro.
OH Homem concorra numa lista da Rubina, um dos seus anteriores Partidos.

Anónimo disse...

Muito bem Dr. Gil.
Continue a desmascarar essa Câmara de incompetentes que a dirigem.
Você acordou tarde quando se meteu com essa gente. Mas, mais vale tarde do que nunca. Esse Cafôfo só pretende recandidatar-se para chegar à Qtª Vigia mais a horda de parasitas que ele alimenta e que cospem no PS-Madeira.

Anónimo disse...

Olha o Vereador do PRINCIPADO DA PONTINHA a opiniar com a Madeira Renovada e a se intrometer na politica interna de outro País.
Há uns anos atrás não houve o BREXCANHA?
Tenho dito!

Anónimo disse...

O Dr. Gil Canha levanta questões que não são desmentidas.
Vai daí, a única forma de resposta é tentar denegrir. Táctica sobejamente conhecida dos fracos e pobres de espírito.
Já aqui escrevi. Não acho que o Dr. Gil Canha deva ser presidente, mas vou votar nele para que seja vereador.
É a única forma que temos para a existência de uma fiscalização séria e eficaz da gestão autárquica.

Anónimo disse...

Boa Gil, quando os cafofianos lambem feridas é que está chegando a dentro. O Cantor passou a manhã a ligar para o L. Paixão, gabinete de imagem do careca, a pedir dicas, está a doer! lol

Anónimo disse...

Cada vez mais percebo porque o sr. cafôfo a mando dos sousas expulsou o sr. vereador Gil Canha! Ficou aqui demonstrado neste artigo "descasca pessegueiros", que o dr. Gil Canha prepara-se antecipadamente estudando os dossiers para poder discuti-los com quem quiser. Perante este conhecimento dos assuntos autárquicos é natural que uma pessoa competente "faz sombra" aos incompetentes da tralha cafofiana que tomaram de assalto a fortaleza CMF. Só espero que em outubro os Funchalenses consigam reconquistar a sua dignidade, e não estarem sujeitos a pagar milhares de euros todos os meses em propaganda no DN para abafar a incompetência que grassa no bando cafofiano!

Anónimo disse...

Esta Câmara só trabalha para a imagem, o sr. Cafofo devia regressar a Campanário porque está a prejudicar os funcionários desta autarquia e a nossa cidade.

Anónimo disse...

Rui Santos de Santo Antonio, as jotas, o o joao marques e mais uns aqui a comentar a favor do gil canha, mudaram do psd para pior?

Anónimo disse...

Grandes verdades Dr Gil Canha, eu também ouvi o presidente Cafofo dizer no lançamento da primeira pedra que faltava o Visto do Tribunal de Contas. Também todos nós sabemos que você foi afastado porque não entrava em jogadas de bastidores e todos os que trabalharam consigo sabem que você foi o único vereador que a lei era igual para todos, consigo não havia amigos, compadres nem conhecidos, era tudo funchalenses regidos pela mesma lei, por isso, e por não ter respeitado "os nossos" foi deitado borda fora.
Voce vai dizendo as verdades e depois e acusado de ser PSD, mas também nisso só acredita quem não se lembra do que você batia em cima do antigo regime.
Continue a desmascarar está gente, continue a lutar pelos funchalense e pela verdade na polica, destroa o mito de que na política vale tudo, porque isso só vale porque temos gente desta, ambiciosa pelo poder, aproveite e faça uma análise as notícias das contas da autarquia, dos milhões que já pagaram e da dívida herdada que cada noticia que sai tem números diferentes. Tenho a certeza que isso daria uma noticia ilariante.
Quanto aos comentários que por aqui andam, que o ligam a partidos, feitas e afins, isso é o de menos, importante seria estes de censores do Cafofo chegarem aqui e com argumentos os válidos, sem mentiras, fundamentarem o que está errado na sua notícia.
Pois, mas isso é impossível. Não há argumentos.

Anónimo disse...

Ninguém fala da Loja fraude de Mr. Cafofo, do embuste! Atacam é o sr. Gil Canha pessoalmente. A Mudança que era para Mudar, não mudaram nada! VERGONHA!

Anónimo disse...

Mudaram, Mudaram! Colocaram fora o Partido PSD que sobre a sua alçada Falta de Remedios e existiu já uma Morte.

Anónimo disse...

A Câmara é tão oca que qualquer dia cai como um móvel atacado pelo caruncho.

Anónimo disse...

Também acho.
Mas a Rubina tinha de perder muitos vícios do Miguel Albuquerque.
Desde logo aquela foleirissima tendencia para correr atrás de todos os pindéricos Jet 7 que aqui aparecem com férias grátis. Depois vencer a maniaca tendência do Albuquerque de deitar papéis para debaixo da secretária. Finalmente, mas não por último, cortar com as más influências na CMF dos grupos econômicos Sousa, Pestana, Blandy/Trindade/Caldeira, Avelino, J Ramos, etc..
Por último acabar de vez com a máfia do Urbanismo da Câmara que transformou um processo de licenciamento numa espécie moderna de prisão sovietica: sabe-se quando se inicia a pena, mas é impossível prever quando e como acabará.

Anónimo disse...

Gil Canha tem varios meritos , 1 conheçe a peça que ajudou a eleger e já se convençeu que este é pior que os que lá estiveram , 2 até já conseguiu que o Miguel Gouveia mudasse os argumentos , agora não fala do PND , do Dinheiro etc , tenta a todo o custo denegrir Gil Canha associando-o a uma passagem quando era jovem pela JSD , esquecendo contudo de dizer que andou tambem anos naquela organização e que só vem apoiar o Cafofo quando o seu nome não é integrado na lista do Bruno Pereira

Anónimo disse...

Quem fez os ultimos grandes favores aos grandes empresarios foi o Cafofo.
O hotel gigante do AFA foi facilitadinho e a correr.
Agora mais um hotel do Pestana junto ao Casino Park, um predio de legos a encher o visual da Zona.
A seguir ta a preparar o Madeira Magic para Hotel?

Anónimo disse...

O ex PSD Miguel Gouveia que é um expert em computadores e electrónica e informática não diz nada sobre este embuste? O rato comeu-lhe a língua?

Anónimo disse...

Uma morte? Milhares desde 2010, mas que os jornais recusaram divulgar, quando chega um idoso ao hospital, fica colocado de lado, sem medicamentos, para morrer.mais depressa. A partir de 2015, nem idosos, nem jovens, muitos morreram sem medicamentos, cirurgias atempadas, longas listas de espera, mesmo para morrerem...

Anónimo disse...

Eu meti uma certidão no urbanismo e já estou há mais de 7 meses à espera. toda a gente se queixa.

Anónimo disse...

Não é a Loja do Munícipe, é a Loja MCC, Diário e gato Glesias.

Anónimo disse...

Tá pior, para sacar um papel da Câmara é mais difícil que tirar uma lapa de uma pedra. O Sem Abrigo como vai levar com os pés não faz nenhum e a gente é que sofre.

Anónimo disse...

O Sem Abrigo está a sabotar toda a equipa. Já chateia.u