quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Opinião


A “carta de alforria”




Gil Canha


Há tempos, na Assembleia Legislativa da Madeira, avisei o sr. Presidente do Governo, dr. Miguel Albuquerque, para tomar cuidado com o sr. Deputado Miguel de Sousa, porque quando ele tivesse a garantia e a certeza de que o seu patrão, Dionísio Pestana, ficaria novamente com a milionária concessão do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), iria começar a respingar por todo o lado e nunca mais ninguém teria mão nele. 
Ora, no dia 2 de Fevereiro deste mês, Albuquerque satisfez o seu amigo de “troca-de-favores”, Dionísio Pestana, e deu-lhe por ajuste directo mais dez anos de “carta de corso” na “mina” do Caniçal. Mas este infame e escandaloso favorecimento a Pestana tem outro lado perverso - que é dar uma espécie de “carta de alforria” a Miguel de Sousa.
Assim, mal Miguel Sousa se apanhou com o “pássaro” CINM na mão (do patrão), toca a infernizar a vida ao sr. Albuquerque.  E, diga-se de passagem, é bem feito! Já esta semana, Miguel Sousa escreveu um artigo no DN, onde acusou os seus colegas de bancada de deslealdade, e até ameaçou votar contra as decisões do seu próprio partido.
Este oportunismo político de um deputado que chega todos os dias atrasadíssimo ao parlamento (pelas 11.30 horas) e a única vez que falou naquele hemiciclo, foi para falar do CINM e da Zona Franca do seu patrão Pestana, mostra bem o alto gabarito da personagem. Tirando este fait-divers, tenho a reconhecer que até admiro a inteligência e o à-vontade como Miguel de Sousa engana tolos, bem como a sua perspicácia em levar a água ao moinho do seu amo e Senhor, sem se assistir a um único ranger de dentes da viloada enganada.
Mas, voltando à “vaca fria”, este ajuste directo do CINM à Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) de Mr. Pestana é um embuste e uma ignóbil negociata de Miguel Albuquerque. Em vez de se fazer um concurso internacional para a concessão deste importante e lucrativo negócio, dá-se de mão beijada a uma SDM que durante 30 anos mergulhou o centro numa nebulosa de suspeitas, escândalos e desconfianças, com Bruxelas a olhar para a praça da Madeira como um “bicho” estranho nas mãos de um particular, que até tinha casinos e exploração de jogos de fortuna e azar na sua carteira de interesses; e sob o olhar de um Governo da República apreensivo e distante, que via a praça financeira da Madeira como mais um favorecimento milionário a um protegido de Jardim. 
No meio destes jogos do arranca-e-pára, fomos afugentando clientes com as famigeradas e demoradas negociações luso-comunitárias dos Regimes Fiscais de Apoio. E aqui nem quero falar do empolamento do PIB, que retirou à região mil milhões de euros de apoios comunitários. Mas, mesmo assim, depois de 30 anos de altos lucros, em que a região ficava com uns míseros 25% do negócio, Albuquerque volta a dar o “naco de carne”, ao mesmo “tubarão” do costume, quando era tão fácil envolver institucionalmente o País, o Governo da República, a região, e com o Know-how de particulares, poderíamos ter um Centro de Negócios competitivo e altamente lucrativo. E que, segundo alguns analistas, poderia gerar dividendos acima dos mil milhões de euros, e, consequentemente, originar receitas fiscais mais substanciais, que os tais 87,5 milhões que a máquina fiscal recebeu em 2015, e que deu origem a um foguetório alegre e apalhaçado, muito semelhante ao que os negros faziam em África, quando trocavam ouro por bugigangas e contas de vidro.

18 comentários:

Anónimo disse...

Nem mais, ta ki tudo. Mas, melhor mesmo era o MS votar contra e abanar aqui a paz podre da urbe. Isto precisa un forte abanao e alguém que ligue o rastilho ja ninguém segura a mecha.

Anónimo disse...

Por favor, continue a denunciar estas poucas vergonhas! Quanto à personagem de que fala é daquelas que me provocam asco, e é bem feito para o Albuquerque tê-lo metido como deputado, vai acabar por lhe fazer a folha, só espero que o faça o mais rápido possível!
Luis

Anónimo disse...

Retificando, a receita deste último ano foi de 190 milhões e não os 87, 5 que você refere.

Quanto a posturas, não se esqueça que você enquanto vereador da CMF e enquanto líder do PND foi o que viu,..NADA.

Você defende a coerência , por isso fala contra o Cafofo. E o Sousa quando se sente mal, não pode falar contra o sistema?

Quanto ao resto , o Sousa e o Albuquerque que lhe respondam se você merecer tempo a perder

Anónimo disse...

O sr. deputado Gil Canha já devia saber que a "máfia no bom sentido" governa esta terreola africana há mais de 40 anos.O problema é saber como é que vamos explicar às pessoas incultas politicamente que o "ouro"-(votos) vale mais que "bugigangas"-(canetas e esferográficas)! Aqui se aplica o provérbio popular: "Não entregues o ouro ao bandido"!

Anónimo disse...

O problema é que não é só o Miguel de Sousa que serve o Pestana. O próprio Albuquerque só tem governado a favor do Pestana, colocando os interesses do Pestana à frente dos interesses da população da Madeira.

Até uma praça foi tomada, vedada, fechada, para proteger o Hotel do Pestana e do Cristiano Ronaldo. Os turistas do Hotel precisavam de sossego e o Albuquerque não tem mais nada, fecha a Praça do Mar, que até mudou de nome, de forma abusiva, a meu ver, para praça CR7.

O próprio subsidio de mobilidade foi bastante dificultado pelo Albuquerque. Colocaram entraves aos madeirenses, fizeram com que fosse complicado os madeirenses viajarem de avião porque havia pressões dos grandes patrões dos hotéis para que os aviões se mantivessem disponíveis para absorver o aumento de turismo que previam. Devem pensar o "madeirense que se lixe, não tem nada que ter mobilidade, o turismo é que é importante". Toca a beneficiar o Pestana e outros poderosos do ramo do turismo.

Não é só o Miguel de Sousa, a secretária S. Prada pelos vistos também tem ligações ao Pestana.

Esta terra é muito pequena e continuam a dominar as mesmas elites. O Albuquerque não trouxe nenhuma lufada de ar fresco para a população. Parece que os vícios instalados até se agravaram com a governação medíocre do Albuquerque.

Anónimo disse...

Parabéns caro Gil Canha.
Será que Alberto João pactuou durante anos com este sr MS, ou foi enganado?
Acreditamos mais na segunda hipótese atendendo que, na parte final do seu mandato Alberto foi atacado duramente por este sr após tantos anos a comer no mesmo gamelao.
Quanto a MA, mantém-se o mesmo raciocínio,ou está a pactuar com esta situação que não deixa de ser grave e está a cometer o mesmo suposto erro que o anterior presidente, ou mais uma vez MS consegue enganar outro presidente.
Uma coisa é certa, MS faz o quer diz o que quer ameaça quando quer.
Leva-nos a querer e até provas em contrário que isto está bem pior que o passado. alguém está á ser bem enganado ou alguém está a querer enriquecer em apenas 4 anos.
O meu voto pela primeira vez não será PSD. Votarei Paulo Cafofo apenas e só porque estou farto desta arrogância,desta incompetência,desta prepotência,desta feira de vaidades,deste constante pagamento de lanches e cházinhos com o nosso dinheiro,com o dinheiro dos contribuintes em troca de um voto. E governação? Estão á espera de quê? Mais promessas em vésperas de eleições?
Miguel quando esteve na câmara não fez milagres, Cafofo também não, nem o fará.
Se este governo merecesse também ter poder autárquico...

Anónimo disse...

o Miguel Albuquerque pensou (no inicio) : mais vale um cachorro dentro a mijar para for do que um cachorro fora a mijar para dentro.

só que este cachorro é torcido!!

ahhh cachorroooo...

Anónimo disse...

Chega ás 11.30 horas ? Depois do funeral do Nacional em Maio....passará a chegar mais cedo.

Anónimo disse...

Isto são tudo mentiras do Gil que nos chegam ao pelo. as vezes é preciso grandes mentiras para chegar-se a uma verdade, verdadeira!

Anónimo disse...

Há aqui um cafofiano disfarçado a dizer que vai votar no Cafofo, como se o Cafofo fosse diferente do MS e do MA. É tudo vinagre da mesma pipa!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

O Po(l)vo Superior só se irá revoltar quando apenas tiver a falsificada e péssima Cerveja Coral do Sr Miguel de Sousa, para beber.
Já repararam que, são cada vez menos os sítios onde se encontra uma alternativa a essa beberagem que nos tempos do Sr Miles era uma excelente cerveja, imagem de marca da Madeira, apreciada por locais e forasteiros?
Perguntava o Sr Miguel de Sousa há dias na RTP-Mamadeira porque é que é mais fácil exportar Coral para a China do que para o Continente Português e eu passo a explicar:
É que no Continente Português o consumidor escolhe em função da qualidade.
Na China, mercado com um crescimento explosivo, ainda estão na fase de descobrir a novidade e qualquer coisa serve até ver...
Aproveite enquanto está a dar porque o tasqueiro madeirense está a perceber que a oferta de cadeiras, mesas e guarda-sóis em troca da exclusividade, está a baixar-lhe as vendas e a fidelidade dos clientes!
Mas disso até você deve perceber pois afinal, mesmo atrás de um Dario testa-de-ferro, já é o MAIOR TASQUEIRO DO FUNCHAL!

Sexta-feira irei beber uma Super Bock... mas onde?

Luís Oliveira

Anónimo disse...

OH GIL,PARA QUE NAO HAJA CONFUSÃO QUANDO ESCREVER OS SEUS BELISSIMOS TEXTOS MENCIONE POR FAVOR A QUAL DOS DOIS PSD SE REFERE.
SABE,ANTES HAVIA UM SÓ PSD,O FAMOSO PPD/PSDMADEIRA AGORA E DO CONHECIMENTO DE TODA A GENTE EXISTE UM OUTRO PSD,SABE, PRADAS SOUSAS DIONISIO.
SÃO COISAS DA RENOVAÇÃO AS QUAIS O SR É ALHEIO MAS QUE BARALHA A MALTA SEMPRE QUE ESCREVE PSD.
UM ABRAÇO.

Anónimo disse...

A mim não me enganam. O Miguel Albuquerque está feito com o Miguel de Sousa e ambos estão feitos com o Dionísio Pestana. De manhã, fazem que brigam para enganar o povo, à tarde dividem o dinheiro.

Anónimo disse...

Psd nunca mais.. Estamos entreges a uma alcateia de lobos com pele de cordeiros sedentes do dinheiro dos contribuintes.

Anónimo disse...

Quanto aos milhões que a zona franca pode proporcionar há uma uma tese de mestrado no ISEG dum aluno da MADEIRA QUE PROVA ISSO MESMO.Até a dívida da Madeira era arrumada a um canto. Essa tese está em inglês e é sobre a economia nas pequenas regiões insulares. Vale a pena estuďá-lá.

Anónimo disse...

Precisamente, há uma sociedade da City de Londres que diz que dá pena ver um centro com tantas potencialidades entregue a cayotes.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 01.05
Só faltava aqui uma amostra de beef.

Anónimo disse...

O Miguel de Sousa já começou a chegar mais cedo à assembleia... Sr. Calisto o seu blogue mete os tipos em respeito.