quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Saúde na Madeira




Marcha atrás, à frente, zigzag ou... estagnada?


O governo chegou à brilhante conclusão de que a Saúde na Madeira está degradada. 
Ficou preocupado com a não acreditação e com os Blogs (uiiii que medo!!!).
Resolve prometer obras nos Marmeleiros.
Estacionamento,telhado, terraços, varandas, coberturas, janelas, impermeabilização, paredes, tetos, pintura, esgotos, casas de banho, tubagens, escadas de incêndios, ETAR, muros de suporte, desmatação, desratação, desbaratização.
Vão fazer primeiro o quê? O estudo do laboratório de engenharia ou as obras?
Vão aproveitar a comissão do "Hospital Novo"?
Há mais tachinhos para oferecer?
O projecto já foi posto a concurso?
O projecto já está concluído?
O projecto já foi adjudicado?
Qual é o custo do projecto?
Como vai ser financiado?
Alguém dá 50%, 40%, 30%?
Está contemplado no orçamento de 2017?
Vai para o orçamento de 2018, 2019, 2020...?
Como é o entendimento com a Misericórdia?
Quais as contrapartidas para a Misericórdia?
Quando começam as obras?
No dia de São Nunca?
E como fica o projecto do "novo hospital"?
Desistiram?
Vão continuar no: "a culpa é tua" .. "não a culpa é tua".."não, não, a culpa é tua"
E o que dizer das mini-obras de cosmética prometidas para o H. Nélio Mendonça?
Aquilo com uma pinturazinha vai lá, não vai?
Vão melhorar alguma coisa?

Quem é que ainda acredita nesta política de saúde?
Sai mais uma reunião com 20 pessoas para discutir... a comunicação e o diálogo.

K-Saúde

27 comentários:

Anónimo disse...

os marmeleiros parece um hospital da I Guerra Mundial onde nem anestesia há, ligaduras cá te viste. O que safa é o pessoal médico e de enfermagem dedicado que nos temos. Esta corja que nos desgoverna tem de ser posta a andar quanto antes.

Anónimo disse...

Oh Albuquerque, você está lixado mas a culpa é sua.

Anónimo disse...

É a renovação bla bla bla bla bla bla bla com um conselho de administração a fazer estágio ahahah contra os canhões reunir reunir reunir
Prova dos nove resto 0

Anónimo disse...

Querem ver que quem vai 'resolver' isto é o Carlos Pereira, tal como resolveu a questão do novo hospital?

Anónimo disse...

Acho que a prioridade vai mesmo é para os estacionamentos que o Cafôfo expropriou ao Tribunal para compensar a trapalhada dos estacionamentos das motos.

Anónimo disse...

...plantem marmeleiros para segurar os terrenos à volta que ameaçam deslizar ... com o negócio da venda de marmelos e marmelada arranja-se financiamento para as obras ...

Anónimo disse...

Governo que assassina o seu povo, como pode Lisboa fechar os olhos a esta parcela de Portugal? Querem um novo estatuto para a Madeira, para terem a autonomia total, como pode nesta terra morrerem pessoas como morrem nos hospitais, muitad ficam largas horas nas enfermarias mortas, junto de outros doentes, quando levam os mortos estes passam pelos corredores pelos doentes e visitantes, tipo campo de exterminio...Rua com este desgoverno, monstros insensiveis, onde os medicamentos e tratamentos existem unicamente para oz mesmos e suas familias...Basta todos devemos vir para a rua manifestar contra estes politicos corruptos!

Anónimo disse...

O estacionamento em frente que esteve fechado anos e anos por razões de segurança, abriu, agora que se soube pelo Lab.de engenharia que pode vir por ali abaixo...

Anónimo disse...

Vai haver mais uns tachinhos na Frente Mar?
vai haver uma operação dinâmica nos Bombeiros Municipais, com umas pinturas e uns arranjos nos corredores e nas casas de banho?
Vai haver mais uns cartões de medicamentos sem plafond?
A CMF vai anunciar mais uns estudos? Quem vai fazer os estudos? O amigo MM que tem uma associação 'sem' fins lucrativos?
Vai haver uns edifícios recuperados para dar aos amigos dos bolos e bolinhos?

Anónimo disse...

Infelizmente a Saúde na Madeira não está boa. É terrível ver o estado de degradação nos Marmeleiros. O hospital do Funchal, apesar das obras, continua com graves lacunas. Se o Governo regional já viu isto, se todos os partidos desta terra já viram isto, porque é que a República nos continua a tratar como cidadãos de segunda. No Continente vão construir 3 ou 4 novos hospitais e não houve qualquer convulsão. E nós? Temos o quê? Meio hospital que afinal parece que é só 1/4 de hospital porque esqueceram-se das verbas para expropriações e projetos?

Anónimo disse...

Fizeram sair a única pessoa que nos últimos anos demonstrou saber do assunto e ter uma estratégia, o Dr. Miguel Ferreira.
Com todos os seus defeitos, que os tinha como todos os mortais, tinha um rumo.
Agora aguentem-se.
Até o Dr. Pedro Ramos era um seu apoiante. Mas falta-lhe o carisma e o apoio necessário para voltar a dar um rumo certo há saúde.
É preciso força política e apoio claro e inequívoco do presidente do governo. E este, já vimos, tem uma verticalidade de uma cana de bambu.

Anónimo disse...

Miguel Ferreira, o tal que era presidente do Sesaram quando saiu o relatório sobre o risco de derrocada e que o meteu na gaveta, que mandou calar e ameaçar toda a gente que sabia da verdade, o hipócrita indecente que levantou dúvidas sobre a segurança dos Marmeleiros numa reunião de médicos depois de ser demitido pela sua incompetência. É esse o bandalho que anda por aqui a difamar tudo e todos com mentiras e boatos a coberto do K-Saúde? Em breve sairá toda a verdade sobre esse senhor e quem foram os seus cúmplices, como e a troco de quê.

Anónimo disse...

Os madeirenses precisam de um novo hospital. O zigzag da Geringonça estagnou e comprometeu o futuro da Saúde na Madeira. Os marmeleiros precisam de obras. Se as anunciaram espero que as cumpram e não façam como António que virou as Costa(s) a todos nós.

Anónimo disse...

Ehehehe.....fazer ataques baixos à saúde, porque estão ressabiados???? Haja paciência!

Anónimo disse...

Será que Lisboa também vai tomar conta deste Hospital e começar a fazer alguma coisa? Daqui a pouco voltamos ao tempo da Junta Geral o que se calhar até nem era má ideia. A autonomia já foi, reduziam-se os custos de pessoal (Secretários, assessores, ajudantes e conselheiros) em 3 ou 4 milhões ano e em vez de andarem a jogar ping-pong, passavam a jogar Squash...

Anónimo disse...

Tem graça está de virem para aqui uns arregimentados do regime incomodado com os blogues lançar bitates sobre assuntos que não tem a ver com a notícia. Porque não comentam o tema? Dói né? A desgraca que tem sido a saúde renovadinha

Anónimo disse...

Em vez de ameaças trumpistas, que tal uma resposta clara a todas as questöes enumeradas?
Ou não dá para responder?
Podem sempre inventar mais uns factos alternativos. Pelo menos nisso são competentes.

Anónimo disse...

Isto é que é uma democracia hein? Agora vão perseguir o Miguel Ferreira, deviam era ter vergonha seus caciques nojentos.

Anónimo disse...

Anónimo das 12:13, ss renovadinhos sabem é ameaçar, até espumam da boca. vão mas é para o Hospital tratar-se seus bandalhos. Os vossos dias estão contados.

Eu, O Santo disse...

Saliento (tal como outros) muitos anónimos a tentar desviar o âmbito da publicação.

Anónimo disse...

O comentador das 12.13 está a precisar de pstilhas para os nervos.
Calma renovadinho, o Miguel Ferreira até ficou assustado com os relatórios secretos que vão sair.

Anónimo disse...

Nem o Joseph goebbels ministro da propaganda nazi faria melhor que neste governo renovadinho de propaganda show off e faz de cobra controlam os jornais todos usam o face à descarada cheio de emissários de propaganda e agora usam uns serviçais para comentar no blogue do Calisto para denegrir as pessoas já não basta as perseguições que fazem no governo?? E tem lata de falar no Miguel Ferreira? Ele ao menos trabalhava e mostrava serviço não era só tanga da treta e negociatas e compadrios e cunhas para afilhados deviam era ter vergonha e meter a viola no saco em vez de ameaçar mas assim miostram o seu calibre lá diz o ditado da o bordão ao vilhao e logo vês

Anónimo disse...

Ó sr. anónimo das 12:23, a Giringonça é que é culpada do estado paupérrimo da saúde na Madeira? Você vive em que planeta? Ou é escriba contratado? É porque eu como madeirense que sou e apartidário posso elucidar-lhe com casos concretos como, para vários anos, estamos mal. A coisa começou a piorar quando um certo jardim Ramos chegou À tutela. Era uma pessoa impreparada e reuniu-se com um bando de incompetentes. Foram anos em que diariamente o sector da saúde fazia primeira página no, à altura semi isento, DN. Dessa inaptidão nasceram figuras controversas, como foi o caso do Miguel Ferreira. E embora apareçam ainda umas alminhas saudosas da figura, o facto é que o sector deixou de contar com o que até aí servia de equilíbrio para as falhas que apareciam. Refiro-me aos recursos humanos do SESARAM. Aguentando condições adversas, os profissionais, de baixo a cima, davam o seu melhor. Com esse inábil em relações humanos, nasceu um mal estar que ainda hoje permanece, agora muito pior, com a escassez de recursos. E tudo isto bateu no fundo.
Quando vejo este novo secretário que a cada dia tem um rol de items a concretizar, confesso que me dá uma vontade de perguntar-lhe, se não acha que é muita coisa, se nós, somos todos tolos.
Isto é tudo muito mau, cada vez cresce o número de idosos abandonados a mercê das infecções hospitalares e não me venham com a treta que HÁ ANOS que sabem isso.
Aliás, este secretário conta com vários colaboradores do tempo do Ramos. Querem dizer-me que só agora é que se detectou as condições precárias dos Marmeleiros?
Pagamos o salário a estes inúteis, e nem para elucidar o boss, servem. Façam-nos o favor, não nos tomem por tolos!

Anónimo disse...

Ao senhor anónimo e apartidario loll das 16.06 convém lembrar que o Jardim Ramos e o Miguel Ferreira já não mandam na saúde há mais de dois anos e o que se fez entretanto? Eu respondo ZERO . Aconselho que leia o artigo do fênix chamado novo hospital as verdades que precisam ser ditas e se precisar tome um kompensan para a azia e eles e qye eram incompetentes é ver a competência que aí vai agora lol tomasias ligias e co Lda o pior cego é o que não quer ver ou vem manietado

Anónimo disse...

Meu caro, das 16:41 venho aqui dizer-lhe que não tenho mesmo filiação e peço desculpa se não fui claro no meu comentário. Não quis dizer que pós era jardim ramos e Miguel ferreiro fez-se alguma coisa. O que quis foi apontar o início do declínio. Acho que esta comissão do hospital é ridícula, mais, acho a construção do mesmo desnecessária. E digo-lhe mais, de tantos anos de governação virada para o betão, continuam nessa saga. E não duvide que os recursos humanos serão sempre o mais importante. Infelizmente é como referi no meu primeiro comentário, concorde ou não, essa componente esvaziou-se no tempo do MF. E falo com conhecimento de causa. E dispenso os kompensans, porque a incompetência dos de então e dos que se seguiram é mesmo gritante!

Anónimo disse...

Meu caro das 19.57 MF podia ter falta de inteligência emocional ou relacional como preferir mas se você conhecesse os contextos da casa que ele geria saberia que para impor um determinado rumo o mero diálogo não chega e com todos os defeitos que o homem tinha e tinha era um excelente gestor e executor as coisas apareciam não confunda com competência, incompetência da grossa e o que tem havido desde então com gente que não tem noção do que é gerir saúde mas só porque é afilhada lá teve o tacho quer exemplos? A saúde não é para amadores nem para experiências de quem veio de fora ou quem de gestão de saúde percebe zero o seu a seu dono a discussão das opções tomadas e outra coisa sendo certo para acabar que a era renovadinha representa ZERO (0)

Anónimo disse...

Oh Sr anónimo de 2 de fevereiro de 2017 às 16:06, se não foi valorizado (eufemismo) com certeza houve razões para tal, não paute a satisfação ou não dos recursos humanos pela sua própria insatisfação. É preciso ter muita lata para afirmar o que afirmou, quando é precisamente nos tempos que correm, que a incompetência, o lambebotismo e o seguidismo são valorizados. Por favor chegue-se à frente, talvez seja o seu tempo.