sábado, 13 de fevereiro de 2016

Política



CARLOS PEREIRA
Presidente do PS-Madeira
 
1. Depois de andarem a tentar inventar problemas com as transferências do estado, agora reconhecem que a Madeira recebe mais dinheiro que nos últimos anos de PSD-CDS. Enfim, a politiquice invadiu o governo regional e isso pode ser um problema.
2. O Presidente do Governo reuniu-se com António Costa e volta a estar com o primeiro ministro na próxima semana. Do meu ponto de vista isto reflecte o caminho que tenho defendido: a reconciliação do estado com a Madeira, depois da coligação PSD-CDS ter desprezado e ofendido os madeirenses . Só me preocupa o apoio imediato e caloroso de Miguel Albuquerque a Passos Coelho. Se fosse eu estava com o pé atrás!
3. Os comentários do Presidente do Governo Regional sobre a proposta do PS-M de alteração do OE, para permitir o financiamento da dívida comercial são lamentáveis e reflectem uma irritação bacoca. Na verdade, o Governo Regional aproveita se quiser as nossas iniciativas a favor da Madeira, mas não deixa de ser estranho este comportamento já que a proposta do PS-M vai no caminho da intenção do Secretário Regional das Finanças que não conseguiu negociar o que queria. Não estranhem, o PS-M fez o que tem dito que fazia: usou os meios que tem para ajudar a Madeira. Se não fosse assim, as empresas receberiam ZERO euros em 2016. Cabe agora ao governo executar, se não fizer tem de explicar aos madeirenses porque não faz! Portanto, não nos colocamos em bicos de pés, mas não vamos pedir autorização a ninguém para ajudar a Madeira. Habituem-se!
4. Duas saídas do Governo Regional, na mesma Secretaria, em lugares decisivos. Mais um erro de casting? Ou apenas o reflexo do desnorte de um governo sem velocidade e sem profundidade governativa? Mais um mau sinal.
5. O ilustre Shauble reflecte o pior da Europa dos nossos dias porque revela uma obsessão programática na linha do TINA, procurando condicionar as opções livres e democráticas de outros países . A CE aprovou o orçamento de Portugal, o Eurogrupo fez a mesma coisa e até a empresa de rating do Canadá diz-se confortável com o rating de Portugal. Mas o ministro alemão não desarma e os seus comentários irresponsáveis e perversos orientam a onda especulativa para a dívida portuguesa. Mas mais, perante a drástica situação do Deutch Bank, as declarações de Shauble são uma manobra eficaz para desviar as atenções do essencial: podemos estar novamente perante uma crise bancária que pode atingir as dívidas soberanas. Onde pára o BCE?
6. Estou curioso para ver as explicações do anterior governo à novela do banco Efisa que tem Relvas como protagonista e teve na Madeira, imaginem, um escritório dentro da sociedade de advogados do actual Presidente da ALRAM. Pois é, tudo bons rapazes.

19 comentários:

Anónimo disse...

Acorda Pereira... Deixa de falar do governo Regional e abre a pestana..... O Iglesias vi-te enganar.

Anónimo disse...

Vai escrevendo que daqui a dois anos já não es presidente do PS!

Anónimo disse...

Carlos Pereira continua a comprar guerras internamente. Existe varias facções insatisfeitas e pelos vistos continuam a aumentar...

Anónimo disse...

Carlos Pereira não ligues aos invejosos. Continua assim que vais no bom caminho, no caminho para fora do PS.

Anónimo disse...

Carlos Pereira Vs Cafofo

-Um brinca a politica, faz notas do dia e pensa que os problemas da Madeira é o que vem na 1 pagina do Diário.
- Anda rodeado de gente intriguista, conflituosa e desempregados políticos.


-Outro, anda no meio do povo, visita as localidades, procura saber os problemas das pessoas e tenta resolver.
- Não precisa de fazer nada para ficar rodeado de gente, o carlos pereira com as suas atitudes engrossa as fileiras do Cafofo.

Anónimo disse...

O Sr Tranquada continua na advocacia e é Presidente da ALM. A Madeira não merece políticos que só se preocupam com os seus bolsos. Este é mais um dos quais que não se sabe como foi parar aquele lugar, sempre foi um jardinista de rabo.

Anónimo disse...

Carlos, o Cafofo já anda em campanha. Deixou passar dois anos, para agora em campanha, livrar o amianto da Penha de França. Mesmo assim livrou-se do Bento primeiro.

Anónimo disse...

Curiosamente não aparece ninguém a elogiar o Pereirinha...sintomático.

Anónimo disse...

Fantástico! Um fulano que acha que vai chegar a presidente a escrever uma nota diária em Lisboa para ser publicada num blogue... Com um pouco de sorte, deixamos de ter Assembleia e trabalham todos por video conferência!

Anónimo disse...

•••salvo melhor opinião:
Se há 6 pontos a referir, é melhor referir paulatinamente no tempo. Seis debitados duma só vez, ninguém "liga" ...

Anónimo disse...

realmente passadas mais de 24 horas, ainda nao surgiu um unico apoio a este senhor...

Anónimo disse...

Calisto, que nos diz deste GR a desfazer.se aos poucso antes de fazer um ano. Parece ja o Gov do Passos onde no final tudo desligava o telm nao fisse chamado...

Anónimo disse...

o comentador das 0913 tem muita lata ou julga-nos todos burros .
este governo a se desfazer ?
olhe para a Camara do Funchal , existe executivo ? está desfeito . os eleitos já se foram ficou unicamente Cafofo e Iglesias.

Anónimo disse...

E o amigo Vilhena está a fazer o quê na Assembleia da República? È preciso saber porque somos nós que lhe pagamos o ordenado, as viagens, o subsidio de distancia, apesar do senhor ser continental.

Anónimo disse...

Afinal burro es tu.... Ja que não sabes ou não sentes o que se passa neste teu Governo. Em menos de um ano ninguém assume nada, os dossiers sao do outro e tudo se resume ao Protocolo para trazer o Peter dos Açores.

Anónimo disse...

Brilhante mesmo tem sido a intervenção da Madruga. Grandes intervençoes a fazer equecer os deputados do Jardinismo.

Anónimo disse...

Pereirinha, nos ultimos dias não tens sentido uma sensação de bafo quente e húmido na parte de trás do pescoço? São os dentes do Cafofo cada vez mais proximos de ti. Não tarda nada e ele pendura-te pelo cachaço.

Anónimo disse...

Calisto,

Dê-nos informações fiedignas sobres as recentes saídas no governo regional, porque estas newsletters do C. Pereira e do Cafofo não interessam nem ao menino Jesus.

Anónimo disse...

Os principais e mais diretos "lugares" do Turismo nacional - Secretaria de Estado do Turismo e Instituto de Turismo de Portugal - foram entregues a individualidades que fizeram parte do gabinete do Secretário de Estado do Turismo do governo do José Sócrates.
Um pequeno detalhe : o Orçamento do Instituto do Turismo é mais de metade do que a RAM recebe anualmente, ao abrigo da Lei das Finanças Regionais.
Será que foi por influência do Pereirinha ?