quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Projecto de resolução do JPP


Preservação dos relógios de água 



O Grupo Parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP) vai apresentar um projeto de resolução da Assembleia Legislativa da Madeira no sentido de preservar, salvaguardar e classificar os relógios de água, “um património autêntico, genuíno da arquitetura madeirense”, conforme realçou o deputado Élvio Sousa.
O JPP deslocou-se, esta manhã, ao sítio da Azenha, no Caniço, onde está um dos exemplares de um “património muito singular da cidade do Caniço, que servia para gerir a água, funcionava durante o dia e durante a noite e está também associado ao percurso de levada, pelo que tem um grande interesse turístico e cultural para a Região Autónoma da Madeira”.
Élvio Sousa reforça a raridade destas infraestruturas, adiantando que “existem apenas dois no Caniço, do domínio público, obras singulares no contexto da arquitetura popular ou industrial”.
Tendo em conta a sua construção “em pedra de cantaria refratária ou rija, edificados por “engenheiros” locais que tinham o domínio da alvenaria de pedra”, estes relógios de água constituem, no entender do JPP, “um autêntico e genuíno património cultural madeirense que tem de ser necessariamente preservado”.


Texto e fotos: JPP

1 comentário:

Anónimo disse...

E que tal se eles se preocupassem em não cometer ilegalidades em Santa Cruz? É para iso que servem os 700 000 euros em advogados?