sábado, 16 de junho de 2018



Bloco distancia-se da propaganda de Cafofo
e só o apoia enquanto presidente da câmara


A Comissão política do BE reunida hoje na sede ao início da tarde aprovou a seguinte declaração política:

1 – O BE integrou a coligação Confiança no Município do Funchal em 2017 para evitar que este fosse recuperado pelo PSD, partido coveiro da Autonomia Regional, obreiro da bancarrota da Madeira e criador dos poderosos interesses privados, que enriqueceram com a dívida, alimentam-se do orçamento regional, desbaratam os fundos comunitários, encarecem o custo de vida e não permitem o crescimento mais justo e sustentado da economia.


2 – O BE lamenta que o presidente da câmara do Funchal tenha quebrado a sua promessa de cumprir o seu mandato até ao fim, que foi reiterada de forma clara durante a campanha eleitoral, a falta à palavra dada não dignifica a Política e suscita desconfiança dos cidadãos eleitores. A lealdade entre os parceiros de coligação obrigaria a que estes fossem informados previamente antes da decisão ser tornada pública e, no caso do BE, isso não aconteceu.

3 – O BE distancia-se das iniciativas protagonizadas pelo presidente da câmara do Funchal, que extravasam o âmbito das suas funções, concretamente viagens para fora da Madeira para tratar de questões que não cabem nas competências do município e que se confundem com atividades de promoção política tendo em vista o ato eleitoral de 2019. O Bloco sempre condenou a utilização de meios públicos para fins de propaganda, a confusão entre atos oficiais e atos partidários e considera que o presidente da câmara deve focar-se na governação do município, que é para isso que foi eleito e para o que poderá contar com o apoio do Bloco.

4 - O BE mantém-se fiel aos seus princípios, ao seu património político, empenhado em aprofundar a mudança na política e na sociedade madeirense, na defesa intransigente do interesse coletivo, na senda de uma rutura com a subserviência dos poderes políticos aos interesses económicos privados, que irá condenar quaisquer que sejam os protagonistas.
BE

8 comentários:

Anónimo disse...

O BE cada vez mais a se afundar e a perder o comboio, lá se vai o deputado a assembleia nacional que muito custou a ganhar.

Anónimo disse...

Meus caros, tal como em Lisboa, a locomotiva Cafofo depois de vos utilizar para ganhar velocidade, vai vos trucidar nas eleições. Quem vos mandou vender a alma ao Diabo? Agora chupem!

Anónimo disse...

O novo senhorio do Bloco, colocado lá pela conselheira de metro e meio, não deixará pedra sobre pedra... Depois, quando perderem o que conquistaram, chamem o Almada para trazer outra vez o Bloco à tona... Tristeza!

Anónimo disse...

O triste retrato de uma terra que de tão linda e rica merecia melhor sorte nas pessoas que a habitam…

Um partido politico que vai a eleições com o nobre ideal de "evitar que este fosse recuperado pelo PSD" é demasiado redutor para quem se pressupõe a desempenhar a nobre tarefa de representar um povo.

Agora dizem-se enganados????, mas como é que foram enganados se a única razão a que concorreram às eleições foi tirar a câmara ao psd? A vossa missão acabou na noite das eleições e com sucesso.

Não tentem é sacudir a água do capote e fingir que não são responsáveis pelo caos a que o concelho do Funchal chegou, pois o senhor que ainda está à frente da CMF está lá com o vosso apoio e representa-vos.

Realmente o partido do louça é um eterno enganado, já no governo da república só dão a cara quando as noticias são boas, quando são más a culpa é do ps e do paf.

SIA disse...

Mas se Cafofo já não é presidente da CMF (só o é para a fotografia) porque mantem o apoio?
Continuam a fazer o papel que Cafofo quer.
Só há um caminho que é sairem da Coligação já para terem algum impacto e começarem a fazer o caminho.
A não ser que valem zero, e fiquem á espera do chuto, no momento que Cafofo entender ser o momento que lhe interessa

Anónimo disse...

Se o BE deixasse de dar o apoio a Cafofo este teria de virar-se para o PTP E O MPT que facilmente e por uma questão de números aceitariam, isto é tudo um xadrez e uma questão de números e de tachos.

Anónimo disse...

Caro anónimo das 11.27, claro que isto é tudo uma jogada, eles não vão a às legislativas regionais coligados, mas vão coligar-se depois das eleições tal como fizeram no continente. Lembrar que o objectivo do be é retirar o poder ao psd.



Anónimo disse...

E que tal governar a Câmara do Funchal ? Aquilo está um barco sem comando, só quem trabalha lá é que sabe a vergonha e incompetência daquela gente, é horrível.