quinta-feira, 21 de junho de 2018


Porque é que o Grupo Sousa apoia Cafôfo?

Adérito Esteves




Não é muito difícil de saber porque Sousa apoia Cafofo, mas como a Madeira está infestada de propaganda é preciso relembrar.  Basta ler o que diz Miguel Albuquerque na notícia acima. O seu Governo acabou com o monopólio de Luís Miguel Sousa na operação portuária na Madeira, cancelando as licenças de operação, que beneficiam quem está instalado , o grupo Sousa, obrigando a um monopólio sem qualquer dividendo para a Região.  A Intenção é atribuir uma concessão, com contrapartidas para a Madeira e os Madeirenses. O processo está parado porque o Grupo Sousa/OPM meteu o Governo em tribunal.  Não restarão muitas dúvidas que Cafofo terá dado garantia ao Grupo Sousa que se for eleito presidente do Governo em 2019 tudo voltará para trás. O grupo Sousa é o segundo maior acionista do discurso do Diário, principal arma de propaganda de Cafofo. veja-se o que lá é escrito.


Sob pretexto de defender os estivadores, que são empregados de Sousa através da ETP- RAM, são feitas considerações que não podem deixar de ser vistas como ameaças ao Governo, com exigências de milhões de indemnização, quando é óbvio que qualquer tribunal se irá colocar ao lado do Governo, contra a existência de monopólios que prejudicam o erário público. 
Talvez assim se perceba melhor porque Sousa colocou um homem de mão no governo-sombra de Cafofo, porque Cristina Pedra revela muita proximidade com o ainda Presidente da Câmara e porque Cafofo escancarou as portas ao maior monopolista da Madeira. 

13 comentários:

Anónimo disse...

O Paulo Cafôfo e o Luís Miguel Sousa vão mandar na Madeira depois de 2019. É o melhor para a nossa terra. Temos de apoiar os empresarios madeirenses como o Luís Miguel Sousa e o irmão Ricardo.
Força Paulo!

Anónimo disse...

Cafôfo é um político merdas, mas tu também já te caiu a máscara que apresentaste na regedoria e agora ainda pior.
Tinhas um trio odemira
Cantavas a canção do abreu com o gomez e o cunhado ferver
Se não fosse o Bruninho e o Joaozinho que o Tio Alberto indicou para a nova equipa, tu tinhas ido pelas canas a dentro para colega do Lobinho
Estes se falassem, liam-te a cartila...
Atira-te ao mar e diz que te emperrarem....vai até à barreirinha e pede uns charros ao atum que encontres

Anónimo disse...

Essa do Albuquerque acabar com o monopólio do Sousa vai entrar no anedotário do século.

SIA disse...

A ser verdade que o grupo Sousa apoia Cafofo nos termos expostos, onde anda o BE para sabermos o que pensa e que posiçao vai tomar em relaçao ao apoio a Cafofo na Coligaçao na Camara. O Bloco tem feito um cerco ao GR sobre os Portos e os Sousas, mas continua calado com Cafofo? Sei que uma coisa é a Camara e outra seria o apoio a Cafofo para presidente do GR. mas hoje Cafofo ja só formalmente é presidente da Camara e declarado candidato ao GR, pelo que não se pode desociar uma e outra coisa.

Anónimo disse...

Sousa e Cafofo, Cafofo e Sousa, estão bem um para o outro

Anónimo disse...

Se Albuqueque fosse realmente tencionasse acabar com o monopólio, porque é que ainda não fez?
Se Albuqueque pensa nos madeirenses, porque é que não pára com as obras tontas nas ribeiras que só servem para queimar dinheiro e encher os bolsos de alguns?
SE Albuqueque pensasse em beneficiar outrém que não os do partidinho, porque é que não demite o ladrão de pedra? (também podia falar dos outros incompetentes, mas nenhum deles fez tantas como esse gajo)

Adérito Esteves e os outros só falam contra Cafofo. Não se importam com as injustiças de Albuqueque. Logo, parece que estão a conspirar para prejudicar Cafofo, pelo que é natural que os leitores dêem um grande desconto ao que é dito por esses colaboradores do fénix. Pior, as pessoas tendem a defender as vítimas de injustiça (tal como Cafofo parece estar a ser).
Se eu estou a dizer isso é que também não gosto de Cafofo. Mas a verdade é que qualquer notícia que apareça contra Cafofo tem logo o rótulo de conspiração de Albuqueque e sus muchachos.... pelo que tendencialmente é considerada falsa e feita por conspiradores ligados à dominação do GR para seu próprio benefício com consequente assédio a funcionários.

Eu, O Santo disse...

Estas publicações todas contra Cafofo fazem-me lembrar as últimas regionais: quanto mais AJJ criticava Albuquerque, maior tendência de voto em Albuquerque mostravam as sondagens.

E, ainda por cima, esta campanha põe em causa eventuais acusações que Cafofo se tenha vendido aos DDT's, pois são os DDt's que alegadamente pagam estas brincadeirinhas.

Anónimo disse...

A maior luta que Cafofo está a ter é aparecer. e estes comentadores da actualidade regional estão a resolver esse problema por ele.

Ainda para mais, o fénixdoatlantico quase de certeza que é lido por uma maioria atenta à política, pelo que os argumentos desta campanha não colam. Pior, se houver algum mais distraído que repita algum destes argumentos, um cafofiano do mais burro que existe facilmente contra-argumenta com muitos exemplos de situações piores feitas por Albuquerque.

Anónimo disse...

O PSD a dizer mal do Grupo Sousa, o que foi que aconteceu? Não foi o PSD que colocou o Grupo Sousa a mandar na Madeira?

Anónimo disse...

E eu a pensar que o Fernando Mendes apenas estaria cá no fim de semana, afinal.

Anónimo disse...

Demagogia a rodo para embrutecer o eleitor.
O governo de Albuquerque acabou com o monopólio do grupo Sousa na operação portuária? Isso foi hoje de manhã? Porque que o Eduardo Jesus levou com os pés quando tentou isso? Se fosse por timing, já teria saído há muito com a brincadeira do subsídio de mobilidade, avião cargueiro e subsídio para a Extreme Sailing Series de retorno muito duvidoso.
E a concessão do ferry ao Grupo Sousa, teve mão do Cafôfo?

Isso só prova uma coisa, Luís Miguel Sousa é um empresário de visão e joga nas duas posições do tabuleiro político regional, pois foi protegido durante 30 anos pelos governos de Cardoso Jardim e Albuquerque e agora encosta-se a Cafôfo pois vê nele o futuro inquilino da Quinta Vigia e não quer perder as mesmas facilidades. O sentimento de ingratidão que grassa na Rua dos Netos é cómico.

Quem perde? O contribuinte madeirense e portosantense. Vira o disco e toca o mesmo.

Anónimo disse...

O Grupo Sousa defendido pelo GR:

Vejam bem estas condições tiradas do site onde se compram os bilhetes do ferry, para circular "livremente" dentro do mesmo país! Será legal uma empresa exigir comprovativos de IRS, ou de juntas de freguesia????


1 Apenas veículos ligeiros de passageiros, motociclos ou bicicletas registados em nome do passageiro que o acompanha durante a viagem, em nome do seu ascendente ou descendente direto ou, em nome do seu cônjuge (perante prova de condição`*), ou registados em nome de uma empresa rent-a-car, quando se trate de uma viagem de ida e volta, encontrando-se alugado ao passageiro que o acompanha durante a viagem, o qual não pode ser funcionário da empresa rent-a-car.


" Provas de condição aceites:
– Declaração da Junta de Freguesia em como as 2 pessoas vivem em união de facto.
– Apresentação de faturas de água/luz/internet, em nome de cada uma das partes, que prove que vivem na mesma morada
– Prova de Domicílio fiscal igual das partes retirado, do portal das finanças.
– Declaração de IRS, caso o rendimento do casal seja tributado em conjunto (modelo 3 do IRS)
No ato de compra da passagem, por favor apresente a documentação. No embarque, terão de apresentar estes documentos, novamente, para validar a tarifa."

Quem é que aqui está a defender quem? Aliás, vejam o que escreveu o Canha para a AC!!!

Anónimo disse...

O mais grave é o Sousa impor as condições que quer, tudo para evitar perder 500 ou 600€ do transporte que as empresas e outros particulares lhe pagam nos seus transitários.
Ou será que essas condições que impedem que uma empresa possa usar os lugares vazios do ferry para transportar carros estavam no concurso que o GR lançou?
É uma máfia!