sábado, 9 de junho de 2018


Gastar 97,7 milhões 
nas Sociedades de Desenvolvimentos 
é esbanjar dinheiro público





O Juntos pelo Povo (JPP) abordou, esta manhã, na Cancela, a política de gestão de dinheiros públicos, praticada pelo Governo Regional, que “continua a centrar atenções na dívida de milhões da República, mas não explica os milhões gastos cá dentro, na Região Autónoma da Madeira, sobretudo quando estão em causa elevadas injeções de dinheiro nas quatro sociedades de desenvolvimento”.


Élvio Sousa deixou um exemplo aos cidadãos: “Entre 2016 e 2018 o Governo Regional da Madeira já injetou quase 98 milhões de euros (97,7 milhões) nestas sociedades falidas. Dinheiro que é dos contribuintes e que não tem um retorno imediato, uma vez que, na maioria dos casos, este dinheiro é convertido em capital para ocultar capitais próprios, muitas vezes abaixo do que é legalmente exigido”.
Tendo em conta as dificuldades quotidianas da população “que enfrenta taxas muito próximas às praticadas durante a austeridade, o JPP considera que gastar 97,7 milhões em Sociedades de Desenvolvimento é uma política errada e de esbanjamento de dinheiro público”.
O Governo Regional deveria “concentrar-se em reduzir os impostos às famílias e às empresas”, mas em vez disso “gasta, em média, mais de 30 milhões ao ano para manter essas sociedades falidas e sem qualquer retorno”.
O secretário-geral do JPP e líder parlamentar lembrou as palavras recentes do vice-presidente do Governo Regional da Madeira, referindo-se “à ‘impraticabilidade’ do Estado central em assumir 34 milhões de subsídio de mobilidade para os madeirenses viajarem, no entanto continua sem dar  explicações sobre os cerca de 98 milhões gastos pelo seu governo naquelas sociedades, nestes últimos anos”.
JPP

6 comentários:

Anónimo disse...

Isso mesmo, verdinhos, façam o papel de desgaste do governo que depois o careca agradecer-vos-à com um valente pontapé no dito cujo. Em 2019 o JPP diz bye bye à assembleia.

SIA disse...

Tambem quero criticar, porque merece critica, mas a JPP podia dar uma soluçao para que eu pudesse acompanhar? Como fazia a JPP? Não pagava? Não venha dizer que foi mal feito todo o investimento, isso eu tb estou de acordo, o que quero é saber agora como resolver. è facil criticar, não é? Mas qual a soluçao? Se é só dizer mal taçvez fosse melhor ficarem calados

Anónimo disse...

Esse é o grande problema da oposição regional.
Coisas mal feitas, todos nós sabemos é conhecemos. Soluções para resolver, não fazem a mínima ideia. Não têm qualquer proposta.
Mas parece que o povo não quer saber. Gosta é de dar ouvidos a quem diz mal.
E estes medíocres aproveitam.

Anónimo disse...

Quem deve e tem de arranjar soluções é quem governa a Região.

Anónimo disse...

Porra isso já dava para os 50 por cento da Madeira referente ao Novo Hospital. Se amanha o Governo de Lisboa entregasse a sua parte, onde este governo regional do PSD teria a deles. Querem e são peritos em empurrar os assuntos com a barriga e mandar a bola para outros lados tentando nos convencer e enganar.

Anónimo disse...

O que está a fazer. Mas quem é oposição tem que propor as suas soluções, quando se candidata a ser poder.
É assim que funcionam as democracias.