quinta-feira, 5 de julho de 2018

Paulino Ascensão defende Geringonça



"Pôr a TAP em Tribunal é mais um ato de hipocrisia 
e um show-off sem consequências" 


A TAP causa efetivamente prejuízos à Madeira, mas só o faz porque foi criado um quadro legal permissivo, que a desobriga de cumprir regras de serviço público, com a liberalização da linha aérea decidida em 2008 pelo governo regional do PSD.
Posteriormente o quadro foi agravado com a privatização da TAP e da ANA, da responsabilidade do governo PSD/CDS, empresas mantidas sob gestão privada pelo atual governo do PS. 
Estes partidos estão mais estão mais preocupados com o lucro dos acionistas privados que com o bem estar do povo e a indignação que mostraram ontem com a TAP no parlamento regional é um exercício de enorme hipocrisia.
Os preços do avião entre a Madeira e o continente são exagerados, reconhece a TAP, mas isso deve-se à lei do mercado,  justificou a administração, aquando da recente visita à Madeira. A lei do mercado é a lei do mais forte, é a lei da selva. Os partidos (PS, PSD e CDS) que criaram esta situação, se não gostam das consequências das suas decisões, têm um remédio fácil, emendem a mão, acabem com a lei da selva e impunham regras de serviço público à TAP que protejam os passageiros e a Madeira. Sem isso os seus lamentos públicos não passam de lágrimas de crocodilo, de pura hipocrisia.

Outros alimentam a fantasia que os problemas terminariam com a entrada de uma terceira companhia nas ligações a Lisboa. Estamos desde 2008 a espera da concorrência que iria fazer baixar os preços, passaram dez anos, mas a concorrência nunca chegou e não há impedimento. Dez anos chegam para perceber que a liberalização não nos serve e que são necessárias regras de serviço público.

O Governo Regional em vez de governar, de procurar resolver os problemas dos madeirenses, entretém-se e entretém o povo com acusações contra Lisboa que não levam a nada! Precisamos de um governo que enxergue os problemas e encontre as soluções, não basta fazer queixas, ainda que em Tribunal.
BE

13 comentários:

Anónimo disse...

Este Paulino dá cada tiro no pé...!
E o camarada Paulino vai rindo, vai rindo. Parece as pilhas Duracell.

Anónimo disse...

Caro Paulino, hipocrisia sera o Bloco de esquerda não ajudar a impor regras de serviço público na TAP como atrás disse, pois não faz o BE parte do governo , a TAP está totalmente privatizada?

Paulino Ascenção disse...

Defendo a Geringonça!? Como assim?
"Os partidos (PS, PSD e CDS) que criaram esta situação ..." os três partidos concordam com a liberalização e ao fim de 10 anos ainda esperam pela concorrência para fazer descer os preços. Não reconhecem o cerne do problema e nada fazem para o resolver. Não há defesa da geringonça nesta matéria.

Anónimo disse...

Vamos a caminho de ditadura tipo veneVenez, com estes sociacomubloq a velocidade variável, por aproximações sucessivas. Então este artista não ve a malvadez que estão a fazer aos madeirenses que pecisam deslocar-se, especialmente os estudantes e todos os necessitados pelas mais variadas razões e por último põe em causa o transporte de turistas, ... Ignorância

Anónimo disse...

Exa. ou não percebe nada disto ou hipocrita é você

Pode provar que não seria melhor uma liberalização clara e transparente para do que esta reversão as 3 pancadas e encapotados que obrigou governo a determinadas contrapartidas em relação ao investidor privado? Uma das contrapartidas não será os milhões que entram todos os anos da TAP via subsídio à mobilidade?

Se não há uma 3a companhia na linha Funchal/Lisboa não é porque o Governo Regional não queira. Sei que quer o Governo Regional, quer a ANA tentaram e continuam a tentar trazer, mas não está nada fácil.

E porquê? Porque esta TAP, apoiada por este governo da sua geringonça, estão a fazer tudo e mais alguma coisa para que não venha uma 3a companhia. Porque se isso acontecesse a TAP deixaria de chular os milhões do subsídio à mobilidade e o Governo teria de arranjar outra forma de dar a TAP os mesmos milhões.

Já agora se o seu governo da geringonça financiasse via Turismo de Portugal etc voos para Madeira como faz para os Açores porventura também já se teria mais uma companhia aérea na Madeira.

Para já não falar dos slots em Lisboa que estão ocupados pela TAP para os seus voos com Brasil e com EUA (para encher o bolso do brasileiro nas suas outras comovais aéreas) e que por isso não existem para outras companhias poderem ter voos para o Funchal.

Antes de escrever, informe-se por favor.. Não escreveria tantas asneiras

Anónimo disse...

Errata das 21.12.
Onde se lê, o camarada Paulino vai rindo, vai rindo, deve ler-se, o camarada Almadinha vai rindo, vai rindo.

Anónimo disse...

Já agora agradecíamos que o Dr. Paulino Ascensão nos esclarecesse porque é que o acionista maioritario da TAP, após a tão propalada reversão, não manda na empresa, nem tem qualquer possibilidade de interferir na sua gestão, nomeadamente impondo serviços e preços para as regiões autónomas, defendendo os residentes, os turistas que nos visitam, e, o próprio estado, que paga elevadíssimos valores em subsídio de mobilidade.
Aguardamos o esclarecimento.

Anónimo disse...

Tem que ser feito alguma coisa para defender os Madeirenses, e os Tribunais são os meios, mas adequados! Penso que 90% Concorda plenamente.

Anónimo disse...

O camarada Paulino é um cromo! E não vai passar disso. Comeu e calou na mão dos vereadores das Finanças da CMF e agora vem com aquele ar de campónio intelectual fazer road-shows pelos serviços a tentar vender as suas teorias aos menos informados. Uma tristeza.

Anónimo disse...

Este Paulino devia estar mas era caladinho quanto a viagens aéreasz
Não era ele que recebia subsídio do parlamento nacional para comprar as viagens para a Madeira e depois ainda ia buscar por cima o subsídio à mobilidade?

Anónimo disse...

acha que este bloquista se importa quando viajava em vez de pagar ainda ganhava dinheiro

esta tudo bem na tap

Anónimo disse...

o "cervejeiro" … "fala grosso" viaja na TAP de borla para onde quiser e quantas vezes quiser …

Anónimo disse...

Ele vai fritar o professor mentiroso, a seu tempo veremos, conhece os cantos da casa e haverá estragos