quinta-feira, 9 de agosto de 2018


Prof. Mentiras continua a desprezar o Monte (VI) 
- Meio milhão de euros depois, tudo na mesma



Colocaram a cidade em Estado de Sítio, Cortaram a eito, praticando verdadeiros atentados ambientais e patrimoniais como na rua do Bom Jesus ou no miradouro das cruzes. 

Gastaram mais de meio milhão de euros para fingir que estavam a trabalhar, valor que é muito mais alto porque falta contabilizar o IVA e os valores do crime do holocausto arbóreo no Bom Jesus. E no local onde deviam intervir, o largo da fonte, nada. Continuam árvores amarradas, algumas delas visivelmente podres. Quando acontecer nova desgraça a culpa não será do Cafofo, claro. Será da banda, do fogo, do bebé que chora mais alto, do peregrino que se encostou com mais força. Será também do Governo, do padre, do polícia, menos do bombeiro chefe  porque é dos nossos. É difícil encontrar tanta incompetência e irresponsabilidade. 


Madeirense Justo

9 comentários:

Anónimo disse...

O abate das árvores tem mais aspecto de negociata do que outra coisa. afinal para quê isto tudo?

Anónimo disse...

Despesismo. Ignorantes.

Anónimo disse...

Esperavam melhor?
Abram os olhos ao povo e culpem também o Blue por ter-lhes aberto a porta
Com o Tio Alberto estes m...morriam à fome e à sede

Anónimo disse...

Sr Regedor! O meu filho quando compramos uma coisa nova durante uns tempos nunca mais larga. Ainda bem que o SR Regedor descobriu (tarde) o Monte, local por onde passava quando vinha a Cidade. Queria vos dizer 3 coisas)
1 - O Governo do PSD é que vai gastar meio milhão de euros desnecessários em que o resultado será quase ZERO
Vão reconstruir a Capela das Babosas que hoje em dia não tem efeito praticamente nenhum pois só servirá para abrir as portas uma vez por ano no dia 08 Dezembro, Acha bem este despesismo?
De certeza que o dinheiro não é do Albuquerque, é dos nossos impostos, pois deveria ser muito mais poupadinho.
Antigamente e quando era necessário para a Freguesia e durante os 12 anos em que Albuquerque esteve a frente da Camara nunca cumpriu com a promessa desejada pelo povo que era a Construção da Capela junto ao cemitério para evitar os defuntos andarem em cortejo pelas ruas.
Cafofo e bem haja já realizou essa Promessa portanto agora a Capela das Babosas é desnecessária.
Mais, a construir deveria ser a Igreja e não o erário publico pois a Igreja tem muito património e dinheiro nos Bancos.
Perguntaria também, onde estão os donativos que foram entregues a Igreja assim como a colheita durante estes 8 anos e nas festas do Monte muita moeda caí, pois é o Padre Gisélio já lá não estã para prestar contas.
2 - Além das arvores convinha o Sr Regedor dar uma volta no percurso entre as Babosas e a Saida dos carros de cestos e verificar o estado caótico do mesmo com carros estacionados em toda a via transito nos dois sentidos em que por vezes é um pandemónio fazer marcha trás com centenas de turistas a percorrerem o citado caminho.
3 - Sabia que existe uma Localidade o Curral dos Romeiros que não tem acesso direto a Freguesia e é necessário fazer o percurso via Funchal.
Portanto existe muita coisa para gastar dinheiro com utilidade e que o SR Regedor e a Presidenta que não é nada reivindicativa pois é Funcionária Pública deveriam se preocupar para bem de nós os habitantes do Monte.

Anónimo disse...

Idalina e o que tu tens feito?

Anónimo disse...

E com tanto ajustamento direto que deveria ter sido efetuado para os nossos. Havemos de reconquistar a Camara e isto tudo.

Anónimo disse...

o Anónimo das 13:03, isso tipo de táctica a se fazer passar por PSD não funciona. Acorde para a vida e tenta se arrumar pois você vai ser derrotado!!

Anónimo disse...

Boas tardes e um optimo fim de semana para todos.
Venho aqui abordar o comentário das 23.33h do qual concordo totalmente e numa otica construtiva nada politizante pois sou uma pessoa interessada no tema visto ser genuinamente Montelense feito no Monte (acredito em minha Mãe), nascido, batizado, crismado, casado e residente no Monte.
Sra Presidenta da Junta Freguesia
Bem sei que por vezes chega a Junta já cansada pelo seu trabalho profissional diário mas as nossas cabeças não são só para criar cabelo para ao fim de um mês ir corta-lo.
Dou-vos uma sugestão e por esta NÃO PAGA NADA mas sinceramente referente ao transito caótico era muito fácil a sua resolução para o bem de todos, ainda na semana anterior ao transitar no mesmo e encontrando dois carros em sentido contrário pois a minha faixa estava completamente ocupada tive de fazer marcha trás na sua quase totalidade o que não é nada fácil e nessa ocasião de certeza que as v/orelhas ficarão demasiado quentes.
Aquilo ali a Sra Presidenta mandava construir uma espécie de varandim em tubo ou outra coisa semelhante mas nada rafeira em toda a sua extensão do caminho e com isso resolvia de uma vez por todas esse problema.
- Com uma coisa estética alegre, bem desenhada (não seria necessário recorrer a um Arq de interiores visto até aqueles que enfeitam as Igrejas o fariam):
Protegiam-se, dava-se segurança aos peões que naquele caso e em certas ocasiões são as centenas de turistas que por lá passam.
Evitava-se o estacionamento abusivo pois com a aplicação de placas proibitivas nada resolve, pois existe sempre os chico-espertos e evitava-se atritos e despesas com a PSP. Lembrar que bem perto junto ao cemitério existe um grande parque de estacionamento que está sempre as moscas.
Mas atenção que com este varandim ou outro nome que o queiram chamar a Junta COLOCARIA CHAPAS PUBLICITÁRIAS ESTETICAS que pagariam todo o investimento e ainda lhe daria uma rentabilidade anual. Facilmente arranjaria Empresas que gostariam de colocar lá o seu nome e os seus serviços, tais como os Teleféricos, Carreiros, Hoteis e Restaurantes.
Este era um Investimento que se pagava a si próprio, nada de despesas da Junta nem da Autarquia, pois mesmo a verba inicial era suportada pela publicidade que até facilmente poderia ser concessionada a uma Agencia Publicitária sem trabalho para si.
Criavamos uma imagem de modernidade e não como hoje acontece.
O Transito passaria a ser só num sentido no lado Babosas/Monte porque ao contrário existe um caminho na parte sul da Qta Berardo que vai dar a Capela do Desterro subindo até o Cemitério que hoje infelizmente também é nos 2 sentidos mas apenas cabe uma viatura e com estas pequenas alterações resolvia-se o problema deste ponto estratégico. Como ve, temos a solução na mão, porque não a resolvemos e a disciplinamos.
Sra Presidente, Trabalhe e deixe-se de andar em guerrilhas com a Camara pois não somos cegos e sabemos que quando a Camara foi governada pelo seu partido e pela sua entidade patronal a Sra Presidente nada reivindicou, nada barafustou, estava tudo 5 Estrelas.
Um Bem Haja para a minha Localidade, vamos todos sem politiquice fazer um esforço para que o Monte tenha uma cara lavada e digna para receber condignamente todos aqueles que nos visitam.

Anónimo disse...

17.00
Até que enfim que alguém aqui propõe uma solução exequievel da qual concordo. Mas infelizmente parece que não conhece a nossa presidente, trabalho já basta o outro.
Infelizmente já vai no segundo mandato e nada feio, espere sentado e evite passar nesse percurso como eu faço.