quinta-feira, 9 de agosto de 2018

PSD não deixa passar uma ao PS




PARADA E RESPOSTA NA SAÚDE

Comunicado 


1. O PS/Madeira insiste nas críticas avulsas e descontextualizadas ao Sistema Regional de Saúde e aos profissionais que lhe dão corpo.
2. Depois, de numa primeira investida, afirmarem que o Governo Regional não investe na Saúde, e terem sido desmascarados – a Madeira investe 1.189€ habitante/ano (6,9% do PIB regional) o Continente apenas 852€ habitante/ano (4,8% do PIB nacional) –, agora vêm dizer que o dinheiro para a Saúde dos madeirenses é mal gasto.

3. Esta incapacidade de análise e a desconsideração com que olham para a Saúde é reveladora da má-fé socialista. E durante o percurso são incapazes de reconhecer o estado calamitoso do Sistema Nacional de Saúde com demissões em bloco, falta de profissionais, salas de parto encerradas e crianças sujeitas a tratamentos de quimioterapia em corredores de hospitais.
4. Contudo, mesmo com os constrangimentos impostos pela República, que coloca interesses partidários à frente das populações da Madeira e do Porto Santo, a Madeira é a única região do país sem défice nas contas públicas.
5. E em três anos amortizou 600 milhões de euros da divida da Saúde, criou um regime de incentivo à fixação de médicos na Região, regularizou a situação profissional de 105 de trabalhadores do SESARAM e garantiu 5,8 milhões de euros para a progressão das carreiras da Administração Pública.
6. A lista de espera de uma unidade de saúde é dinâmica e flutuante. E os números apresentados são reflexo também de uma maior acessibilidade e de diagnósticos mais precoces, o que demonstra que o SESARAM está mais capacitado.
7. Todos os profissionais do Serviço de Saúde continuam empenhados em reduzir as listas de espera cirúrgicas. Importa sublinhar que não existem doentes em situação urgente ou emergente à espera de cirurgia, nos termos das orientações nacionais.
8. Só no 1º semestre de 2018, realizaram-se no SESARAM 6153 cirurgias (Bloco Operatório: 3214 / Cirurgia de Ambulatório: 823 / Pequena Cirurgia:  2116)
9. Em 2017, o Programa de Recuperação de Cirurgias (PRC) teve um forte impacto na recuperação, e só no primeiro semestre deste ano foram realizadas mais de 620 cirurgias, no âmbito deste programa.
10. Com o Serviço de Cirurgia de Ambulatório a funcionar em pleno até ao final do ano de 2018, prevê-se uma acentuada redução dos números da lista de espera.
11. Quanto ao encaminhamento de doentes convém também esclarecer o PS do seguinte: os nossos doentes são encaminhados para onde for necessário, porque a Saúde dos Madeirenses e dos Porto-Santenses está acima de qualquer questão político-partidária.
12. Registamos por fim, a “preocupação” do PS para com o Sistema Regional de Saúde e a hipocrisia profunda que a rodeia. Porque se o PS estivesse mesmo preocupado com a Saúde dos madeirenses, há muito que tinha pressionado os seus colegas de partido em Lisboa para arrancar com as obras do novo Hospital da Madeira e há muito que tinha resolvido a dívida dos subsistemas de saúde à Região, por exemplo.

Funchal, 9 de Agosto de 2018

O Secretário-Geral do PSD/Madeira

Rui Abreu

5 comentários:

Anónimo disse...

Já é tarde
O Mister Blue andou a hibernar durante 2 anos
Será que está curado?
Parece que já náo corta a meta
Força Raquel
Larga-lhe Gil
Barretes, mentirosos e queques blues, o povo está farto

Anónimo disse...

Outra vez um comunicado do Sr.. Rui Abreu.

Estamos mesmo na silly season.

SIA disse...

Cafofo ganhou as eleicoes com as noticias sobre falta de medicamentos que tantas letras gordas na primeira pagina deu. meteram medo nas pessoas, desacreditaram o sistema, e sem razao, mas com um objetivo bem defenido.
Nunca mais faltou beneron? de repente deixou de faltar? Estranho.
Será que podiam investigar como está nos hospitais do continente?
Nunca vi um serviço como o hospital em que tudo o que acontece vem para a rua, e mesmo quem lá trabalha até vem publicar artigos de opioniao a dizer mal do seu patrao a pretexto de liberdade de expressao e enquanto contribuinte e cidadão. E o papel a que o DN se presta para o defender e branquear.
AH lembrei-me que esse gestor apoia Cafofo. Ah esquecia-me que o Cafofo anda por LOndres em comitiva e convidado do DN.
Quem percebe de saude é o Emanuel Camara. Comprou uma cadeira de dentista mesmo sem ter medico dentista. Depois faz barulho fala para as pessoas que tem a cadeira e o sefviço de saude nada faz.Demagogo. Populista,. Sem principios. UM ZERO. Contudo na noticia que fez publicar no DN, aparece como o sabichão. Hoje lá fez publicar uma 4 folhas no DN sobre o seu concelho que custarm uns 4 mil euros. Está pago.

Anónimo disse...

Boa risada logo pela madrugada deste Serviço de Informações da Autonomia.

Anónimo disse...

Eu já nem comento, com a falta de competência do CA e ainda insistem. Nunca vi nada assim