quarta-feira, 14 de março de 2018



Professor Mentiras quando compra votos é à grande


Abriu a caça ao voto com milhares para distribuir



Dizia hoje a histórica Guida Vieira que o Governo estava a comprar os votos das bordadeiras com o anunciado apoio de 50€ para compra de dedais e agulhas. Mas com o Prof Mentiras a compra de votos é à grande. Segundo esta notícia, o Mentiras e restantes bandoleiros ofereceram aos beneficiários de programas de ocupação de emprego prémios de produtividade e integração na ordem dos milhares de euros, até 2750€!

Que os programas de ocupação em ambiente de trabalho andam sempre um pouco abaixo do salário mínimo, toda a gente sabe. Este programa teve como remuneração mensal 421€, que é pouco, mas é o normal neste tipo de programas.  


O que nunca se viu é supostos prémios, muito menos com valores  de quase 3000€! Isto é autenticamente distribuir dinheiro. O Valentim Loureiro distribuía frigoríficos e ferros de engomar mas o Professor Mentiras é mais  prático. É logo uns milhares e os desgraçados que o recebem façam com eles o que lhes apetecer. É óbvio que aquelas pessoas, pelo menos a maioria,  tem necessidades. Mas este despejar de dinheiro é indigno. E de legalidade mais que duvidosa.

No mês passado a Câmara do Professor Mentiras tinha feito uma parecida. Anunciou um regulamento supostamente para preservar lojas da baixa, com a originalidade das lojas já estarem identificadas. Não se percebe para que serve o regulamento se este tem de servir que nem uma luva para as tais lojas. Com isto o Mentiras vais servir de mestre de obras e fazer reparações nesses estabelecimentos comerciais. Não é que algumas não sejam realmente típicas, outras nem tanto. O que fica a descoberto é mais uma ação de compra de votos desses comerciantes e respectivas famílias. O Tribunal de Contas não fiscaliza? O Tribunal de Contas acha que a função de um município é distribuir dinheiro público à população? E se o Prof. Mentiras decidir ir para o centro do largo do colégio distribuir notas de 500€ do erário público?


Madeirense Justo


12 comentários:

Anónimo disse...

Em democracia para ganhar é preciso votos.

Anónimo disse...

O mentiroso em açcao para se auto promover vergonhoso

Anónimo disse...

Tenham respeito pelos desempregados! Este valor estava previsto é o resultado de um programa ocupacional em contexto de trabalho. Um esforço financeiro significativo, sem qualquer apoio do Governo Regional.

Anónimo disse...

O valor do subsidio mensal e de 428,90 euros. O prémio de conclusão já vigora desde a vereação dos laranjinhas. So agora acordaram laranjinhas? Antes de abrirem o bico falem a verdade, porque o castigo para vós jotinhas e companhia vem em 2019.

Assinado por um ex membro da jsd.

Anónimo disse...

Anónimo das 20:30. O que é normal é a subvenção mensal. Prémios de final de programa nunca existiram e são uma forma clara de comprar PSoas

Eu, O Santo disse...

Eu prefiro que Cafofo compre votos de desempregados do que ande a encher bandulhos de corruptos e de sanguessugas ricos da Administracao Publica (mais conhecidos como Donos Disto Tudo).

Anónimo disse...

E para as Empregadas Domésticas não há subsidio? Sim elas tem despesas pagam o autocarro e não só. Também são pessoas dignas e com profissão nobre sendo agora já são muitas e tens direito a voto.
Bora lá fazer uma tabela de subsídios para varias profissões e publicar.

Anónimo disse...

Engraçado que o Tribunal de Contas ainda não auditou aS CONTAS DA Câmara. PORQUE SERÁ?

Anónimo disse...

O anónimo das 20:40 disse tudo.O resto é maldade e obsessão.

Anónimo disse...

Câmara muito corrupta com interesses pessoais obscuro por quem lá anda

Anónimo disse...

O Cafofo a incomodar quem não sabe trabalhar ... antes aos desempregados que aos lóbis.. força Cafofo que assim vais por estes chulos do povo a andar.
criticar sabem, arranjar soluções Zero.

Anónimo disse...

E agora o que é que acontece as estas pessoas ?
Desemprego, não ?