quarta-feira, 21 de março de 2018

Rui Abreu contra-ataca 'PS tricéfalo'


Sobre o mundo cor-de-rosa


  • Na conclusão de uma reunião de comissão política do PS local, parte da liderança tricéfala veio acusar o Governo Regional de adiar a resolução dos problemas.
  • A teoria é sempre a mesma: as coisas não funcionam porque o Governo não quer. A prática, contudo, é bem diferente daquilo que é apregoado, como todos os madeirenses começam a perceber.
  • Vem o PS falar do ferry. Não é função do Estado assegurar a continuidade territorial dos seus cidadãos? O que fez então o Governo da República do PS sobre essa matéria? Nada. Mas se o ferry vai ser uma realidade, tal deve-se ao empenho do Governo do PSD, e não dos socialistas de cá. Ou de lá.
  • Se os madeirenses têm hoje acesso a um melhor modelo de subsídio de mobilidade aérea tal deve-se ao Governo Regional. Mas se o modelo não é perfeito, quem está a travar o processo de revisão desde Janeiro de 2016? Quem é que não tem interesse em melhorá-lo? O PS e a geringonça.
  • O PS e o primeiro-ministro assumiram, publicamente, o compromisso de financiar metade do Novo Hospital. Quem é que não inscreveu esta verba no OE de 2018? Quem é que não cumpre com o prometido? O PS e a geringonça.
  • E podíamos continuar a dar exemplos, como o das receitas dos jogos sociais (17 milhões de euros sonegados aos madeirenses), da ADSE (que obriga os madeirenses a pagar duas vezes), da sobretaxa do IRS (que continua por devolver) ou das dívidas dos subsistemas de saúde (que crescem e não são pagas).
  • O PS local não está interessado em ajudar a Região. Porque se estivesse mesmo interessado, batia o pé a Lisboa e exigia o cumprimento integral dos direitos dos madeirenses e dos porto-santenses.
Funchal, 21 de Março de 2018
O Secretário-Geral do PSD/Madeira
Rui Abreu

12 comentários:

Anónimo disse...

Mais claro só com OMO.

Anónimo disse...

Quanto é que o secretariado do PSD volta a fazer uma futebolada com os perdedores da Ponta do Sol na Ribeira Brava? E já agora quando é a proxima patuscada na casa de campo do pixoto ? Caldeirada só na Poita!

Anónimo disse...

Será que o ruizinho do Faial vai a festa da cana? O compadre está à espera!

Anónimo disse...

Rui, assim não vamos lá! Culpar os outros pela inércia deste governo regional: foi chão que já deu uvas.

SIA disse...

Emanuel Camara não tem nada para oferecer á Madeira, sobrevive politicamente á sombra de Cafofo. Vai dizendo umas palavras de circunstancia indo atras de conjunturas, mas resolver problemas já cá não está quem falou. Agarre num desses dossiers por exemplo a mobilidade e leve até ao fim. Fale com o Costa e resolva. Pois é, assumidamente não faz nada até porque não é candidato a presidente do governo em 2019.Emanuel Camara então é pouco mais do que um apendice politico.

Anónimo disse...

Na mouche.
Só não vê quem não quer ver.

Os de lá fazem tudo, mas mesmo tudo, não olham a meios, infernizam a vida dos madeirenses apenas porque querem colocar cá umas suas marionetes a mandar.

É vergonhoso. Usam os meios do Estsdo, o poder que têm no Governo da República em prol de interesses particulares de meia dúzia e não dos madeirenses.

Porque se fosse em benefício dos madeirenses em geral já tinham colocado verba no orçamento de Estado para o hospital, subsidiavam a linha de ferry na concretização do princípio da continuidade territorial, já tinham revisto o modelo da mobilidade aérea, já tinham pago as dívidas dos sub-sistemas da saúde, já tinham mandado para cá o dinheiro que é nosso da repartição das receitas do jogo, etc etc etc

Estão literalmente a marimbar-se para os madeirenses, estão a gozar com a nossa cara, estão a atrasar deliberadamente a resolicao destes problemas à custa do bem estar dos madeirenses para que se culpe o governo regional como forma de mais facilmente ganharem as eleições em 2019.

Não nos comem por tontos.
O tiro vai sair-lhes pela culatra

Anónimo disse...

Infelizmente a autonomia foi-se com a assinatura do PAEF por Cardoso Jardim.
A troco de não irmos para a bancarrota, lá vieram 1500 milhões com condições impostas por Gaspar. E aí acabou a autonomia.
Está no papel, continua na constituição, existe estatuto político -administrativo, existem órgãos de governo próprio, etc. Mas, é só fachada.
Na prática, a autonomia não existe. É uma falácia. E aliás é fácil de compreender. Quem não tem autonomia financeira, não tem autonomia nenhuma.
Basta ver nos dossiers do hospital, da mobilidade, do ferry, dos juros, entre outros, por muita vontade que o governo regional tenha, basta o estado através do governo da républica emperrar a engrenagem, e a coisa não anda.
Nunca Cardoso Jardim quis resolver o contencioso das autonomias, porque sabia que o contencioso era a única arma de arremesso que tinha contra a república, e lá ía chantageando os governos de lá com o extremar, maior ou menor, desse contencioso. Dava jeito.
Depois foi o que se viu, e autonomia lá foi. E demorará décadas a voltar.

Anónimo disse...

Claro que sim!! Quem manda prometer sem antes estudar os dossiers e analisar a viabilidade. Quem promete deve cumprir. O Sr. Rui Abreu no seu melhor.

Anónimo disse...

Mais um especialista nomeado pelo Calado!
Jorge Vale Fernandes, o homem do Banif e da oposição da CMF.

Anónimo disse...

Este senhor Rui Abreu ainda é secretário geral do PSD Madeira? Não acertou uma medida politica que fosse até agora e nem vai acertar. Já estou a ver a cena na noite das eleições de 2019 quando for para falar dos resultados será tipo aquele general do Saddam Hussein quando as tropas já tinham desertado e os americanos tomado conta de Bagdade mas ele a dizer que tinham alcançado uma grande vitória. Força Rui és o maior!!!!!!

Anónimo disse...

Se o Ps Madeira tem tantas ideias para o Ferry porque não ajuda os Açores a conseguirem a ligação

Se uma vergonha a Madeira não ter o que falar dos Açores

Anónimo disse...

O Ps Madeira veio todo lampeiro gabar-se que tinha conseguido as verbas do jogo , também foram apanhados de surpresa quando souberam que era só para o ano ou já sabiam dessa novidade?