quinta-feira, 1 de março de 2018

Em tempo de bonança, mas...


Albuquerque ainda mexe



O presidente do governo regional vai à sede da Protecção Civil onde ao meio-dia será  feito balanço ao temporal que tem assolado a Madeira. Afinal, se o chefe da Tabanca não existiu durante a intempérie, aí está ele na bonança para visitar, inaugurar e presidir ao balanço dos estragos.
A populaça, mesmo de guarda-chuva a baldear inundações e a remover lama, já falava de férias, caçadas, encontros na diáspora, mas não.
Depois da tempestade, temos homem.

16 comentários:

Anónimo disse...

Já que não conseguiu fugir ontem para Lisboa para os cocktails e jantares da BTL não teve outra alternativa senão dar uma voltinha hoje e dizer que "está tudo controlado". Povo enganado!!!!

Anónimo disse...

Cada vez pior, agora com a tempestade ao longe temos o presidente ao perto para a fotografia e depois para distribuir uns dinheirinhos. Haja paciência.

Anónimo disse...

E o Prof. Mentiras, quando faz a sua conferência de imprensa, acompanhado do rapazinho imberbe, para mostrarem os seus blusões e coletes de crise ?
É que o vice Gouveia conseguiu pirar-se a tempo lá para a BTL.

Anónimo disse...

ahahah, este senhor já se sabe.. o Mr. Blue quer é borgas e Funchal jazz... Já sabemos que nos momentos de crise, para este senhor, "Está Tudo Controlado". #Incêndios #Temporal #Monte
Dedique-se a fazer filhos que parece que ser a única coisa que faz bem.

Anónimo disse...

Ó das 12.08, ao menos o mister Blue não se mete no quarto a chorar, como o vereador da protecção civil do Funchal fez na tragédia do Monte. Não era ainda vereador, mas já era médico, o que devia conferir uma outra maturidade.
Mas é o que temos...infelizmente.

Anónimo disse...

Quem fez bem foi o camaleão de S Vicente. Alerta vermelho e ele mais o seu staff a saborear petiscos na BTL. Boniiito!!!!!

Anónimo disse...

Foi mesmo bom, o conde do Arco não aparecer, senão teria dito que estava tudo sob controle como nos incêndios de 2016, e depois foi a desgraça que se viu! Pelo menos não enganou a viloada!

Anónimo disse...

O melhor que vi hoje no facebook foi um post patrocinado de Paulo Cafôfo, com colete laranja a cirandar pela Cidade a ver os estragos.
Atenção! Imagens patrocinadas pelo próprio presidente de câmara, que pensa que mundo começa e acaba no seu umbigo.
Trata-se de um presidente de câmara que explora a desgraça alheia patrocinando-se no face. Raios partam este homem. Não tem limites?
Dos dois, Cafôfo/Albuquerque, ainda prefiro o segundo. Dos dois males o menor...

Anónimo disse...

Vai dizer que está tudo controlado como no grande incêndio do Funchal de Agosto de 2016.

Anónimo disse...

Este anónimo das 12:08 é um pulha. Mistura jazz com tragédias, como as do Monte ou dos incêndios, que assolaram a Madeira e trouxeram com elas desgraça para tantos?! Tragédias que ceifaram vidas?! Que deixaram pais sem filhos, avós sem netos, filhos sem pais... Que espécie de pessoa é você?! Você é um verdadeiro ignorante sem escrúpulos. E nem vale a pena espernear e dizer o contrário. Porque quando vem para este blogue ou para outro sítio qualquer falar de incêndios, temporal e monte, que inclui vítimas mortais, para realizar os seus ataques pessoais, isso só revela o pulha você é!

Anónimo disse...

Ele ainda não é médico, quanto mais no dia da tragédia do monte...
São uns tristes esses Confianços.
Minha querida CMF... Ao que chegámos.

Anónimo disse...

Miguel mexe mas mexe mal. Quem é que vai ser expulso agora?

Anónimo disse...

Mas desse e respetivo staff o que se espera?? Quando trai o partido e vende- se a negócios obscuros tudo é admissível.

Anónimo disse...

Parece que o Guido anda preocupado porque quem nas proximas eleições quem vai na lista é o Humberto e ele voltará para o restaurante do pai dele, se ainda estiver aberto porque parece que depois da abertura do túnel os fregueses diminuiram.

Anónimo disse...

Não creio. O Humberto vai ser corrido por ter traido o partido. Ele e mais uns tantos lá da sua terra!

Anónimo disse...

Quem vai para deputado é o antonio figueira mais conhecido pelo preto.