sexta-feira, 23 de junho de 2017

Autárquicas 2017



Hoje, a coligação Funchal Forte promoveu uma iniciativa junto da Estação de Transferência e Triagem de Resíduos Sólidos (ETTRS), nos Viveiros. O porta-voz da coligação, o ex-vereador Gil Canha, teceu fortes críticas à gestão desse espaço, da responsabilidade do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal do Funchal.
Muitos cidadãos e agentes turísticos questionam-se amiudadamente por que razão o Funchal está permanentemente sujo, desleixado, com os passeios encardidos, os equipamentos públicos continuamente conspurcados, jardins desmazelados, praças e ruas sem as necessárias varreduras, e pontos de recolha de lixo descuidados e atafulhados de lixo por recolher?!”, alerta Gil Canha.

A resposta para este desmazelo acentuado da cidade não é da responsabilidade dos funcionários, a culpa é do executivo camarário que só cá põe os pés em alturas do Natal, porque durante o resto do ano, nem a Vereadora responsável nem o Presidente da Câmara vêm cá acima ver como andam as coisas, quando é este o departamento que mais funcionários emprega. Nas anteriores Câmaras, os vereadores responsáveis por este departamento vinham todos os meses aos Viveiros, ver e acompanhar o seguimento dos trabalhos, atestar e aferir a operacionalidade das orientações emanadas do executivo, e, acima de tudo, com a sua presença, transmitiam o sentido de responsabilidade e ânimo aos funcionários e respectivas chefias, como aliás faz qualquer empresário ou industrial que estime as suas empresas”, apontou.
Um departamento com esta grandeza de magnitude não pode ser gerido às três pancadas a partir dum gabinete almofadado. Uma boa administração obriga a um acompanhamento de todas as etapas até ao fim da cadeia de comando, é assim que se faz nas grandes empresas, nas instituições militares e nas administrações de condomínios. E o pior é que este triste quadro é extensivo a todos os departamentos da Câmara, onde o Presidente e a sua equipa executiva preferem fazer acções exteriores de propaganda e cosmética, a propriamente olharem pela administração interna da autarquia. É graças a esta conduta perniciosa que os funcionários camarários nunca viram tanta bandalheira e tanta desorganização na autarquia como agora”.
E, a finalizar, aponta um caminho e um novo modo de actuação: “A coligação Funchal Forte promete que, caso seja eleita, o Presidente e o Vereador responsável pelo pelouro, visitarão a Estação de Transferência dos Viveiros pelo menos uma vez por mês, como também acompanharão mais amiudadamente os trabalhos de limpeza e jardinagem que a autarquia tem à sua responsabilidade na cidade do Funchal”.

Repórter Funchal Forte

13 comentários:

Anónimo disse...

Não falaram do aluguer da máquina do irmão da cunhada da sra. Vereadora? A tal máquina que veio da Ponta do Sol fazer o trabalhinho que ninguém fazia no Funchal???????????????????

Anónimo disse...

Lá vêm estes outra vez com as suas mentiras... a Estação dos Viveiros está um brinquinho e toda a gente trabalha com afinco e as chefias sempre em cima do acontecimento.

Anónimo disse...

Grandes verdades! Quem segura o pessoal? Ninguém

Anónimo disse...

A vingança serve-se fria, cá está ela, 3 anos depois da Idalina ter ficado do lado do Cafôfo e ter impedido que o Gil acabasse com a Mudança do Cafôfo.

Anónimo disse...

Estou curioso para ver o sr. cafôfo dar com os pés na srª vereador Idalina Perestrelo, a cunhadinha do srº victor freitas! Esta senhora agarrada ao tacho não permitiu que nessa altura o srº cafôfo caísse! A srª vereador quis segurar o seu tacho e o srº cafôfo. E agora vai levar um par de patins para não ser tonta!

Anónimo disse...

Fria não é bem assim. O Gil tem feito o diabo a quatro ao Cafofo, mas quem é populista e vive para aparecer até é bem feito

Anónimo disse...

a Idalina já foi convidada a continuar na lista do Cafofo , a negociação foi com o Vitor Freitas .
Carlos Pereira está cada vez mais marginalizado na lista que concorre á camara do funchal

Anónimo disse...

A Idalina traiu os vereadores que saíram só para ser Vice-presidente da Câmara. Só que o Cafofo não lhe liga nenhuma nem ninguém sabe que é vice. É um bibolô e vai continuar a ser uma figura apagada. Roma não paga a traidores, já dizia o ditado.

Anónimo disse...

Derrotar o careca é um imperativo regional.

Anónimo disse...

Toca já os serviços camarários começarem a RECOLHER O LIXO.
Comecem por recolher o Gil Canha cujo cognome é o Vingativo e em Outubro vai haver muito lixo para recolher, depois é saber quando vem nova fragata para afundamento.

Anónimo disse...

Parabéns sr. Vereador Gil Canha grande verdades o meu pai trabalha nos Viveiros e está farto de falar disto. os encarregados levam os carros para casa e entram e saem quando lhes apetecem, vão buscar filhos à escola nunca se viu desorganização tão grande. até o eng. Jordão já se marimba para isto. uma desgraça nunca vista.

Anónimo disse...

Ao anónimo das 13:15: Toca já os serviços camarários começarem a RECOLHER O LIXO DA FRENTE MAR E OS TACHOS TODOS DOS PARASITAS CAFOFIANOS. comecem por recolher o Paulo Cafofo cujo cognome é o traidor enfia facas. e em Outubro vai haver muito lixo cafofiano para recolher, depois vamos afundar a sucata tachista da Confiança na fossa abissal entre as Desertas e a Madeira.

Anónimo disse...

Derrotar os representantes do terreiro do Paço ou seja cubanos, é uma necessidade. Derrota cafofo, é o lema