quinta-feira, 29 de junho de 2017

Obra ilegal denunciada



CÂMARA MUNICIPAL FAZ OUVIDOS MOUCOS



Esta obra ilegal, que já foi denunciada junto da Câmara Municipal, continua de vento em popa no Caminho do Terço em Santa Maria Maior. 


A autarquia fez ouvidos moucos às denuncias dos vizinhos. O feliz proprietário desta casa não só continua a obra, como já começou a alargar o ‘seu território’, colocando muros para além das fronteiras do seu condado.
Onde anda a fiscalização do Departamento de Obras da Câmara Municipal do Funchal? Tirou férias pré-eleição?


Miguel Costa

13 comentários:

Anónimo disse...

Sr. Miguel Costa
Como cidadão não deveria revelar tanto egoismo e inveja pelos seus vizinhos. Que diferença faz suprimir a vereda publica quando está a ser aberta uma estrada nova?
Sabe nós na CMF temos uma politica de moblidade revolucionária e queremos acabar com todas a veredas no nosso concelho. Este é um primeiro passo para esse objetivo. Que falta faz aquele pedacinho de vereda quando vai ter uma estrada mesmo ao lado? Temos que ter mais afeto uns pelos outros.
Se o senhor tiver uma vereda junto a sua casa contacte-nos para abrirmos uma estrada ao lado e precindir da vereda.
Finalizo sr. Miguel na expetativa de ter sido assaz elucidativo sobre as políticas de mobilidade que temos para a nossa grandiosa cidade e que a felicidade do seu vizinho em passar a ter um quintal para umas churrascadas o torne a si também mais feliz, que é esse o propósito da nossa mui nobre tarefa autárquica.
Bem haja e obrigado pela Confianca!
O chefe de gabinete
M. INGLESIAS

Anónimo disse...

É o facilitismo do srº cafôfo!

Anónimo disse...

Sr. Iglésias, e se houver outros interessados em adquirir essa vereda? E o beneficiado irá pagar IMI sobre esse "acrescento"?
Com essa lógica, já faz sentido tudo o que seja tasca ocupar via pública, e chamar seu a espaços que são de todos!
A mobilidade da CMF é tão revolucionária, que há esplanadas a ocupar ruas e passeios inteiros, limitando quem anda de cadeira de rodas ou carrinhos de bebé! Revolucionaram tanto que nem os veículos de emergência conseguem passar. Uns visionários!

Anónimo disse...

Noticia que jamais será publicada no DN e no JM.
Que tal haver uma lei que proíba os governos nacionais, regionais e as autarquias de pagar qualquer valor a qualquer título a empresas detentoras ou relacionadas com meios de comunicação social, a não ser as publicações obrigatórias que resultam da lei.
Iam ver como o DN e o JM mudavam de linha editorial.
Depois há a imprensa "vendida" aos grupos empresariais que lhes pagam publicidade.- Até an online. Vejam o comportamento do Funchal notícias. Vejam se "carrega" nos notícias relativamente ao AFA e ao Grupo Sousa. Vão à coluna da direita e verifiquem quem lhes paga a publicidade.

Anónimo disse...

não me falem do Funchal noticias , o jornalismo daquilo é entrevistar os amigos ressabiados e dar a entender que tudo mundo pensa o mesmo

Anónimo disse...

Estão a fazer um abrigo para o Sem Abrigo. Só falta a chaminé para o chá e as torradas com manteiga.

SIA disse...

Ate as eleições quem quiser pode fazer o que quiser . Aumente sua casa faça um quarto acredite ninguém lhe aparecerá e sabe porque? Isso mesmo o seu voto conta .

Anónimo disse...

As maiores obras ilegais foram do queque Albuquerque e da dondoca arrogante- Rubina Leal, lembram-se estiveram alguns anos na autarquia..,as obras ainda persistem e colocam em risco, pessoas e bens...

Anónimo disse...

Os fiscais da Camara não agem porque foram mandados ficar quietos , vejam quem é o dono da casa , é uma maneira de o comprar para quando tentarem dar o golpe no PS ele estar do lado deles.

Anónimo disse...

E de quem é a casa ?

Anónimo disse...

Onde anda o MP na mamadeira para defender o bem público e as pessoas? Está a dormir ou assobiar para o lado!

Anónimo disse...

Pois e o DN é que é o bom. E o burro sou eu.

Anónimo disse...

Falam de S. Vicent