sexta-feira, 16 de junho de 2017

Rui Barreto (PP) em pré-campanha



Concurso para software informático

Câmara devia valorizar parcerias
com a Universidade da Madeira


Rui Barreto desafiou esta manhã o presidente da autarquia a ter uma prática consonante com o que afirma, quando defende que a Câmara deve ser “amiga do investimento e das parcerias”.


Rui Barreto referia-se a uma afirmação recente do presidente da CMF, Paulo Cafôfo, que anunciou a abertura de um concurso público para fornecimento de equipamentos informáticos, que inclui um novo software para melhorar o funcionamento entre a autarquia e os munícipes e um portal de atendimento.

“Existe algum tipo de condicionamento prévio neste concurso?”, pergunta o candidato do CDS-PP. “Se o concurso está a ser lançado, por que razão são 500 mil euros e não 100 ou 150 mil euros? Por que razão não se aproveita o grande potencial que existe na Universidade da Madeira ao nível do curso de informática, de onde saem técnicos que trabalham para várias empresas do mundo?”

Rui Barreto não entende por que razão a autarquia liderada por Paulo Cafôfo desperdiça uma “oportunidade de ouro” para relevar o que de melhor se faz no Funchal e estabelecer uma parceria com a Universidade da Madeira para este caso específico e outros que venham a ser necessários. “Era uma maneira de poupar recursos ao Funchal, valorizar os nossos jovens e a Universidade da Madeira”, afirma. “Não basta o senhor presidente da Câmara defender as parcerias e depois quando tem hipótese de as fazer, não é consequente com o que afirma.”
Texto e foto: PP


Sem comentários: