sexta-feira, 9 de março de 2018


A INVESTIGAÇÃO DO MONTE

LAMENTÁVEL A ATUAÇÃO DO MINITÉRIO PÚBLICO NO FUNCHAL

E DO PRESIDENTE DA CÂMARA PAULO CAFÔFO




A Câmara Municipal do Funchal tem ignorado de forma vergonhosa e inconsciente todos os avisos que tem recebido por parte de entidades públicas e de particulares para a necessidade de realizar uma intervenção nas árvores do Monte.
Mesmo depois do fatídico dia 15 de agosto que ceifou a vida a 13 pessoas e feriu mais de meia centena. Mesmo depois da família Mendonça ter recorrido aos Tribunais para que a Autarquia cumpra o seu papel, a sua obrigação de ‘limpar’ as árvores que estão em risco de queda.

O Ministério Público na Região, por seu turno, tem atuado de forma miserável face a esta tragédia. Demorou uma semana a interditar a equipa que a CMF enviou para o local para mexer e remexer em provas forenses. Repito: provas forenses.
O processo parece estar parado. Nem mesmo Lisboa entende o que se passa na Madeira.
É vergonhoso, inconcebível e lamentável que o recado tenha que vir de Lisboa, da própria Procuradora-geral, Maria José Morgado, que de forma assertiva escreve à coordenadora do DIAP no Funchal sobre a urgência e prioridade do processo.
É obrigação de todos nós denunciar esta displicência, esta forma maquiavélica de estar na vida pública, como o presidente da Câmara Municipal do Funchal o faz diariamente. Desde que caiu a árvore no Monte só não percebeu quem não quis que Paulo Cafôfo não se preocupa com as tais pessoas de que tanto fala. Preocupa-se exclusivamente com a sua imagem e com o seu couro.
É que intervir no Monte implica a assunção da culpa, coisa que Paulo Cafôfo jamais assumirá. Foi o carvalho, foi a paróquia, foi o raio que o parta.
Este homem, em quem votei em 2013, foi uma desilusão a tantos níveis. Revelou-se uma pessoa inescrupulosa, que não olha a meios para atingir os fins. E até agora não percebi como é que um ser tão indiferente às tragédias de tantas pessoas continua a ser adulado por tantos.
Entretanto, espero que a Procuradora-geral continue a questionar o DIAP do Funchal, porque de outra forma será o descrédito total da Justiça nesta ilha!

Miguel Costa

10 comentários:

Anónimo disse...

Aqui no Funchal é um pagode. Se não fosse a Procuradora-geral da República Joana Marques Vidal a obrigar o antigo procurador a agir 3 dias depois da desgraca nem sequer teria havido investigação. Por grande coincidência esse senhor acumulava com a Direção da secção regional do tribunal de contas. Alguém se lembra há quantos anos o tribunal não entra na CMF. Uma pista, desde que entrou para lá um careca mentiroso

Anónimo disse...

O Povo tem o que escolheu e, portanto, o que merece: O OPORTUNISTA COBARDOFO!

Anónimo disse...

O homem com licença o termo, cagou nos mortos,nos feridos, na justiça,na assembleia,na família Mendonça.
Está cego e sedento pelo poder, não olha a meios para atingir seja o que for, mesmo que para isso tenha de passar por cima de tudo e de todos.
Este é mais um Maduro.
Ainda por cima está a ser manobrado por um cubano Iglesias que quer a todo o custo espezinhar os madeirenses. O homem se fosse assim tão bom ficava pelas terras de Antônio Costa com um cargo igual ou superior.
Mas não, há que massacrar,pisar, enxovalhar os madeirenses para almejar a notoriedade nacional.
Rua com estes cubanos.
Já agora vejam o número de cubanos a trabalhar na câmara. na madeira não temos gente com capacidades para exercer tais funções?
Isto está bonito sem dúvida.
Agora o tal sr que foi expulso da arbitragem nacional por... Também entrou nesta cowboiada.
Tá bonito tá, um cubano a querer se mostrar a Costa,um expulso por,um calvinho em vias de ser constituído arguido num caso de mortes a quererem ser líderes da região autónoma da Madeira.

Anónimo disse...

Xafofo nao quer dar o braço a torcer...nao reconhece a necessidade de cortar no largo da fonte.
e tem sorte que nunca mais caiu nada.
mas a sorte por vezes foge.

Anónimo disse...

Este Sr. Miguel Costa caracterizou muito bem o Sr. Paulo Cafôfo. Esqueceu-se apenas de referir a difícil relação que o Sr. Paulo Cafôfo tem com a verdade

Anónimo disse...

Ele só quer imagem. Ontem pavoneava-se numa estrada de terra...
Mas não vai ao largo da Fonte ver as árvores.
Cada vez dá mais razão à Junta de freguesia.
E com esta ventania...isso mesmo.

Anónimo disse...

NÃO se preocupe , se o careca tiver alguma pingo de vergonha na cara não volta mais à política depois da derrota que vai sofrer em 2019...

Anónimo disse...

Realmente este cafofo anda a ser protegido. Mente, não tem trabalho feito, que seja visivel ou que tenha inovado o Funchal de alguma forma. Não entendo como foi que esta pessoa ganhou tanta simpatia do povo funchalense.
E depois desta tragédia, finge não ter acontecido nada, esquiva-se em vez de demitir-se. E ninguém protesta este comportamento. Só aqui.
Cafofo ganhou eleições no funchal, mas funchal nao é RAM, e aí duvido que ganhe. Este homem é só show of

Anónimo disse...

14.16h
veremos o que dirá 2019 mas entretanto nada de nervos a flor da pele e não agir como baratas saltitantes a desesperar por verem o tapete dourado a fugir.

Anónimo disse...

Só mostra a capacidade crítica do eleitorado funchalense. Apesar das restantes alternativas não serem muito melhores... Mais valia terem dado a oportunidade a gente nova: pior do que os que têm estado nos últimos 40 anos não ficaria...