sexta-feira, 2 de junho de 2017





Gil Canha 



O facto que vou descrever neste blogue é deveras escabroso e demonstra bem a leviandade bacoca da administração cafofiana da nossa autarquia.
Já há muito que se sabia que Paulo Cafofo se tornara no guardião e protector dos grandes grupos económicos jardinistas, que  se agarraram ao “casco do navio cafofiano” como cracas a um petroleiro. E não vou aqui me referir ao sr. Avelino, da AFA; ao sr. Carlos Pereira, do Marítimo; ao sr. Luís Miguel, do Grupo Sousa; ao sr. Michael, do Grupo Blandy; nem ao sr. Dionísio, do Grupo Pestana; mas sim a uma importante “funcionária” e sócia do Grupo Sousa, a senhora Cristina Pedra, actual líder da ACIF.

O ritual de “acasalamento” entre a ACIF e a Câmara de Cafofo também já se iniciou há muito (quando Cafofo me retirou os pelouros em 2014, a sra. Cristina Pedra foi a primeira a ser avisada da minha defenestração), com o andar do tempo o “namorico” acabou por pegar-de-galho e viemos agora a descobrir que a ACIF recebeu da Câmara um rico “anel de noivado” no valor € 7. 930,00 (Compromisso nº 2017/3468).
E os senhores leitores devem estar a se interrogar: - Mas para quê tanto cacau?!
Eu explico: o sr. Prof. Paulo Cafofo, para fazer frente às famosas e bem-sucedidas Festas da Sé, criou um milionário “barrete” chamado Fica na Cidade que, segundo cálculos por baixo, acarretou um gasto acima dos 150 mil euros. Mas este riquíssimo “caixão cafofiano” da folia, antes de ser enterrado no cemitério de fiascos da actual Câmara, foi-lhe enfiado por conta da ACIF um precioso “prego ferrugento”, denominado À Descoberta dos Sabores.
Esta aliança Cafofo&Pedra à volta de um roteiro gastronómico meio fantasma, a que aderiram somente 13 restaurantes da nossa urbe – LERAM BEM?! TREZE RESTAURANTES!  - custou aos nossos cofres municipais uma batatada de quase 8 mil euros.
Com uma cidade a ruir por falta de manutenção; com perdas de água potável na rede a chegar aos 70%, em que os canalizadores da autarquia não têm uniões, casquilhos, válvulas e simples ferramentas para fazer face aos imensos derrames, vem o sr. Paulo Cafofo dissipar milhares de euros com a Pedra, neste verdadeiro amargo-de-boca de tontos.
E no meio desta tragédia despesista cafofiana, com a cidade a arder dinheiro como quem arde silvado, aparece olimpicamente de alturas celestiais, como um Deus ex machina,  o sr. Vereador Miguel Gouveia a escrever artigos melosos sobre o tempo em que carregava cestinhos de compras da avó…
E veio um tipo ao mundo para ver isto?!

21 comentários:

Anónimo disse...

Um dia ela vai cair, como os outros..., "filho de peixe sabe nadar".

Anónimo disse...

Os tubarões não passam fome! Andam sempre vigilantes a ver qual é a próxima presa! E coitado do peixe miúdo (zé povinho pagante) que é o mais fácil de cair nesta ratoeira da bicharada medonha! Senhor dr. Gil Canha, faça o favor de continuar a mentir até Outubro! (Veja as mentiras do Gil).

Anónimo disse...

Bem denunciado. Também vi à dias no campo dos Barreiros o Cafofo aos abraços e beijos com o Luis Miguel Sousa. Eles já se cozicaram todos.

Anónimo disse...

Sinceramente, esta azia do Canha parece mais uma vingança pessoal do que propriamente o superior interesse dos funchalenses.

Anónimo disse...

Enquanto uns aqui nesta ilha perseguem o Grupo Sousa em Lisboa é dado a ele mais aos seus sócios a nova Gare de cruzeiros

Anónimo disse...

Em Roma controlava-se a plebe pela política de “panem et circenses”, i. é pão e circo.
O Funchal adoptou uma diferente estratégia de manipulação de massas: a circenses et circenses.
O Gil Canha insurge-se contra esta estratégia, pelas despesas sumptuárias que ela implica (mesmo sem distribuir o tão necessário pão), e flagela os supostos autor e cúmplice dessa perfídia: o professor Paulo Cafofo e a Dra. Cristina Pedra.
Perde tempo e latim.
Em época eleitoral, no auge da festa e do circo, pouco se pode esperar do sentido crítico da nossa população.
E pior, como dizia José Ortega y Gasset “Pouco se pode esperar de alguém que só se esforça quando tem a certeza de vir a ser recompensado.”
E nós sabemos muito bem, sabemos mesmo muito bem, a que tipo de pessoas se estava a referir o grande filósofo castelhano.

Anónimo disse...

Romavera pains, descoberta a forma de fabricar pão no Séc II, a.C., já faziam pão para o povo, pão para os imperadores e pão para os animais, normal e integral...antes era papa de milho.

Anónimo disse...

Esta sim, é a brilhante gestão do Cafofo... Oh Senhor, nunca mais chega outubro...
Rua com essa gente toda da CMF!!!

Anónimo disse...

estão todos na mama e os tubarões pagam aqueles que mais os deixam roubar .
O Cafofo está visto é o mais facilitador

Anónimo disse...

Demasiada azia para se levar a sério.Essa obsessão retira todo o crédito ao que o sr diz.Porque não fala na dívida herdada e do que foi pago? A CMF já pagou milhões!

Anónimo disse...

Rico comentário e mais uma Martelada para curar a azia deste Lider do Movimento dos 300 votos, depois de Outubro este movimento apaga-se, até lá temos que levar com estas coisas diariamente.
Isto é como aquela noiva que é rejeitada pelo namorado, até arranjar novo noivo é complicado.

Anónimo disse...

O anónimo das 11:19 tem razão. A famosa Raposa Pelada do Campanário tem perdido todos os namorados até os do PS, só consegue aguentar os seus namorados do BlokoGuida porque são cornos mansos. E apesar da Raposa Pelada passar a vida a acasalar a torto e a direito ainda não arranjou parceiro certo... e como disse bem o anónimo, até arranjar novo macho é complicado!Olha vai-se aguentando com o que há... o raposo Glésias (é o melhor vibrador rosa do mercado).

Anónimo disse...

Cafofo, o facilitador, não diz nada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!???????????

Anónimo disse...

Não, o facilitador não diz nada porque a Rubina Leal e o Miguel Promessas devem estar ausentes no fim de semana e viajaram de Avião Cargueiro, Ferry, voos a 400 euros ou então foram de Barquinhos Voadores.

Anónimo disse...

O que é que este tipo come para estar sempre com esta azia? Será que não propõe nada de útil para o Funchal, para o bem de todos nós? Pachorra para todos estes gajos, desde a esquerda até à direita! Cambada de chulos!

Anónimo disse...

Eu penso que o tipo come Raposas peladas e por isso tem azia.

Anónimo disse...

A Pedra vai utilizar o dinheiro do Cafofo para comprar mais um vestido horroroso e ir ao cabeleireiro fazer um novo penteado em forma de toco de bananeira.

Anónimo disse...

Já viram a azia dos cafofianos?! Basta o Funchal Forte fazer uma iniciativa saltam todos como cães a salivar. Em Outubro regressa tudo ao canil do Laboratório de Ideias do PS, menos a Miss Campanário.

Anónimo disse...

O Cafofo está a ficar gordo para ficar igual ao actor do filme o Padrinho.

Anónimo disse...

O Cafofo já tem o futuro tratado para quando perder as eleições em outubro.
Também vai virar administrador.

Anónimo disse...

O sr. cafôfo está a tratar do seu futuro. Como anda de mãos dadas com o Luís Miguel Sousa e suas criadas ou sopeiras, tem garantido um tacho caso não ganhe as eleições em outubro! Está bem visto! O problema é que o dinheiro é dos munícipes do Funchal, para estas baboseiradas!