domingo, 4 de junho de 2017


Grupo Parlamentar do PSD 
quer incentivar e preservar 
a agricultura familiar



O Grupo Parlamentar do PSD deu entrada na Assembleia Legislativa da Madeira de um projeto de decreto legislativo regional que fixa a unidade de cultura na Região Autónoma da Madeira, dando cumprimento ao disposto na legislação nacional.

"Este diploma visa permitir o fracionamento de terrenos aptos para cultura, em parcelas com área mínima, e que que agora se pretende fixar", afirmou o deputado Paulo Freitas, numa conferência de imprensa realizada hoje, na zona do Cabo Girão.
Segundo o deputado, "esta unidade de cultura proposta assenta numa área substancialmente inferior à que se encontra em vigor no território de Portugal Continental", sublinhando que a mesma tem em conta a aptidão e a produtividade agrícola dos terrenos e também a nossa realidade regional, quer ao nível da orografia, com a predominância dos terrenos de difícil acesso, pequenos e inclinados, a maior parte deles situados numa faixa com declives entre os 16 e os 25%, o que impossibilita a utilização de maquinaria pesada e obriga a um trabalho árduo de quem os cultiva, quer ao nível da importância e predominância que a agricultura familiar tem e sempre teve na nossa sociedade, na nossa economia, no nosso ambiente e na nossa cultura.
"Na realidade esta agricultura familiar que nós agora queremos preservar é, dada as suas características, não só a guardiã de uma herança cultural que é importante preservar como também é a oportunidade para dinamizar uma economia local, proporcionando assim o bem-estar a toda a sociedade madeirense", disse.
Texto: PSD

4 comentários:

Anónimo disse...

105 000 mil euros para o concerto do Luis Represas?! O ze prada que tal comentares essa situacao? Ou vais te refugiar no teu cantinho? Visto andares atras das saias da leal...

Anónimo disse...

Pelo menos era com artistas madeirenses e não não chegou a esse valor , ao contrário do caso da Ana Moura que "cobrou" muito mais que o normal, ou alguém meteu no bolso.
Deixe o Prada que ele anda com o Pedro Coelho a preparar a campanha para derrotar MA no partido ahhaha

João Barreto disse...

A questão mais importante ficou por revelar: qual é a medida da tal unidade de cultura? Ou estará sujeita a ajustamento?
Poderia também perguntar se foi devidamente ponderada, em termos de ordenamento do território, o dimensionamento racional da propriedade rústica na região... mas se calhar já estaria a fazer perguntas muito difíceis...! Siga a Marinha!

Anónimo disse...

Vai inventar números po.... Onde foste buscar esse valor?!
Mentirosos, ressabiados!!!