sábado, 3 de junho de 2017






'Peixões' do Blue Establishment rondam anzol de Jardim - O processo eleitoral em curso é uma estreia absoluta nos seus contornos. Desta vez, o grande perigo para os principais partidos concorrentes está mais no chamado 'fogo amigo' do que propriamente nas linhas de outras cores.
É assim no PS, na Câmara do Funchal, no CDS. Mas hoje temos PSD. Onde os eternos jardinistas conseguem desorientar os sucessores em várias frentes. E os sucessores estão para o diabo os levar. Esta manhã, perguntavam desse quadrante partidário pelo porquê de o Conselho de Jurisdição da Rua dos Netos ainda não ter actuado disciplinarmente contra o que denunciam como "os fanáticos ataques" do antigo líder Jardim aos dirigentes no activo. 



Pegaram no 'Relatório de Combate' publicado recentemente pelo ex-chefe e apontaram as graves acusações a Miguel Albuquerque por alegadamente ter mandado os seus "apaniguados" em 2013 indicarem um sentido de voto contrário aos próprios candidatos social-democratas - para atingirem e derrubarem a liderança laranja regional de então. 
Nessa campanha de há 4 anos, Jardim insistiu com o então CJ para que expulsasse os acusados de colaboracionismo com listas adversárias. Concretizando-se realmente algumas expulsões. Mas não aquela que o então patrão mais desejava, a de Miguel Albuquerque. Neste caso, José Prada e todos os outros elementos do CJ, incluindo Ventura Garcês, secretário do governo de Jardim, recusaram fazer-lhe a vontade. "Era o que faltava o Prada, mesmo sendo admirador do seu chefe, permitir que o Conselho de Jurisdição entrasse na guerra política interna, em vez de tratar do assunto no âmbito jurídico", barafusta o mesmo 'peixão' irascível que nos fala. "É bem feito que o antigo chefe tenha malhado no Conselho de Jurisdição numa parte do livro, chamando-o frágil e responsável pelo estado actual do PSD-Madeira. Porque, se o CJ actuou como devia no caso do Albuquerque, não teve a mesma força nos outros casos, como o do Humberto de S. Vicente e o do Simplício da Imaculada, que foram indevidamente expulsos e só há pouco tempo reintegrados."   
Pois agora - desesperam os 'peixões' da nova nomenklatura - que é que se vê se não o ex-chefe a fazer apelos descarados para que os seus antigos seguidores votem contra o PSD? "Aquilo são elogios ao Cafôfo, ofertas de livros ao Cafôfo, encontros com o Cafôfo. O objectivo dele (Jardim) é que o Miguel perca as autárquicas e a Rubina se espalhe, para se vingar. No fundo, ele sonha voltar à Quinta Vigia!"

Que Jardim apela ao voto no actual presidente do Funchal é postura que os seus antigos e actuais apoiantes não escondem. Têm recebido essa mensagem do próprio. Mas há mais, segundo os 'peixões'. O inquilino do Quebra-Costas, para pulverizar os votos do PSD e facilitar o rival mais poderoso, anda com telefonemas de incentivo a determinados elementos social-democratas fora do Funchal para que concorram como independentes nos seus concelhos. Um deles é Carlos Pereira, de Santana. Outro, Gabriel Farinha, do Porto Moniz. Dividir o eleitorado social-democrata é a palavra de ordem.
Há um caso de hipotética lista de independentes encabeçada por Lino Pita, na Ponta do Sol, mas aí não há mão de Jardim - garantimos nós. Bem... garantimos, como quem diz.
É que o quebra-cabeças de Albuquerque e seus homens de mão não se fica pelas diabruras do antigo chefe. O PSD-Madeira, se já vivia nos últimos tempos subdividido por seitas, agora com o processo eleitoral entrou em polvorosa de extremo a extremo da ilha, com repercussões no Porto Santo. 
Na própria Ponta do Sol, o nome indicado pelo Funchal, Virgílio Ganança, conta com uma secção da 5.ª Coluna, liderada pelo actual presidente da Câmara, Rui Marques - eleito pelo PSD! - que está a dar muito trabalho. O PSD está metido entre a popular Sara Madalena e a socialista Célia Pessegueiro, mas o pior são as minas que os estafetas da trincheira subversiva espalham pela vila, nos Canhas e na Madalena do Mar.
No Porto Santo, aquele PSD é um saco de gatos que vai tratar de derrotar o desamparado companheiro Idalino, com a ajuda de outra velha figura da área laranja que surge como candidato adversário, José António Castro.
Em S. Vicente, o PSD abdicou de apresentar candidato próprio e, perante o escândalo, muitos militantes não seguirão a indicação oficial de voto em Garcês. 
Em Santa Cruz, o nome de Roquelino Ornelas não é consensual, embora a caldeira não seja das mais efervescentes.
Quanto à Ribeira Brava, desculpem, mas é melhor passar por alto. Reproduzamos apenas o 'peixão' irritadiço: "O Conselho de Jurisdição está a dormir. Quando um militante concorre por uma lista adversária do partido, é automaticamente expulso, como mandam os estatutos. Na Ribeira Brava há dois cabeças-de-lista nessas condições, o Nascimento e o Drumond. Há notícia de alguma expulsão? Não."
Finalmente, o Funchal. Rubina Leal não vai às urnas com anti-corpos. Mas tem a missão dificultada não apenas pelo capital próprio do rival Paulo Cafôfo, mas pelos apoios ao ex-professor do Campanário de que falámos acima. Quando sair a lista do PSD, muitos 'candidatos a candidatos' se passarão para o lado contrário - é o que indica a moda. 
A caldeirada laranja não acaba aqui. A escolha de candidato para algumas juntas de freguesia funchalenses trará novas divisões pela certa. Já aconteceu em Santo António, Imaculado e em S. Martinho (nesta última, depois da desistência forçada de Fátima Marques e da impossibilidade do 'derrotado' prof. Coelho, não há ninguém com coragem de avançar). Santa Maria Maior está uma 'trapicheira', com discussões, amuos e ameaças de demissão. Em S. Gonçalo, o também 'derrotado' (em 2013) João Machado não aceita que nem sequer o tenham ouvido nas nomeações, ele que foi Albuquerquista desde a primeira hora - tendo já pedido a demissão da presidência da comissão política local.

Não custa antever as ondas adversas com origem dentro do próprio PSD, a caminho das eleições de Outubro. Entre os actuais dirigentes, sonha-se com a expulsão de Jardim, que, directa ou indirectamente, está a fomentar a rebelião que se generaliza. Estão possessos com o seu ex-chefe. Vão ruminando: "O sac... devia ser expulso, para bem do partido e da Madeira!"
A desorientação agrava-se. Estão quase a 'pegar na isca'. 

45 comentários:

Anónimo disse...

Os peixões renovadinhos querem usar o AJJ como bode expiatório para a sua falta de capacidade para liderar e governar essa é que é a verdade. O problema é o berbicacho que criaram no partido e no governo tomemos como exemplo a saúde acaso alguma vez num governo de AJJ teria havido 3 secretários e não sei quantas administrações no hospital no espaço de 2 anos???? E acaso num governo de AJJ o hospital teria uma presidente como a ignorante tomasina? Ou como o delirante dos teatros? Ou como a incompetente mas boa como o milho do bpi?? Nunca na vida e esse é o principal problema dos renovadinhos é que assaltaram o poder para tirar proveito próprio pagar dívidas dar tachos a incompetentes e medíocres ( tudo nascido na podridão da escola autárquica) e não terem visão estratégica e de governação. Deixem o AJJ em paz que esse foi um grande líder com visão e estratégia. Urgente novo congresso depois de outubro para eleger nova liderança e retomar o projecto social democrata de AJJ s não este nenhum projecto reles versão regional do neo liberalismo sem conteúdo do passos coelho. Dixit

Anónimo disse...

Isso mesmo criem um martir e então e a debandada total com o psd a passar para trás do cds....

Anónimo disse...

De certeza que se Manuel Antonio tivesse ganho a realidade hoje seria outra mas as pessoas engoliram o anzol lançado por passos coelho e deixaram se encantar por um olhar de cristo redentor sabendo se que está figura iconica não tinha qualquer conteúdo e foi o que se viu... aliás descendente de passos coelho não seria de esperar coisa diversa. Mas os peixões renovadinhos já estão a fazer-lhe a cama não é só o AJJ o Prada e outros que o digam...

Anónimo disse...

E são estes Assaltantes e Piratas que querem tomar de assalto a Camara Municipal para a destruírem do pouco que resta.
Fora com estes invasores e coloca-los na Ciclovia.

Anónimo disse...

Passados 2 anos e patente a incapacidade e impreparaçao destes renovadinhos. Mais k o partido quem o sente e a população. Estes esquecem que ganharam a maioria a rasca e num processo meio esquisito de recontagem... A margem foi.se ha muito disso nao ha duvida. Agora o psd tem de refletir para o descalabro ser total. Assim apis cenário de outubro k so oir milagre se inverte temos de arregaçar mangas, pedir responsabilidad e partir para outra, o tempo destes MA, abreus, malícias, pradinhas, gasparinhos , jesuszinhos,carvalinhos (alguns ate mais manhozinhos porque correm por fora para nao se comprometer) tem de ir passear e refundar.se a verdadeira social democracia. Psd atento

Anónimo disse...

A maltinha do Rei Albuquerque quer fazer do Alberto João um bode expiatorio. Querem culpar o antigo presidente para disfarçar a sua incompetência. Já sentem a derrota humilhante que vão levar nas eleições então querem jogar areia para os olhos das pessoas culpando o Alberto João das divisões do partido. Quem dividiu mais o partido foi o Albuquerque e a equipa de incompetentes que o rodeia a começar no gabinete e a continuar do governo. O partido está desnorteado e vai perder muito claramente mas a culpa única de tudo isso é do Albuquerque. O partido só vai começar a ganhar quando o Albuquerque for para a rua!

Anónimo disse...

Mas que ideia maluca essa de pensar que Alberto João quer voltar.
O que Alberto João quer é alguém capaz de governar,alguem capaz de unir o partido social democrata.
Está mais que provado que o homem tinha e tem razão quando tudo fez para não querer Albuquerque.
Aguentou-o na câmara por amizade a Virgílio Pereira e por não quer guerras internas.
Passados dois anos Alberto João e todos os militantes teem agora uma oportunidade de juntar os cacos que este Miguel e em especial a sua equipa mais próxima provocou no seio do nosso partido.
Tenho plena consciência que Alberto não quer voltar,quer como todos nós queremos que Manuel António avance.
Todos nós queremos o mesmo e não vamos ficar á espera,caso contrário daqui a dois anos perdemos as regionais e acontece ao PSD/Madeira o que aconteceu ao PSD/Açores.

Anónimo disse...

Basta ver esta governação,estas demissões de membros do governo,as sucessivas mudanças directores regionais por vezes mais do uma vez no mesmo sector.
Basta ver o prometido e não cumprido.
Olhem para o descalabro da maior parte das medidas tomadas ao longo destes dois anos.
Alguma vez houve tanto bater de porta dentro do partido? Atenção,tudo gente que apoiou Albuquerque,nem foi gente de outros candidatos.
Isto bateu no fundo sem dúvida.
Acham que alguém que levou anos e anos a construir um partido fica satisfeito por ver o mesmo ruir a passos largos?
Volta Alberto João para líder do partido.

Anónimo disse...

Muito bem tem o meu apoio e o de milhares de militantes e cidadãos

Anónimo disse...

São os amigos e os náufragos do novo rico do faial...

Anónimo disse...

Não é por acaso que um dos peixões dos renovadinhos há dias dizia que se era p isto melhor seria ter ganho o Manuel Antonio vão entrar na fase canibal em que se vão comer uns aos outros triste do meu partido que se deixou embarcar pela pior escória da política

Anónimo disse...

Este artigo tem algumas lacunas Srº Calisto. Passo enumera las, quando refere antigos quadros do AJJ está completamente enganado, qualquer militante PSD Madeira foi enganado pelas promessas do MA nem preciso cita las, qualquer madeirense que se preze tinha em mente melhorias das politicas do PSD Madeira, mas depois elas esbarram se em falta de financiamento, ora diga me o MA não tinha conhecimento disso? Era preciso o Orçamento Geral da Republica para executa las? Então não precisamos do Governo Regional? Está em causa a autonomia não acha Srº Calisto? Por ultimo MA é defensor liberdade expressão interna do partido, tanto ou é que levou a presidente da comissão politica do partido ou será que não podemos pronunciar o estado em que partido afunda se constantemente com estes renovados ? O conselho de jurisdição não faz mais porque não pode, senão fica sem militantes Srº Calisto. Saudações Sociais Democratas dum militante base enganado por MA.

Anónimo disse...

A ultima deste desgoverno é a da criação de uma comissão de modernizaçao da AP. Ao fim de 2 anos ainda se vai estudar aquilo que o MA dizia em campanha yer estudado, depois daa celebres tertulias e ideias para mudar. Tou como o outro : "quero fugir p ilha..."

Anónimo disse...

Nem mais. Inteiramente de acordo aliás se ele tivesse vergonha na cara demitia se

Anónimo disse...

Muito bem completamente de acordo está na hora de por fim a este devaneio renovadinho que só interessa ao umbigo deles nada mais é tempo de por fim a estratégia do passos coelho ( que tb vai arrumar as botas mais dia menos dia) e por alguém com cabeça a liderar o ppd psd Madeira e correr c está gentalha sem escrúpulos

Anónimo disse...

Força CAFOFO luta contra estes Salteadores e Piratas que estão a atacar a Camara Municipal do Funchal por todos os lados e diariamente.
Tens o apoio da maioria do verdadeiro povo que está ao teu lado.

Anónimo disse...

Há quatro anos atrás, relativamente a São Vicente, faltou agir disciplinarmente contra o atual presidente do partido e seu braço braço direito, pois o atual secretário da desagricultura só agiu a mando destes.
Há quem diga que as reuniões preparatórias desta geringonça, foram feitas lá pelos lados do Faial.
Estão a morrer com o veneno espalhado por eles.
Em São Vicente o PSD já morreu.

Anónimo disse...

Ou fazem algo urgentemente no GR e na ALM, ou os trabalhadores revoltam-se, corram com todas as chefias, deixem de perseguir trabalhadores, de fazerem constantemente bullying para os mesmos irem de atestado medico, nunca houve tantos chefes e administradores o exemplo flagrante da ALM, uns imbecis que vieram das Finanças, que o GR fez o jeitinho de arranjar tachos, deambulam pelos corredores para intimidarem os trabalhadores, especialistas em falsificarem documentos, orçamentos, ocultam contas, com o avale do actual Presidente. Tudo para a rua!! Ou a Revolta dos Trabalhadores!

Anónimo disse...

Se estão a pensar expulsar AJJ, esqueçam, era o fim do PSD—M.

Anónimo disse...

O Professor Paulo Cafofo vai esmagar tudo o que é laranjada nesta terra, seja Jardim, Albuquerque, Manuel António, Cunha e Silva, Miguel de Sousa, Jaime Ramos. Vão ser TODOS ESMAGADOS COMO PULGAS pelo Maior Político desta Terra, o Inigualável Paulo Cafofo, brilhantemente apoiado pelo Estratega Doutor José Miguel Mafra Iglésias. As eleições estão no papo.
Daniel T. B.

Anónimo disse...

Até o Quebra Costas apoia o Cafofo. Grande Traidor.
Se não gosta do Albuquerque que apoie uma alternativa.
Agora entregar-se à Oposição?

Anónimo disse...

As tontices de Albuquerque aliadas à inercia dos vereadores do PSD na Câmara (deviam ser retirados os tachos que têm na administração publica, como o Bruno Pereira que não faz a ponta dum corno)vão beneficiar o Cafofo, só vejo o Canha a fazer frente a esta gente. O PSD tem de serrar fileiras porque senão ainda desaparece.

Anónimo disse...

Se um dia escrever sobre a situação do CDS e do Barrete & Amigos,SA ... não haverão páginas suficientes neste blog.

Anónimo disse...

É oficial: os laranjinhas adoptaram a autofagia política!

Anónimo disse...

Aos apoiantes do Cafofo, cuidado, é mais um Albuquerque mas, para a CMF dá.

Anónimo disse...

Meus caros. Quem anda pelas ruas e fala com quem vota (cada vez menos gente, diga.se) sabe que aquilo que foi o psd do Ajj ja la vai. O psd sente isto e sabe que manter sera como o psd nacional que tem o Paasos a fazer.lhe o funeral. E por isso que temos de unir forças , reunir aqueles que sabem da governaçao e apos outubro , pedir contas em congresso e apresentar uma alternativa credível. Alias aquilo que hoje temos como governantes entre psd e independentes sao todos muito fraquinhos, muito mesmo!

Anónimo disse...

Há uns dias ouvi a Drª Ferreira Leite afirmar que atualmente não existiam ideologias partidárias mas sim pessoas. Pura verdade. Na Madeira, o PSD está extinto e por culpa de um conjunto de pessoas sem ideais, sem princípios, alienados, ambiciosos e encabeçado por Miguel Albuquerque. Julgaram que através de traições, complôs e reuniões secretas à laia dos mecenas bastariam para derrubar o AJJ e a guerra estaria ganha? Meus caros, esqueceram-se de um elemento importante: o compromisso com o povo. Com efeito conseguiram matar a sua sede de riqueza, senão vejamos os vários casos que existem deste o norte ao sul da ilha, passando por autarcas, adjuntos de secretários e até secretários para não falar do maioral. Ideologia política, qual? O que andam a defender? ? Causas próprias, sempre. Qual o interesse revelado pelos agricultores e comerciantes, zero e povo em geral. Nem conseguem cumprir as promessas realizadas.
O que me torna mais estupefacto é concluir que ainda há gente que chama traidor ao AJJ. Traidores são aqueles que acreditam nas continuadas mentiras e imaturidade deste governo pois traidores são aqueles que não colocam o supremo interesse do povo madeirense em primeiro lugar e persistem em salvaguardar os seus cargos, tendo total conhecimento que nada está a ser feito por ele.
Ao longo de quatro anos muitos encheram os bolsos, muitos continuam a enriquecer. Não deixemos que isso continue a acontecer. Lutemos por um verdadeiro PSD, lutemos pela dignidade do povo madeirense e portossantense. Vamos trabalhar para aquilo que interessa verdadeiramente ao povo.

Anónimo disse...

Os Salteadores da Madeira Perdida.

Anónimo disse...

Like!

Anónimo disse...

Parabéns pela análise. Brilhante!

Anónimo disse...

Muito bem dito

Anónimo disse...

Conta-se que as obras da Escola Agrícola de São Vicente foram dadas em parcelas para contornar o obrigatório concurso público.

O beneficiário foi um amigo do conhecido mau gestor de condomínios ''feito'' secretário regional.

O esquema terá sido adoptado também nas obras de recuperação da Feira do Gado.

Acreditem! O homem não sabe tratar de condomínios, mas é um razoável mestre em manobras e revela alguma capacidade na manipulação de aprendizes de política.

Depois de ter desencantado um ''comuna'' para chefe de gabinete na câmara (''personagem'' que agora se apresenta na lista dos ''garotinhos sem princípios e verdadeiros oportunistas que vestem os polos verdes em Gaula) como candidato em Odivelas, continua metido em esquemas que um dia hão-de ser desmascarados.

Não tenham dúvidas.

A criatura não presta!

Anónimo disse...

Estes escritos deixados para publicação na sua ausência em férias, são muitos furos abaixo daquilo que todos reconhecemos que Cardoso Jardim é capaz.
Aguardamos impacientemente o regresso de merecidas e retenperadoras "vacâncias", por forma a termos outras prozas. Com isto, vai descansando o amigo Cervejeiro, só atentado aqui na Fénix por vender no casino, Coral hem copos de Super Bock.
Entretanto, o Daniel Tonto Bajulador vai engraxando quanto mais pode os seus heróis Cafofo e Iglesias. Tem que ser, é preciso assegurar o lugarzinho na câmara. Se vêm outros, lá terá o Daniel que lamber c.. extra cafofianos.

Anónimo disse...

As brigas internas são realmente o maior problema de Miguel Albuquerque. Mas não só. Houve más escolhas para determinados postos. Já tínhamos talvez antes... mas continuamos a ter. Quanto à oposição, realmente as brigas também internas quer no PS quer no CDS, fazem-nos ver que no fundo são todos iguais.
Sendo que os "antigos" do PSD preferem ver a oposição ganhar, para assim retomarem o poder sem ter que lutar por este internamente... demora muito.

Anónimo disse...

Milhares? Hahahahahahhahahahahahahahahaha

Anónimo disse...

Mas havia provas para expulsar Miguel Albuquerque ? Claro que não.
O havia era para expulsar Humberto e companhia e Simplicio e companhia, que foram bem expulsos (falo com conhecimento de causa porque pertencia ao CJ de então)....

Anónimo disse...

Nem mais. Tudo dito

Anónimo disse...

Bastante bom.

Anónimo disse...

E não presta mesmo. É um espinho que o MA tem no pé. Ajudou-o na traição aos candidatos propostos por AJJ agora rói a dor.

Anónimo disse...

Não se conseguiram averiguar adequadamente as provas. Estad estavam envoltas numa névoa branca e as provas corrompidas. E esta?

Anónimo disse...

Senão haviam provas não MA não podia ter sido expulso .

AJJ não conseguiu prova lo (mas ameaçou todos os membros do CJ para expulsar Albuquerque )

O CJ simplesmente limitou se a seguir a lei (estatutos do partido), como o fez nos casos do simplicio e Humberto (ambas as decisões confirmadas pelo PSD nacional )

Anónimo disse...

E agora readmitidos!!!!
Não é necessário ser inteligente para tirar as conclusões.
As provas vieram mais tarde.....

Anónimo disse...

Readmitidos porque o atual presidente quis e se o CJ atual fosse competente não deixaria.
Infelizmente é aquela Fernanda Cardoso, mais um pau mandado que nem sabe o primeiro artigo dos estatutos do partido

Anónimo disse...

Assaltantes e Piratas são os que lá estão!!!
Rua com essa Mudança/ Desconfiança!

A Verdade da Mentira! disse...

Renovação!!! RENOVADINHOS!!!
Nem uma nem outros existem e são produtos de uma grande ilusão criada por Albuquerque, primeiro nos militantes e segundo na comunicação social e opinião pública.
O que observamos na escolha da equipa de Albuquerque foi mais do mesmo. Albuquerque apenas foi buscar a velha elite jardinista ressabiada. Caras novas foram poucas, oportunidade a militantes de base não existiu (estes são carne para canhão, servem para ser porta-bandeiras e entregadores de pafletos), o melhor das tropas de Albuquerque, e que seriam efectivamente a renovação desejada por todos, foram esquecidos e desvalorizados pela atual direção e secretariado do partido.

Renovação!!! Renovadinhos!!!
Grande falácia, nunca chegou a haver...