segunda-feira, 5 de junho de 2017


"Semana do Ambiente" promove amanhã conferências sobre Alterações Climáticas e Eficiência Energética



A Sala da Assembleia Municipal do Funchal recebe amanhã de manhã, dia 6 de junho, a partir das 10h30, duas conferências integradas na Semana do Ambiente 2017, a primeira sobre o efeito das Alterações Climáticas nas Florestas e a segunda sobre a Eficiência Energética no Comércio Tradicional. 


A segunda trata-se de uma iniciativa decorrente do Programa de Revitalização do Comércio e Serviços do Funchal, destinada aos pequenos comerciantes, visando informar e sensibilizar para boas práticas que contribuam para reduzir a sua fatura mensal de energia. Em estabelecimentos de pequena dimensão, qualquer que seja o ramo (pronto-a-vestir, calçado, restauração ou outros), uma maior eficiência de gestão pode conduzir à redução dos custos fixos mensais e, consequentemente, potenciar o equilíbrio financeiro do negócio.


A conferência conta com a participação da AREAM – Agência Regional da Energia e Ambiente da RAM e da FactorENERGIA.»

4 comentários:

Anónimo disse...

Raquel Brazão já entende de eficiência energética ? de bajulação sabemos que entende , agora quanto ao resto ..

Anónimo disse...

eficiência energética no comercio tradicional , deve ser encerrar todo o pequeno comercio e apoiar as grandes superfícies como está o Cafofo a fazer , assim o comercio tradicional não gasta energia .
É só ver esta cidade como está a ficar deserta e o comercio tradicional a encerrar , para abrirem tascas de poncha e bolo do caco e lojas dependentes das grandes distribuidoras.
Cafofo junta-se aos ricos e ataca os pobres

Anónimo disse...

qualquer badameco(a) fala hoje de "eficiência energética" ... é chique ... dá status ... chama a atenção ... dá para entreter ...

Anónimo disse...

Comércio Tradicional? Nos tempos modernos o que é isso.
Diga-me onde existe na Baixa do Funchal 10 (Dez) Digo apenas 10 lojas de artigos de roupa e afins de Marcas Mundiais e a um preço razoável abertas ao fim de semana assim como ao final do dia e em que eu não pague estacionamento e não tenha de dar a volta a Cidade?
Com os novos tempos, o comércio tradicional virou tascas em todo o Mundo e o Funchal ainda tem muita sorte porque tens coisas tradicionais como o Bolo do caco e a Poncha, caso contrário seria um deserto.
É ver por vezes 3 navios de grande porte no Porto do Funchal e o Comércio dito tradicional todo encerrado, o que é que querem.
Suicidaram-se a si próprios, para mim já morreram há muito tempo e isto não é questão politica, é questão de organização e gestão e não saber acompanhar o comboio dos novos tempos.