sexta-feira, 9 de junho de 2017

Concursos oficiais põem Kapas à bulha



Secretaria da Educação supera Câmara
e mete licenciado em Artes Plásticas
na Divisão de Comunicação e Imagem



   Muito custa garantir a isenção no tratamento à CMF e ao governo



Instalou-se a confusão cá na Redacção do Fénix. Foi preciso transpirar muito para serenar os ânimos.
Kontra-K-Konkurso encheu-se de inveja pelo destaque dado à peça do K-Konkurso a respeito de um recente concurso no município funchalense e veio à secretária do chefe tirar satisfações. 
Tratando-se de um assunto de interesse público, vamos reproduzir fielmente o nosso diálogo de paróquia antes que nos venha interpelar o Sindicato de Jornalistas, sempre empenhado na defesa da estabilidade e liberdade na comunicação social, desde que isso não colida com os 'apoios' oficiais, oficiosos e empresariais ao projecto 'jornalístico' on line.

A primeira fala é do agente-repórter.

- Podem explicar-me o porquê das parangonas ao trabalho do K-Koncurso?
- Foi uma notícia.
- Notícia? Desde quando uma simples golpada nos concursos é notícia cá na Tabanca?

- Digamos que é uma noticiazinha, relativa.
- Então meter uma arquitecta no Mercado, ou lá o que é, merece a menor referência?
- Temos de fazer pela vida. O Cafôfo subsidia certos projectos por vias enviezadas e queremos ver se a coisa chega cá, porque também somos filhos de Deus e do município.
- E então damos notícias contra ele?
- A ver se ele aprende.
- E se eu disser que o secretário da Educação faz muito pior?
- Não é notícia por aí além.
- Isso julgava eu, tal a banalidade dos concursos mafiados, como diz o outro.
- Mas deixa lá o desgoverno. Estamos a negociar um suplemento para o Fénix do Jorge Carvalho e outro sobre os planos estratégicos da agricultura.
- Para quando um eco-trail? Olhe, não sou da área comercial do Fénix, sou agente-repórter. E já que há coisas que na Câmara são notícia, então acho que esta também é: saiu ontem um aviso, o 165/2017, autorizando a abertura de um procedimento concursal...
- Deixa-te de palavreado técnico, isso é paleio para o povo não entender. Vai logo ao lead dessa grandessíssima notícia!
- Ok, é um concurso para chefe de divisão de Comunicação, Imagem e Protocolo.
- E então?
- Então, chefe, o Jorge Carvalho põe nos requisitos a exigência aos candidatos de licenciatura na área das Artes Plásticas.
- Sim? Um pouco curioso.
- Um pouco? É mais escandaloso do que aquilo do Mercado.  
- Em quê?
- Devia ser alguém com formação nas áreas de comunicação, imagem e protocolo, não? 
- Bem, a arquitecta não anda a pesar batatas e cenouras nos Lavradores.
- Não confunda alhos com bugalhos que não me baralha. Se o ideal para um director de Comunicação, Imagem e Protocolo é alguém formado em Artes Plásticas , por que não um músico, um pediatra, um cantoneiro, um guarda florestal?
- Um pouco de Arte para organizar a Comunicação, Imagem e Protocolo não é desperdício.
- E a Plástica?
- No sentido figurado, talvez faça sentido. 
- Que conversa gaga.
- É como os concursos. Afinal, quais são as funções reservadas a esse recruta em Imagem e Protocolo?
- Por exemplo, garantir os procedimentos da informação interna e externa das actividades do Jorge e seus quadros.
- Não é totalmente desfasado das Artes Plásticas. E mais?
- Olhe, organizar programas de comunicação e divulgar a imagem do Jorge.
- Nada mau para um artista plástico. E...
- Tomar parte na política da Secretaria em matéria de apoio publicitário - como diz aqui.
- Cada vez gosto mais. Depois tens de estabelecer contacto com o artista plástico a seleccionar. Isso do apoio publicitário aviva-me umas ideias. Há muito mais?
- Sim. Mas tudo relacionado com comunicação e imagem, imagem e comunicação.
- Excelente.
- Excelente? Um artista plástico a tratar dessas funções?  Então para que tem a UMa cursos em Arte e Multimédia, Comunicação e Organizações... licenciaturas em Comunicação, Jornalismo, Relações Públicas... E neste caso  é um licenciado em Artes Plásticas que se quer nomear?!

- Já te vou calar, Kontra-K-Konkurso. Pesquisa aí na Wikipédia o que quer dizer isso das famigeradas Artes Plásticas, a ver se o escândalo tem a dimensão que dizes.
- Faço copy-paste aqui?
- Faz copy paste aqui!
- Cá vai:


"As artes plásticas ou belas-artes são as formações expressivas realizadas utilizando-se de técnicas de produção que manipulam materiais para construir formas e imagens que revelem uma concepção estética e poética num dado momento histórico. O surgimento das artes plásticas está directamente relacionado com a evolução da espécie humana. O artista plástico lida com papel, tinta, gesso, argila, madeira e metais, programas de computador e outras ferramentas tecnológicas para produzir suas peças."

- Vês Kontra-K? Quem melhor para trabalhar na comunicação, imagem e protocolo da Educação? Gesso, argila, madeira, metais...?
- Torno a dizer que estes concursos mafiados caíram na vulgarização. E se é para falar na Câmara...
- Escuta cá. Estava aqui a maquinar um plano editorial... E se fosses tomar conta das negociações dos suplementos que estamos a fazer com o desgoverno? 
- A corrupção está mesmo a chegar ao Fénix?
- Amigo, temos água e luz para pagar. Além disso, há uns 'jornalistas' mercadores no activo que fazem o mesmo nos gabinetes da câmara. Não precisas de uns cobres para gastos?
- A ideia não me desagrada. Mas vai levar o pouco tempo que tenho...
- Não te preocupes. Juntamente com os depósitos para a nossa conta eles já mandam os textos prontinhos. Só tens de os assinar.
- Ok chefe. Sabe que não sei trabalhar se não houver isenção e pluralismo. Já me estou a ver numa comitiva oficial à Venezuela. Bora Bora seria o ideal... Mas já me contento com uma caçada em África.
- Assim é que se fala. Vá, anda, vai acolá dar um abraço ao K-Konkurso. Quero pluralismo, deontologia e bom ambiente aqui dentro! E nada de mandar comentários anónimos para outros blogues a 'bilhardar' o que se passa dentro de casa. Vamos acabar com o mau costume de o madeirense ser o pior inimigo do madeirense.

9 comentários:

Anónimo disse...

Bem digo quem tem telhados de vidro não deve andar a pedrada este desgoverno renovadinho é uma vergonha de tachos e compadrios

Castro disse...

Como já é costume de um bom português, primeiro atira-se e depois pergunta-se "quem vem lá?"A situação do governo até faz algum sentido, porque quem pensa que um curso de artes plásticas ou de design é só mexer em telas e gesso ...bem... vejam lá que, até têm cadeiras de comunicação, sociologia, estética e por aí fora, já agora a situação da CMF de passar de unidade a divisão, é que ganha-se pouco com responsável de uma unidade...caramba.

Anónimo disse...

Esta SRE so existe no presente para imagem e showoff. Virou espécie de secretaria da DIFUSAO. Logo nao estranho admitir gente para imagem e afins... Ja agora educação fica para o Costa fazer e o Ministério.

Anónimo disse...

Anonimo ds 17,48. Subscrevo esta e de longe uma SRprogaganda... Ele e so inauguraçoes, medalhas, dia da escola, das artes, do desporto... E a Educaçao?????

Anónimo disse...

Nao esquecer agora os celebres Kits turismo, material extremamente educacional onde so falta o menu e a carta de vinhos....aiai...

Anónimo disse...

É só na educação? É em todas as áreas estes renovadinhos ganham ao luis de matos em truques de ilusão e magia lololl são só tretas e mais tretas e resultados palpáveis zero x zero

Anónimo disse...

Mas qual Educaçao? Aquilo que se ve e ouve é só cerimonias e festinhas... De Inducaçao??? haa so se for a suspensão por mais um ano de avaliar os professores publicado esta semana. Muita organização educacional conhecimento e qualidade do sistema educativo.lol

Anónimo disse...

Ontem a brigada do reumático do psd andava de tasca em tasca .....apenas alguns candidatos e o Café, lidere rádio pelo cara de pedra , o sócio e o Benetton.........

Anónimo disse...

Isso então já começou o rally das tasquinhas, será que no final ainda se vestem de travesti.
Na Ponta de Soil vale tudo, quero é que me ofereçam uma Bimbo.